A bordo do vôo comercial non stop mais longo do mundo

Check In Singapore Airlines  em Newark

Em nossa mudança dos EUA para a Nova Zelândia acabamos fazendo um “rápido”  stopover de 5 dias em Cingapura. E embora o caminho mais curto para chegarmos à Nova Zelândia fosse voar de Philadelphia/Baltimore até Los Angeles ou San Francisco e de lá diretamente para Auckland, optamos por este caminho por uma série de motivos…

Entre eles estava a rara oportunidade de voarmos no vôo comercial sem escala mais longo do mundo. Sim!! Pode parecer coisa de maluco querer, por livre e espontânea vontade, ficar trancafiado à bordo de um vôo com quase 19 horas de duração.  Acontece que o vôo em questão é operado por nada mais nada menos que pela premiadíssima Singapore Airlines, que consegue transformar a viagem que passa por 3 continentes e 3 oceanos numa experiência digamos singular por uma série de quesitos.

Singapore Airlines All Business Class

A começar pelo fato deste ser um dos rarríssimos “All Business Class Flight” operados por uma cia. aérea tradicional. Isso mesmo que você leu, neste vôo não existe classe econômica nem primeira classe, é tudo Business.

Até onde eu consegui pesquisar apenas a Singapore Airlines, British Airways e Lufthansa possuem este tipo de vôo. No caso das duas últimas conectando algumas cidades dos EUA ao Reino Unido e Alemanha respectivamente. Além deles, até mês passado (Set 2012) a Hong Kong Airlines oferecia serviço semelhante ligando Londres à Hong Kong. Mas com o termino das operações deste último vôo, a Singapore Airlines é no momento a única cia. aérea que possui um vôo de ultra longa duração (+12 horas e vôo) com esta configuração de aeronave.

O mais curioso é que a Singapore Airlines opera dois vôos diários deste tipo ligando os EUA à Cingapura. O SQ 37 que parte de Los Angeles (LAX), mais conhecido como o segundo vôo comercial mais longo do mundo. E o SQ 21, o que nós viajamos, e que parte de Nova York (EWR). Em ambos os casos o vôo é operado por um Airbus A340-541, uma das poucas aeronaves comerciais já fabricadas com autonomia para um vôo com esta duração. A única outra aeronave capaz de percorrer tais distâncias sem escala é o 777-200 ER fabricado pela Boeing em Everett nos arredores de Seattle.

Apesar de ter saído de linha em 2011, nos 18 anos em que a família dos A340 foram produzidos, foram fabricados 375 aeronaves em seis diferentes variantes, os quais são amplamente operados em vôos de longa duração por diversas companhias aéreas de todo o mundo. Sendo que a Emirates é a empresa com a maior frota de A340s em operação no momento com um total de 18 aeronaves divididas entre os modelos A340-300 e A340-500 .

No caso da Singapore Airlines, todos os A340 de sua frota são do modelo A340-541. E apesar de as 5 aeronaves do modelo serem algumas das aeronaves mais antigas de sua frota, todas elas passaram por uma reforma em 2008 e tiveram seu interior totalmente reformulado especialmente para estes vôos non stop entre Cingapura e os EUA. E hoje pode transportar até 100 passageiros todos em classe executiva com os assentos configurados no esquema 1-2-1.

Mas a esta hora talvez você esteja se perguntando, Será que um vôo deste tipo onde todo mundo é digamos “chique” é tão bom quanto um vôo oferecido com as 3 diferentes classes?! A resposta é sim!! Uma empresa com a reputação da Singapore Airlines dá, e muito bem conta do recado e mais uma vez conseguiu superar todas as expectativas. (Agora se fosse com uma cia. Americana acho que não seriamos loucos de encarar um vôo tão longo assim…)

Nossa experiência à bordo nd vôo comercial mais longo sem escalas do mundo foi mais ou menos assim:

Check-In

Nos despedimos de Delaware no meio da tarde e depois de cerca de 2 horas e meia de estrada chegávamos ao EWR Airport em Newark. Assim que chegamos ao aeroporto nos dirigimos ao Check-In da Singapore Airlines que fica localizado no final da área de embarque do Terminal B e tão logo que chegamos, fomos rapidamente atendidos pelo simpático staff da própria companhia.

Check In da Singapore Airlines no aeroporto de Newark

 Despachamos nossas bagagens e embora já estivéssemos preparados para potencialmente pagar por algum excesso de bagagem, talvez pelo fato de nossas milhas da Star Alliance estarem no Krisflyer, não tivemos problema algum. Se bem que todas as vezes que viajamos com eles nunca tivemos este tipo de problema. Mas também nunca abusamos.

Enquanto fazíamos o check-in aproveitei para perguntar se o vôo tinha uma boa taxa de ocupação. O atendende então disse que o vôo vai sempre com pelo menos 85-90% da sua lotação. Bem, no dia de nosso vôo ele estava completamente lotado. E pasme, o vôo além de ir praticamente lotado é diário. E se levarmos em consideração que a Singapore Airlines tem outros 4 vôos conectando Cingapura (SFO,JFK,LAX,IAH) aos EUA me pergunto onde está a crise?! Enfim..

