Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Passeio de helicóptero: Sobrevoando o majestoso Grand Canyon

20

Sobrevoar o Grand Canyon de helicóptero foi sem dúvida uma das experiências mais incríveis que tivemos nos EUA.  Mesmo que você passe semanas explorando as inúmeras trilhas e mirantes existentes no Grand Canyon, você nunca terá a real noção do tamanho e da escala desta verdadeira obra prima da natureza pacientemente esculpida ao longo de milhares de anos pelas águas do caudaloso rio Colorado.

Sobrevoando o Grand Canyon de Helicoptero
Sobrevoando o Grand Canyon de Helicoptero

Quando exploramos a região do South Rim no Grand Canyon National Park, quase chegamos a abrir mão deste inesquecível passeio, e ainda bem que não fizemos esta bobagem. Relutamos até o último minuto em investir uma pequena fortuna num passeio de helicóptero. Hesitamos não apenas pelo preço e curta duração do passeio, mas principalmente pelo fato de que: Nos 2 dias do nosso roteiro destinados ao Grand Canyon, pegamos dias parcialmente nublados e com forte interferência atmosférica que reduziram consideravelmente a visibilidade.

Porém no finalzinho da tarde de nosso segundo dia no parque, quando explorávamos a Hermits Rest Route, o tempo resolveu fechar de vez (para desespero na hora). E pior, começou a nevar forte e assim continuou pelo resto do dia, continuando inclusive madrugada adentro. Como não era mais possível enxergar absolutamente nada do Canyon, o jeito foi abortar o passeio programado para o resto do dia e voltar para o hotel.

Sobrevoando a entrada do South Rim do Parque Nacional do Grand Canyon
Sobrevoando a entrada do South Rim do Parque Nacional do Grand Canyon

No dia seguinte, (atendendo nossas preces) para nossa surpresa, o dia amanheceu lindo.. Céu de Brigadeiro sem uma única nuvem no céu e com muita neve por todos os lados. Foi o que faltava para criar coragem$$ e fazer o vôo panorâmico de helicóptero sobre o Grand Canyon.

Dia fantástico para sobrevoar o Grand Canyon
Dia fantástico para sobrevoar o Grand Canyon

Apesar deste dia termos planejado sair cedindo de Tusayan (base para quem explora o South Rim do Grand Canyon) para explorar Las Vegas, acabamos esticando nossa estada no Grand Canyon até o início da tarde. Esta foi, sem dúvida, a melhor decisão que pudemos ter tomado. E só não ficamos até mais tarde para o por do sol, porque realmente não podíamos e ainda teríamos mais de 450 km de estrada pela frente até chegar em Las Vegas.

Aeroporto de Tusayan no South Rim do Grand Canyon
Aeroporto de Tusayan no South Rim do Grand Canyon

Depois de um rápido café da manhã e quase perder os dedos (congelados) limpando a neve acumulada durante a noite sobre o carro, seguimos para o pequeno aeroporto de Tusayan. Este é o local de onde partem os vôos panorâmicos e passeios de helicóptero que partem do South Rim do Grand Canyon.

Entrada do aeroporto do Grand Canyon em Tusayan, Arizona
Entrada do aeroporto do Grand Canyon em Tusayan, Arizona

Dentre as 3 empresas que oferecem passeios panorâmicos por alí, acabamos optando pela Papillon. Pois além de preços um pouco mais simpáticos, pudemos combinar a tarifa com um coupon de desconto que encontramos na recepção de nosso hotel. No final das contas, o coupon fez diferença consideravel no preço final da brincadeira.

Acabamos optando pelo Grand Kingdom Tour, um passeio de cerca de 45-50 minutos a bordo da aeronave mais moderna da frota da empresa. Um Ecostar EC-130. Uma das poucas aeronaves autorizadas/certificadas a operar a partir das novas regulamentações de poluição acústica do parque. Por sinal foi com este mesmo tipo de helicóptero que sobrevoamos também a Napali Coast em Kauai no Hawaii.