Lounge

Depois da chatice dos procedimentos de segurança típicos dos aeroportos americanos, seguimos em direção ao SAS Club Lounge, o qual a Singapore Airlines compartilha com a Scandinavian Airlines System em Newark. Bem o Lounge da Cia. escandivana não merece muitos comentários. Para resumir em uma frase: Pense num lounge de aeroporto com móveis comprados no IKEA, o Lounge da SAS é mais ou menos assim. Uma mistura de restaurante do Ikea com sala de estar :P

SAS Business Lounge no aeroporto de Newark

Os comes e bebes são também bem modestos se comparados ao Lounge da Singapore Airlines em Cingapura. Apesar de o longe oferecer Wi-Fi gratuito, a velocidade da conexão era pífia. Tanto que acabei desistindo e optei por usar o 4G até o último segundo possível antes da decolagem.

SAS Lounge no Aeroporto de Newark

Os computadores disponíveis no lounge da SAS eram todos iMac da Apple.. Alí a velocidade da internet até era satisfatória. Mas quem usa computador nos dias de hoje quando os nossos smartphones e tablets tem todas as apps e tudo prontinho a um toque de dedo.. Custava melhorar a conexão do WiFi?!

Macs no Lounge da SAS

Enquanto aguardávamos nosso vôo sair, compartilhamos o lounge com passageiros do vôo da Swiss para Zürich e com o vôo da SAS para Estocolmo. Logo que estes passageiros começam embarcar a Singapore Airlines ofereceu um jantarzinho quente que serve para dar uma enganada até o jantar ser servido cerca de 1hora e meia após a decolagem. Neste jantarzinho eles serviram um Chicken Rice, um noodle e alguns vegetais no vapor. Nada muito surpreendente a não ser pelos profiterolis de sobremesa que estavam ótimos.

Jantar oferecido pela Singapore Airlines antes do embarque para Cingapura

O lounge da SAS tem ainda um snack bar onde você pode se servir a vontade com saladas, sanduíches, queijos e frios básicos. Além de um lugar destinado as bebidas onde eram oferecidos 3 tipos de cerveja (Miller Lite, Budweiser e Samuel Adams) 4 opções de vinho (todos americanos e bons) e bebidas destiladas. Enfim para o padrão Singapore Airlines um lounge bastante modesto.

Bar no Lounge da SAS

Embarque

 Uma cena curiosa é que como o vôo é todo em Business Class até poucos minutos antes do embarque ser anunciado não havia absolutamente ninguém no portão de embarque e como este é um provavelmente o último a deixar este terminal, todas as lojinhas na hora do embarque já  estavam fechadas ou prestes a fechar.

A340-500 All Business Class da Singapore Airlines no Aeroporto de Newark Liberty

O embarque aconteceu de forma rápida e civilizada e em menos de 10 minutos estávamos nos acomodando nas enormes e confortáveis poltronas da Business Class.. Tirando a dificuldade de acomodar a bagagem de mão no bagageiro da parte central do avião (pequeno para o padrão das malas de cabine dos EUA) tudo foi uma maravilha…Ahh se viajar fosse sempre assim…

Oscar devidamente nstalado no vôo da Singapore Airlines entre NY e Cingapura

Mas se vocês querem saber o que eu mais curti nesta parte, foi ser recepcionado pelas Singapore Girls e seus sarongs na entrada do avião :D Ao todo pelo que pude contar eram ao todo 12 mulheres e 3 homens. Cada qual com uma cor de sarong ou gravata de acordo com o seu status.

Singapore Girl – Comissária da Singapore Airlines com seu tradicional emblemático Sarong

Assim que nos acomodamos em nossos assentos, uma das comissárias veio perguntar o que gostaríamos de tomar antes da decolagem e confirmar a minha opção de jantar (reservada com antecedência pela internet)  Claro que a ocasião merecia uma taça de Champagne. Minutos depois passava outra comissária oferecendo inúmeras opções de leitura, incluindo revistas variadas e jornais entre eles o Sunday Straits Time de Cingapura :D

Singapore Girls – As comissárias da Singapore Airlines

E o mais incrível que na grande maioria das vezes quando eles se dirigem diretamente a você elas sabem seu nome o que faz de uma forma ou outra você certamente se sentir digamos muito mais especial :P.

Com as comissárias da Singapore Airlines :D

O Vôo

O SQ 21 parte do Newark Liberty International Airport (EWR) em New Jersey/Nova York às 23:00 e tem sua chegada programada para as 05:40 da manhã de DOIS dias seguintes já no horário do seu aeroporto de chegada, o fantástico Changii Airport de Cingapura (SIN). Descontadas as 12 horas de diferença do fuso entre Nova York e Cingapura o vôo tem duração de 18 horas e 40 minutos. Nos quais percorre uma distância de aproximadamente 15.345 km.

SQ 21 voando sobre o estado de Nova York

Embora a rota ideal (mais curta) passe pelo polo norte, devido a questões que involvem o controle do tráfego aéreo, inexistência de aeroportos para pousos de emergência ao longo do caminho entre outros fatores, faz com que a rota adotada pela Singapore Airlines para o vôo SQ 21 tenha na grande maioria das vezes praticamente e mesma trajetória da grande maioria dos outros vôos que partem de Nova York em direção a Europa e de lá em direção ao sudeste asiático.

SQ 21 sobrevoando a Nova Inglaterra a caminho de Cingapura

No caso do nosso vôo (SQ 21), saindo de Nova York o vôo sobrevoou a Nova Inglaterra, entrou no Canadá, sobrevoou o sul da Groênlândia, a Islândia e entrou na Europa continental pela Noruega, sobrevoando a Suécia, Finlâdia e entrando na Rússia na altura de St. Petesburgo.

Sobrevoando a Ásia Central à caminho de Cingapura

Saindo da Europa/Rússia o vôo passou pelo Cazaquistão, sobrevôou o Mar Aral e entrou no Usbequistão, passou por um trechinho do Turcomenistão antes de entrar no espaço aéreo Afegão. Sobrevoando então o Paquistão antes de entrar na Índia.

Sobrevoando a India na altura de Varanasi

Ao sair da Índia, atravessamos então o Oceano Índico / Mar de Andaman e entramos na Tailândia.  Sobrevoamos a costa do Golfo da TaiIândia (Oceano Pacífico) e passamos pela Malásia antes de finalmente chegarmos em Cingapura.

Sobrevoando o mar de Andaman a bordo do vôo SQ 21

Dependendo da época do ano, a duração total do do vôo pode variar em até 15-20 minutos por conta dos ventos e da rota adotada. Um fato curioso é que o vôo de ida SQ 21 (EWR-SIN) é mais longo que o de volta o SQ 22 (SIN – EWR) causado principalmente pelos ventos e a rotação da terra.

Quase chegando em Cingapura

Configuração da Aeronave

Como já mencionado anteriormente o assentos do A340-541 são dispostos em 1-2-1, desta forma se você precisar ir ao banheiro ou queira se levantar para pegar alguma coisa na bagagem de mão ou fazer uma simples caminhada não irá incomodar absolutamente ninguém.

Interior da cabine do vôo All Business Class Singapore Airlines

As cores do interior da cabine são claras e variam entre uma cor caramelo e um marrom mais escuro. Cada assento tem 76 centímetros de largura, com 163 centímetros de campo reclinável que pode ser transformado em cama completamente horizontal simplesmente ao deitar o encosto do assento.

Singapore Airlines All Business Class Cabin

A cama é projetada com um cubículo para colocar os pés encaixada em parte do encosto do assento na frente de você. Desta forma a posição mais confortável é dormir na diagonal. O apoio para os pés da pessoa atrás de você, na verdade, rouba um pouco do espaço para a cabeça e os ombros podem ficar desconfortáveis dependendo da posição que você dorme. E foi uma das únicas coisas que não gostei muito deste vôo.. Apesar de no comprimento não serem os melhores bed seats existentes por aí na largura eles são simplesmente fantásticos.. Sem brincadeira daria para viajar duas pessoas em casa assento.

Cubículo para colocar os pés

Apesar de a cama não permitir você se esticar totalmente, principalmente quem tem mais de 1,80m de altura, o que realmente faz toda a diferença é que a cama fica totalmente na posição horizontal que garante horas de sono profundo :D. Além disso você recebe um kit “fajutinha” com meia e tapa olho que poderia muito bem ser um pijaminha :P Pelo Menos o fone de ouvido era muito bom tipo daqueles de helicóptero para redução do ruído da cabine.

Vôo em classe executiva Singapore Airlines

Ao transformar o assento em cama você encontra uma espécie de lençol, um edredom leve e um travesseiro de tamanho médio, mais que o suficiente para você dormir como um anjo depois de uma excelente refeição a bordo.

Avião todo em Business Class da Singapore Airlines

Entretenimento à Bordo

O sistema de entretenimento é simplesmente incrível, além de uma grande variedade de filmes e seriados recentes tudo on demand que vão desde as produções de Hollywood, passando por Bollywood, filmes Chineses, Coreanos, Japoneses e Europeus.

Televisão individual de 15,4 polegadas no vôo a bordo do A340-500 All Business Class da Singapore Airlines

Tudo voltado a transformar as quase 19 horas de vôo numa experiência que ainda atenda a grande diversidade étnica de clientes que a empresa tem. Além dos filmes e seriados existem diversos canais de música e  outras opções de entretenimento. Apesar deste não ser um vôo tecnicamente child friendly, existem diversos filmes infantis e joguinhos para os pequenos se entreter.

Televisão na classe executiva da Singapore Airlines

As enormes telas individuais de entretenimento são talvez o grande “tchan” deste vôo. Montados no encosto do banco precedente, eles mais parecem um cinema individual considerando-se que elas são totalmente individuais e estão dentro de um avião. Com 15,4 polegadas o sistema de entretenimento a bordo conta ainda portas USB para conexão de iPod, iPad e afins, portas cabo A/V e tomadas de alimentação universal para carregar tudo que é tipo de eletrônico que você possa precisar para passar o tempo. Igualzinho no vôo de executiva da United para Vancouver que nem televisão individual tinha…

Singapore Airlines welcome video

Outra novidade super aprovada neste vôo foi o in-flight Internet. Apesar de paga e relativamente cara, foi legal para postar umas fotinhos no Instagram checar e-mails e facebook nas alturas. O custo dela era 10 USD para 10 Mb de dados e 25 USD para 25 Mb.. Obviamente isso não deu nem para o cheiro.. Mas pelo menos deu para postar umas fotinhos em tempo real sobrevoando a Groenlândia e depois ao chegar na Tailândia. Com o tempo isso deve virar mais uma das atrações deste tipo de vôo.