O Grand Kingdom Tour da Papillon sai do South Rim e percorre um circuito circular pré estabelecido pelo interior do Parque Nacional do Grand Canyon. Como toda esta área está localizada dentro dos limites do Parque Nacional do Grand Canyon, existe um série de restrições impostas pela administração do parque. Restrições que vão desde o trajeto que o helicóptero pode percorrer, número de vôos por dias, horário em que eles podem acontecer e principalmente a proibição total de pouso dentro dos limites do parque.

Como este foi meu primeiro vôo de helicóptero na vida, tudo até então era novidade. O passeio começa com o check-in (pelo menos 40 minutos antes do horário programado para o vôo) e a pesagem individual de todos os passageiros do vôo. O peso dos passageiros é fundamental para a empresa balancear a aeronave e assim definir a distribuição dos passageiros no interior do helicóptero. Com isso, vai depender muito da sua sorte em pegar um lugar bom ou ruim para o passeio.

Na hora do embarque, o piloto chama todos os participantes do vôo e diz em que posição cada tripulante deve se sentar. Eu acabei ficando na janela no lado direito. Um lugar não tão bom quanto a mesmo posição na primeira fileira, mas longe de ser ruim. Uma dica importante para quem vai fotografar este passeio, é usar, na medida do possível, roupa escura para diminuir o reflexo no vidro..

Antes de ligar a aeronave e levantar vôo, o piloto passa todas as intruções de segurança relativas ao vôo, funcionamento da saída de emergência e afins. Já o pessoal de terra verifica o afivelamento dos cintos de segurança dos tripulantes e dá o fone de ouvido ante ruído com microfone com os quais podemos nos comunicar com o piloto ao longo de toda a duração do vôo.

Depois de certificar que todo mundo estava devidamente afivelado em seus assentos,  o piloto fecha as portas e liga o helicóptero. À medida que o rotor vai ganhando velocidade o barulho vai ficando cada vez mais alto. Tanto que num determinado ponto você quase não conseguir entender o que a pessoa ao seu lado diz.

Como no dia do nosso passeio, o heliporto da papillion estava cheio de neve, a medida que as pás do helicóptero ganhavam velocidade, a neve voava para todos os lados. E quando percebemos nosso helicóptero já havia saído do chão. A partir daí o passeio foi só alegria..

O fato é que a dimensão do Grand Canyon é ainda mais impressionante/impactante visto do helicóptero do que visto de um de seus Rims (Bordas). As paisagens que vimos e fotografamos durante o vôo certamente compensaram cada dólar gasto.

No final das contas, ainda bem que esperamos até os 50 minutos do segundo tempo para fazer o passeio. Caso contrário, não teríamos visto o Grand Canyon de cima num dia tão perfeito e de quebra com suas bordas cobertas ne neve. Uma experiência simplesmente inesquecível.

Informações Úteis:

Existem 2 empresas principais (Papillion e Maverick) que oferecem este passeio pelo Grand Canyon saindo do South Rim.

Se você fizer o passeio saindo de Las Vegas, você muito provavelmente não irá conhecer a região do South, East e North Rim onde o Canyon é mais largo e profundo.

Neste caso o passeio se concentra principalmente no West Rim, onde encontra-se também o Skywalk que na verdade fica dentro de uma área que é uma reserva indígena. Sem as restrições ambientais do PN Grand Canyon, alguns destes tours fazem pouco no interior do Canyon (mais caro).