Conexões Singapore Airlines Business Class

Vale lembrar que a Internet a bordo ainda não é disponível durante todo o vôo, pois nos países que ela ainda não foi regulamentada, ao entrar no espaço aéreo ela acaba sendo desativada.. Mas é uma excelente ferramenta para quem vai passar quase 19 horas dentro de um avião e precisa trabalhar ao mesmo tempo. Foco da grande maioria das pessoas que pega este vôo.

Internet a bordo fora do ar devido a restrição de seu uso sobre o espaço aéreo indiano

Comidas

Na minha opinião, talvez a melhor opção de entreternimento a bordo. Assim como o serviço, a comida bordo estava impecável. Nos vôos que partem fora de Cingapura a escolha do menu pela Internet até 48 horas antes da partida do vôo tem opções mais limitadas.. Se não estou enganado eram 12 opções diferentes de pratos principais para o jantar e 8 tipos de café da manhã. Comparada com as 38 opções de jantar de 12 de café da manhã que tínhamos no segundo vôo saindo de Cingapura.

Cardápio do Vôo entre Nova York e Cingapura a bordo da Singapore Airlines

Eu acabei escolhendo um Rib-Eye com legumes e o Mau acabou deixando para escolher na hora de acordo com as opções do Menu do Vôo.

Meu Rib Eye reservado com antecedência pela Internet :D

O Menu do jantar era o seguinte:

Starter:

Duck liver terrine with smoked duck breast, celery and apple salad

Entrada Jantar Singapore Airlines SQ 21

Main:

            Roast Pacific Cod with potato gnocchi, broccoli, edame beans and wild mushroom “a la Grecque”

Gnocchi with Pacific Cod do Mau

            Seared lam loin with mint jus, broccolini, grilled zuchinni, Spanish onion and bell pepper

            Chicken noodle soup “Egg noodles in chicken soup garnished with sliced chicken mushrooms and leafy greens”

            Wok fried beef with ginger and chinese wine, seasonal vegetable and fried rice

Finale:

            Choice of Desert:

                        Hagen Dazs Strawberry Cheesecake Ice Cream

Sorvete a bordo do SQ 21

                        Creme brulée

            Gourmet cheese

                        Served with fruit paste, grapes, walnut and biscuit

            Fruits in Season

            Gourmet coffeess & selection of fine teas, with pralines 

Frutas e Queijos servidos após o jantar

Como deu para perceber nada mal né?!  Bem o serviço começa com a montagem da mesa que sai de um dos braços da poltrona. Para dar um toque de sofisticação a mesinha recebe até mesmo uma “toalha” antes de receber os talheres e a porcelana da Givenchy.

Porcelana Singapore Airlines

Antes de a comida ser servida as Singapore Girls trazem os paninhos quentes para limpar as mãos antes do início e trazem novamente ao termino da refeição. #Adoro

Panos quentes na Singapore Airlines

Ai você recebe a entrada do jantar que por sinal estava divina, mesmo não sendo chegado em fígado de pato. Em seguida passa outra comissária oferecendo a bebida. Na seqüência é servido o prato principal, a sobremesa, ai se ainda tiver espaço a seleção de queijos e depois ainda passam oferecendo frutas frescas..

Chefe de Cabine passando oferecendo Frutas a bordo da Singapore Airlines

Depois de tudo isso, se quiser ainda pode pedir um café ou chá.

Mau curtindo oo Jantar servido a bordo do vôo da Singapore Airlines

Bem a esta hora depois de toda esta comilança, foi só montar a cama  colocar um filme e cair no sono feito um anjo.

Donuts com chocolate quente a bordo da Singapore Airlines

Depois de dormir por várias horas, acordei sentindo um pouco de sede e um pouco de fome, então eu pedi um chocolate quente e um Donut. O Mau pegou as panquecas com frutas silvestres, mascarpone e mapple Syrup que estava muito melhor que os meus donuts.

Panquecas com mascarpone e frutas silvestres Singapore Airlines

Caso você queira ainda pode se servir a vontade durante o vôo no snack bar localizado numa das galleys do avião.

Snack Bar do vôo SQ 21 da Singapore Airlines

Depois do lanchinho, aproveitei para assistir 2 filmes, o Brave da Disney e um filme alemão e voltei a dormir acordando novamente quando já chegávamos à Tailândia.. 2,5 horas antes do pouso o que seria mais ou menos a hora de almoço nos EUA. Quando os comissários de bordo começaram a servir o café da manha.

O menu do café da manhã era o seguinte:

Prelude

 A Choice of apple, tomato or freshly squeezed Orange juice

Sliced fresh fruit

Prelude do café da manhã a bordo da Singapore Airlines

Starter

            Choice of Cereal or Youghurt

Main

            Smoked salmon quiche with leeks and fine mesclun salad

            Braised ee-fu noodle with pork, picled vegetable and black mushrooms

            Wok fried chicken in sesame oil and ginger, braised beancurd with vegetables and chicken rice

            Poached eggs with hollandaise sauce, veal sausage, mushrooms, tomato and parsley potatos

Poached Eggs no Café da manhã Singapore Airlines

Breads

            Freshly baked breads served with butter and preserves

Beverages

            Gourmet coffees & Selection of fine teas

No café da manhã acabamos indo com a opção do poached eggs e estava muito bom. Os Croissants e os pãenzinhos estavam quentinhos e saborosos. Como não tomo café acabei pedindo outro chocolate quente :D

 

Bebidas

No menu do vôo também consta a carta de vinhos e as outras opções de bebidas. Eis aqui a lista: Acho um barato a Singapore Airlines fornecer um menu (inclusive na classe econômica) mostrando as opções disponíveis de comes e bebes J

Vinhos e Champagne

Champagne Henriot Brut Souverain

2009 Clos du Val Chardonnay, Carneros, California USA

2010 Weinhaus Ress Rheingau Riesling, Germany

2008 Château La Garde, Pessac-Leognan, Bordeaux, France

2009 Marchesi de Frescobaldi Tenuta di Castiglioni, Toscana IGT, Tuscany, Italy

2007 Bodegas Roda Rioja reserva, Haro, Spain

2005 Fonseca unfiltered Late Bottled Vintage, Portugal

2006 Dow’s Late Bottled Vintage Port, Douro, Portugal

 

Cervejas

Seleção internacional variada

Cocktails

Golden Spice

Singapore Sling

Silver Kris Sling

Kris Sling servido antes da decolagem

Daiquiri

Sunrise Breezer

Skyhigh

Solitaire Dreams

Sweetness in Darkness

Vodka Flush

 

Destilados

Campari

Dry Vermouth

Courvoisier XO Fine Champagne

Absolut Vodka

Chivas Regal Scotch Whisky

Bacardi Superior

Johnie Walker Black Label

Bombay Sapphire Gin

Jack Daniel’s Tennessee Whiskeywoosh

Highland Park 12-years old Single Malt Whisky

Premium Ginjo Sake Tamanohikari

Cointreau

Bailey’s Original Iriss Cream

Desembarque

Depois de devidamente alimentados, a tripulação passou recolhendo os jornais, revistas e começou a preparar a cabine para o desembarque.  Mesmo depois de quase 17 horas de viagem os banheiros continuavam impecáveis. Apesar das amenities “tabajaras”. Uma das coisas legais de viajar com a Singapore Airlines são os detalhes.. Por exemplo todos os banheiros da aeronave tinham uma orquídea natural de enfeite.

Infelizmente ainda era de madrugada quando nos aproximávamos de Cingapura, mas já quase na aproximação final quase na cabeceira da pista do Changi Airport ao espiar pela janela do vizinho pude enxergar a infinidade de navios atracados ou passando pelo estreito de Cingapura..  Finalmente estávamos chegando… (As janelas do vôo são todas fechadas logo após a decolagem e só são abertas na hora da aterrisagem).

Desembarcamos no terminal 2, que não é tão suntuoso como o terminal 3 mas deixa qualquer aeroporto americano e brasileiro no chinelo. Juntamente com nosso vôo, acabara de chegar vôos de outras localidades e como nem todos os guichês da imigração estavam abertos as 05:40 da manhã, uma fila se formou rapidamente. No passado podíamos driblar essa fila entrando na fila dos residentes.. Mas desta vez a história era diferente.

Fila da Imigração em Cingapura

Apesar da fila em pouco mais de 10 minutos, outros oficiais de imigração começaram a trabalhar e em pouco tempo já nos encaminhávamos em direção as esteiras de bagagem e tão logo chegamos lá, nossas malas logo apareceram.

Esteiras de Bagagem do terminal 2 em Cingapura

Nes sequer passamos pelo duty free e passamos sem problema algum pela alfândega e no portão de desembarque logo encontramos um ATM do HSBC (Novidade há 3 anos atrás não existia no aeroporto) e pudemos sacar dólares de Cingapura sem ter que pagar taxa de conversão na casa de câmbio.

Duty Free no aeroporto de Cingapura

Como estávamos com 4 malas mais as bagagens de mão acabamos pegando uma Van para nos levar para a casa de nossa  querida anfitriã que nos esperava com pão de queijo para outri café da manhã. A Van tem uma flat rate (custo fixo) independente de onde você vá. O preço atualmente está em 60 SGD.

Terminal 2 Aeroporto de Singapura

Como ainda não havia amanhecido acabamos optando pegar o caminho mais rápido até a casa de nossa amiga e não pela belíssima ECP que conecta o Aeroporto ao distrito financeiro da cidade. Ou seja pelo caminho não podemos nos dar muito conta de todas as transformações ocorridas no país nestes 3 anos..

Tripulação Singapore Airlines após 18:40 minutos de trabalho no fim do vôo já em Cingapura

Mas uma coisa que logo percebemos ao sair do aeroporto foi o calor que faz naquela cidade.. Acho que já estava me esquecendo deste detalhe. Faziam 35 meses 3 semanas e alguns dias desde que havíamos deixado Cingapura para trás pela última vez e estar de volta para rever as novidades e reencontrar os querido amigos foi algo fantástico apesar do pouco tempo que passou num estalar de dedos.