Endereço:

Papillion Grand Canyon Helicopters

Airport Entry N

Kaibab National Forest, Tusayan AZ

Coordenadas Geográficas:

Latitude Longitude
N 35 57.452 W 112 07.973

Posts Relacionados:

 Guia para o Grand Canyon National Park

 Passeio de Helicóptero em Kauai: Em busca do cenário de Jurassic Park

USS Midway Runway USS Midway em San Diego: Visitando o maior porta avião museu do mundo

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

Instagram  – Google +

20 Comments
  1. […] condições que optamos por atrasar nosso retorno a Las Vegas por algumas horas, e desta forma regressamos mais uma vez ao Grand Canyon desta vez de helicóptero para um sobrevôo de cerca de 50 …. E tenho que dizer: foi uma das experiências mais incríveis dos últimos tempos. Afinal de […]

  2. Simone says

    Fantástico hein, deve ser uma experiência muito especial mesmo! Fotos ótimas como sempre. Só fiquei curiosa para saber a média de preço, para já ir pensando se cabe no nosso orçamento quando formos até lá! (pois “tá na lista” e um dia hei de ir!) 😉
    Abraço

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Simone

      O preço é salgadinho, mas não se compara ao preço de passeio de helicópteros em qualquer outro lugar do mundo.. Com o desconto do coupon a brincadeira ficou na casa dos 500 USD para o casal.. Mas como você pode ver, num dia com esse com sol e neve o investimento realmente valeu a pena..
      Bjs

      1. Simone says

        Obrigada pela resposta Oscar. Imaginei um pouco mais barato até, meio equivalente aos balões na Capadócia, mas com certeza é uma experiência que tendo a oportunidade (e o $) vale muito a pena! Momento único, valeu por compartilhar!

  3. Lillian Brandão says

    Ei Oscar,

    Esse passeio é realmente fantástico! Depois que eu fiz eu recomendo a todo mundo! Eu fui de Maverick e foi muito bom. O fone de ouvido ainda tinha uma trilha sonora bem interessante que combinava com o momento.
    Bom ver suas fotos do Grand Canyon com neve. Na época em que fiz o passeio (abril) não tinha quase nada!

    Abraços,
    Lillian.

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Lilian

      Esqueci de mencionar no texto a trilha sonora. Ela realmente deixa o passeio ainda mais emocionante.. D
      emos bastante sorte em pegar neve no grand canyon e um dia maravilhoso como este depois de dois dias não tão bons assim para fotos..
      Eu tenho o péssimo costume de me apegar as fotos, mas poderia jogar todas as fotos dos 2 primeiros dias e ficar apenas com as fotos deste dia no GC
      Obrigado pela visita

      Bjs

  4. mikix10 says

    Show de post… sabe que até hoje me arrependo de não ter feito o passeio de helicoptero pela barreira de corais! O preço paralisou minha mão em direção a carteira (risos), mas me arrependo e sei que teria sido A experiência… vai ficar pra próxima.
    Amei sei post e estou me animando em fazer algo parecido na minha proxima visita a Vegas, acho que em setembro rola 🙂
    bjão

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Mirella

      As vezes o preço da experiência não é a das mais simpáticas, mas na medida do possível, temos que tentar aproveitar as oportunidades quando elas surgem.. Sabe deus quando ela voltará se apresentar.. Nos só não fizemos o passeio logo no primeiro dia por conta do tempo esquisito e nada me frustra mais numa viagem que as fotos não ficarem legais..
      Espero que vocês também possam fazer esse passeio lá no GC em Setembro.. Super recomendo
      Obrigado pela visita

      Bjão

  5. Flora says

    Fiz este mesmo passeio com a mesma empresa. Foi também meu primeiro voo de helicoptero. Minha filha teve a sorte de ir ao lado do piloto, com chão de vidro. Tirou fotos ótimas.Gostei tanto que repeti a dose na Victoria Falls e de balão na Capadócia. A visão do todo que se tem lá de cima é sensacional.