Conclusão

Por incrível que pareça o vôo mais longo que já fizemos na vida, foi sem dúvida o melhor de todos que já fizemos. O segundo trecho de nossa viagem de mudança entre Cingapura e Aukland também foi excelente e em classe executiva. Mas como não era um vôo tão longo assim, não consegui relaxar tanto e dormir tão bem como no vôo mais longo entre NY e Cingapura.. Acordava quase de hora em hora pensando que já estávamos chegando.

O serviço a bordo como mencionado algumas vezes ao longo do texto foi simplesmente impecável. Numa das idas ao banheiro tive a chance de conversar por alguns minutos com uma das 3 chefes de cabine (sarong vermelho) e contei que tinha um blog de viagem que sempre tive excelentes experiências voando com eles e estava muito feliz em poder voltar à Cingapura depois de quase 3 anos morando nos EUA. Ela fez questão de perguntar o que na minha opinião poderia ser melhorado, pois como este ano eles ficaram em 3 lugar no Skytrax, aparentemente eles não estão muito satisfeitos.

Sinceramente não vejo muito o que poderia ser melhorado..Ainda não tive a chance de voar com a Quatar Airways nem a Asiana. Mas no caso deste vôo, minha sugestão para ela foi que a internet deveria ser gratuita pelo menos uns 50 Mb por passageiro e que eles dessem um kit de amenities digamos um pouco mais “fancy”.

E disse que o vôo ficaria ainda mais confortável se conseguisse me esticar completamente na cama/poltrona.. Mas para quem viaja de econômica e na classe executiva das cias americanas a poltrona atual parece uma suíte presidencial.

E o temido Jet Lag?! Se dizer que não senti cansaço estaria mentindo, mas dormi tão bem neste vôo e estava tão feliz de estar de volta em Cingapura que nem chegou a atrapalhar.. Também a primeira coisa que fizemos em Cingapura foi curar o Jet Lag na Universal Studios indo de cara nas montanhas russas logo no primeiro assento :D Enfim foram 5 dias de programação super intensa que serviu para matar um pouco das saudades, conhecer um novo amigo que mudou para Cingapura e usou várias dicas do Blog.  Mas esta viagem também deixou um gostinho de quero mais :D

As fotos que ilustram este post foram todas tiradas com o iPhone, logo a qualidade das imagens não está aquela maravilha.. Mas espero que sirvam para vocês terem uma idéia de como foi a experiência de voar no vôo mais longo do mundo.

Update:

Coincidentemente poucos dias após a publicação deste Post a mídia especializada relata os vôo sem escalas entre os EUA até Cingapura deverão ser descontinuados com a saída dos A340-500 da Singapore Airlines esperada para acontecer na segunda metade de 2013. Uma pena… Com isso a partir de 2013 o vôo comercial mais longo do mundo deverá ser operado pela Qantas entre Sydney e Dallas

Reportagem em inglês

Posts Relacionados:

 Adeus New York – Um passeio por 50 fotos postadas no Instagram

 Voando Singapore Airlines Frankfurt – New York

 Boeing: Visitando a maior fábrica de aviões do mundo

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

  

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias América do Norte, Asia, Auckland, Cingapura, Estados Unidos, Newark, North Island, Nova Jersey, Nova Zelandia, Oceania, Variedades

Author:MauOscar BlogdeViagens

Blog de Viagens de dois expatriados brasileiros que adoram viajar, fotografar e compartilhar experiências pelo mundo Já moramos no Brasil, Alemanha, Cingapura, Estados Unidos e agora estamos morando em Auckland na Nova Zelândia

63 Comentários em “A bordo do vôo comercial non stop mais longo do mundo”

  1. Mariana Klein
    04/10/2012 at 07:15 #

    Acompanhei a viagem de vocês pelo Instagram, e adorei ler o relato da viagem!
    Que coisa fantástica o sistema de entretenimento on board, imagino que o tempo passe rápido, ou não? :)

    • MauOscar
      04/10/2012 at 07:18 #

      Mariana

      Passou que foi uma beleza.. Como comento no final do texto.. Apesar de ter sido o vôo mais longo que já fizemos até hoje, este foi disparadamente o melhor!!
      Eu acabei dormindo tanto que só consegui assistir 2 filmes inteiros :P

  2. Maria Aparecida Nascimento
    04/10/2012 at 08:10 #

    Fantástico, Oscar ainda viajarei com a Air Singapore.

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:03 #

      Tia Cida

      Na minha opinião a melhor cia. aérea do mundo.. pelo menos de todas que já voei na vida :D

  3. lucianamisura
    04/10/2012 at 09:14 #

    Muito bom esse post Oscar, e a Singapore Airlines arrasa mesmo…eu ainda tenho que escrever sobre o nosso voo com a AA de Toquio pra Dallas na primeira classe, mas ja vi que o seu voo na executiva da Singapore tem coisas ate melhores! As cias americanas realmente sao as piores…

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:05 #

      Luciana

      As Cias aéreas americanas deveriam aprender com suas contrapartes asiáticas como tratar bem seu cliente… Eu só imagino como deve ser voar com a Singapore na primeira classe…

  4. Gui
    04/10/2012 at 09:22 #

    Adorei o post Oscar. E eu to tao importante. Fui ate citado!!!! Rss
    Adorei conhece-los finalmente pessoalmente :-)

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:06 #

      Gui

      Foi muito legal ter encontrado com você.. Uma pena que foi tão rápido e só conseguimos nos encontrar 1 vez
      Mas outras oportunidades certamente irão surgir :D

      Abração

  5. 04/10/2012 at 09:28 #

    Muito bom! Deu até vontade de fazer esse vôo! =)

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:07 #

      Laura

      Super recomendo!!!

  6. 04/10/2012 at 09:32 #

    Nossa, muito legal. Quando vi o título achei que serei um perrengue, mas a classe business para todos salvou, né?! Abraçõs, Rafael

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:08 #

      Rafael

      Justamente o fato de ser um vôo sem diferença de classes que fez a experiência ser tão peculiar

      Abraço

  7. 04/10/2012 at 09:46 #

    Fantástico, meninos! Se só a viagem já rendeu uma bela história, imagine o que vocês vão experimentar em Cingapura….

    Boa viagem!

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:09 #

      Reginaldo

      Passamos 5 dias fantásticos em Cingapura.. Fizemos muitas coisas que nos 18 meses que moramos lá não tínhamos conseguido fazer. Visitamos muitas coisas novas e visitamos atrações antigas

      Abraço

  8. 04/10/2012 at 10:21 #

    Fantástico! Ah! eu simplesmente amo a classe executiva e super concordo com você que a gente chega ao destino “linda e loura”, sem estar destruído! Seu post, praticamente uma cobertura jornalística, me deu uma baita vontade de “experimentar” essas 19 horas, 8 a mais do que normalmente faço para Londres, nem sempre de executiva :) Minha experiência com a executiva da Tam :http://www.maladerodinhaenecessaire.com/category/classe-executiva/
    abços e adorei !

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:11 #

      Celina

      Eu acho que vôos com mais de 8 horas deveriam ser todos assim você não concorda?! Adoro viajar na executiva.. Mas quando é com a Singapore Airlines a experiência foi/é formidável

  9. helcio
    04/10/2012 at 15:55 #

    Já viajei de Quantas há alguns anos, mas nem de longe chega perto do teu relato da Singapore… fiquei na vontade.

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:11 #

      Helcio

      Nunca viajei de Qantas, mas creio que ela seja muito melhor que as Cias Americanas

      Abraço

  10. Marli Silva Coelho
    04/10/2012 at 16:40 #

    Adorei a viagem.Já estava com saudade de teus relatos e fotos.Espero que sejam tão felizes na Nova Zelandia como foram nos Estados Unidos, e que viajem tanto quanto lá para que possamos continuar a ver tuas fotos maravilhosas.Beijos.

    • MauOscar
      05/10/2012 at 05:13 #

      Marli

      Obrigado.. Se Deus quiser vou explorar bastante este país e um pouco da região e compartilhar por aqui

      Bjs

  11. Luiz Carlos Tozzo
    05/10/2012 at 06:47 #

    O Carlos gostou muito de ler sobre a viagem e também sobre a vista a fabrica da Boeing, acrescente ele nos eu BLOG.Beijos.

    • MauOscar
      05/10/2012 at 10:46 #

      Ok.. Vou mandar um convite para receber as atualizações por email.. Mas é necessário confirmar a subscription (assinatura) para receber as atualizações

      Bjs

  12. 05/10/2012 at 07:38 #

    Fiquei com um frio na barriga! rs! O texto de vocês é sempre emocionante e sincero. Adoro! Boa sorte nessa nova aventura, que certamente será um sucesso como as outras! Beijos

    • MauOscar
      05/10/2012 at 10:46 #

      Rhaniele

      Muito obrigado :D

  13. fernanda
    05/10/2012 at 10:13 #

    Nossa que riqueza de detalhes! Viajei com a descriçao de vocês! Muito bom!!! Bjos.

    • MauOscar
      05/10/2012 at 10:52 #

      Fernanda

      Legal saber que você pode viajar com a gente pelo post… Ficou digamos um pouco comprido como foi o vôo, mas espero que o meu serviço tenha se inspirado um pouco na Singapore Airlines :D

      Bom final de semana

      • fernanda pacheco
        07/10/2012 at 08:35 #

        Ficou ótimo sim! Adorei! ;)

        • MauOscar
          09/10/2012 at 05:11 #

          Fernanda

          Legal :D

  14. jenny
    05/10/2012 at 13:58 #

    Que voo bacana e quanto recurso disponível na aeronave mas o que gostei e gostei mesmo é da comidinha servida e em especial os crepes com frutas silvestres, isso deve ser muiiiiiiiiiiiiiiiito bom! Bjos

    • MauOscar
      06/10/2012 at 07:18 #

      Estava tudo uma delícia!! :D

  15. 08/10/2012 at 17:56 #

    Legal demais, o voo parece fantástico com todo esse serviço.

    E quanta comida boa!

    Parabéns pelo post.