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Flora

      Que legal.. Eu queria tanto ter ido na frente para tirar fotos melhores.. Mas não tem jeito a distribuição fica a cargo deles.. No Hawaii a mesma coisa.. Coincidentemente nos dois passeios sentei no mesmo lugar no helicóptero.. O seu passeio pela victória falls de helicóptero deve ter sido fantástico..
      Obrigado pela visita

  6. Fatima says

    Esse seu depoimento veio mesmo a calhar. Iremos em julho para lá (eu, meu marido e meu filho de 13 anos) e estou na dúvida entre as opções que a Papillion oferece. Você sabe qual é a diferença entre os dois passeios Imperial Air Tour e Grand Kingdom?
    Obrigada.

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Fatima A diferença principal é a aeronave o Grand Kingdom utiliza um EC 130 que além de mais novo e moderno faz menos barulho.. Agora o trajeto e bastante semelhante

      Abraço

  7. Diogo Freitas says

    Oscar, Parabéns pelo post, muito legal mesmo!! Vc acha que compensa comprarmos os passeios pela internet antes da viagem ou sera que conseguimos vouchers de desconto em Las Vegas?
    Obrigado,
    Abs

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Diogo

      Sinceramente falando não acho que há necessidade em comprar o passeio antes de você chegar aos EUA.. Reservando com 2-3 dias de antecedência pela Internet você consegue o desconto e tem uma idéia melhor de como vai estar o tempo de acordo com a previsão do tempo.. fique de olho nos booklets de coupon quando chegar na cidade, as vezes rola descontos para esses passeios por lá…

      Abs

  8. nigima says

    Oi Oscar! Adorei seus comentários – estarei em Las Vegas em Julho e não terei muito tempo. Vc me reomendaria ir de Las Vegas de helicoptero ou ir até o parque e embarcar lá mesmo??? Sabe quanto tempo de carro de Las Vegas até o parque?? Obrigada!!!!!

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Nigima

      Antes de qualquer coisa recomendo a leitura do meu post guia sobre o Grand Canyon => http://mauoscar.com/2012/01/26/guia-para-o-grand-canyon-national-park/
      Com pouco tempo em Las Vegas o ideal talvez seja fazer um passeio de helicoptero saindo da cidade.. Ele não irá até o Parque Nacional em sí (South Rim) Ele na verdade ficara concentrada na porção do West Rim, que é na verdade uma reserva indígena e onde está localizada a famosa Skywalk do Grand Canyon.. O interessante de alguns passeios que partem de Las Vegas é que alguns deles oferecem a opção de pouso (as vezes com champagne) as margens do rio colorado..
      Mas se tiver uns 3 dias recomendo ir até o South Rim de carro (4- 5 horas de las Vegas em cada sentido) É fantástico..

      Abraço

  9. Ana Feijao says

    Ola Oscar, estou indo em julho para Las Vegas e ja nos programamos para fazer este passeio, mas tenho algumas duvidas. Vc indicaria fechar o passeio pelo site aqui do Brasil ou é melhor fechar la? Se o tempo estiver ruim, nao tem passeio, certo? Em julho, faz frio? Considere que moro no Rio de Janeiro. Gostei muito das suas dicas!!

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Ana

      Eu recomendaria comprar o passeio quando chegar em Las Vegas.. Muitas vezes rolam uns coupons de desconto pela cidade, não custa nada economizar não é verdade.. Ai você também tem certeza de como estará o tempo no dia da sua viagem. Embora o tempo lá seja bom quase o ano todo
      Julho no hemisfério norte é verão ou seja vai estar quente.. Por ser região de deserto, a noite a temperatura tende a cair um pouco.

      Abraço

  10. Mario says

    Muito legal, o Grand Canyon é realmente lindo! Com certeza na próxima vez farei um passeio de Helicóptero nos EUA – meu último passeio que fiz, foi no Rio de Janeiro. Foi uma experiência caríssima porém claro também inesquecível.
    Abraços Mario

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Mario

      Nos EUA os passeios de Helicóptero, são relativamente bem mais baratos que no Brasil e aqui na Nova Zelândia.. O único problema as vezes é o cambio. Mas vale o investimento!!!

      Abs

Leave A Reply

Your email address will not be published.