    • MauOscar
      09/10/2012 at 05:15 #

      Helder

      Se viajar de avião fosse sempre assim…. A verdade que Cias como a Singapore são raras nos dias de hoje.. Mas por elas vale o “sacrifício” de aumentar a viagem em quase 9 horas pelo menos 1 vez na vida :D

      Abraço

  16. 08/10/2012 at 23:13 #

    Adorei seu post, incrivel. Já viajei na Singapore Airlines entre São Paulo e Barcelona na classe executiva 3 x e foi exatamente como você descreveu! Não usarei nenhuma palavra diferente. Concordo também sobre o Kit de amenidades que é bem “micho” perto do serviço que ela oferece. Já o tamanho do acento estava bom para mim que tenho somente 1.62. Você transmite uma energia fantástica. :)

    • MauOscar
      09/10/2012 at 05:17 #

      Maria

      Já voei com a Singapore algumas vezes tanto na econômica como na Business.. Se dependesse da minha vontade só voaria com eles.. As vezes a diferença de preço acaba melando os planos.. Mas quando ela ainda é aceitável não penso 2 x

      Obrigado pela visita e pelo comentário

      Bjs

      • fastpassviagens
        09/10/2012 at 09:36 #

        Imagina, adorei sua reportagem. parabéns. Bjs

        • MauOscar
          09/10/2012 at 23:12 #

          :D

          • fastpassviagens
            10/10/2012 at 13:26 #

            tks Bjs

  17. 09/10/2012 at 11:06 #

    CARA! Já te disse que eu amo esse blog? Fazia tempo que não deixava um comment. Mas tive que parar para escrever aqui e te parabenizar por esse post! Foi uma reportagem completa, me senti lá dentro do voo com vocês. E como bom mineiro que sou, adorei a parte dos pães de queijo aí em Singapura, hein??? Abraços, guris!

    • MauOscar
      09/10/2012 at 23:24 #

      Gleiber

      Obrigado e fico extremamente lisonjeado pelos parabens :D Ultimamente tenho comentado pouco nos blogs também.. o tempo anda curto para fazer isso e 95% das vezes leio os posts do cel e comentar por lá geralmente é uma droga.. Mas sempre estou acompanhando o blog de vcs e queria te parabenizar também pela coletânea mensal dos posts da blogosfera.. Eu imagino o trabalho que levantar e colocar todos aqueles posts juntos não deve dar..
      Chegar em Cingapura e ser recepcionado com pão de queijo foi mesmo tudjbom :D

      Abraço

  18. 09/10/2012 at 20:21 #

    Incrível a quantidade de detalhes aeronáuticos! Aprendi um monte de coisa com o seu post e estou morrendo de vontade de tomar esse voo. haha Acompanhei os tweets e fotos da viagem de vocês, com um babador é claro! Beijos e muito sucesso e felicidade na nova base de vocês!

    • MauOscar
      09/10/2012 at 23:28 #

      Vânia

      Legal receber esse feedback :D Como já comentei esses dias.. Apesar de ter sido o vôo non stop mais longo de nossas vidas ele foi de longe o melhor que já fizemos até hoje.. No tempo que morávamos em Cingapura a Singapore ainda não operava vôos para o Brasil.. Apesar de não ser um vôo direto (via Barcelona) voar com a Singapore certamente é uma experiência fantástica.. E se um dia puder emendar uma esticada a Cingapura a partir dos EUA esse vôo é simplesmente fantástico :D

  19. 29/10/2012 at 07:52 #

    Oi Oscar e Mauríco,

    Que show este voo, também sou vidrado em aeronaves e companhias aéreas, este voo da Singapore, que infelizmente vai terminar, deve ser um Ixpetáculo oh (com sotaque mané).
    Fiz um dos maiores voos internos na minha vaigem de volta da Transiberiana, um voo de 9 horas, voltando 7 fusos horários de Vladvostok até Moscou, o que impressiona o voo todo dentro da Rússia, vou relatar brevemente tb.
    um abraço.

    @GusBelli

    • MauOscar
      31/10/2012 at 14:54 #

      Gustavo
      É realmente é uma pena que a Singapore optou por terminar este vôo.. Eu não entendi bem porque tendo em vista que ele vai sempre quase lotado.. Mas eles dever ter lá suas razões.. Neste vôo atravessamos 12 fusos e passamos inclusive sobre a Rússia.. Mas imaginar que você cruzou 8 fusos dentro de um mesmo país é algo impressionante mesmo.. Vou aguardar seu post para saber como é voar na Rússia..

      Abraço

      • 31/10/2012 at 15:17 #

        O A340 é uma avião de manutenção cara e com um consumo de combustível alto por KM, devido a presença de 4 turbinas. Por isso a maioria das companhias aereas estão abandonando sua utilização.
        Voar no A340 é um grande prazer aos passageiros, umados mais confortáveis voos que pode ser realizado, um avião muito estável pelas 4 turbinas e veloz. Uma pena, mais os custos das operações são importantes para as companhias. E os da Singapora estão ficando idosos e não existem outros para substituí-los.
        Os novos Boings 787 e 777 estão com adaptações sendo desenvolvidas para realizarem voos non-stop longos, principalmente por incentivo da Emirates para seus voos deste Dubai. O sonho de consumo da Emirates é o Non-stop L.A. – Dubai.

        Abraço
        @GusBelli

        • MauOscar
          31/10/2012 at 15:29 #

          Gustavo

          Pois é, estava lendo as reportagens falando sobre o fim destes vôos e estes pontos que você levantou foram justamente os fatores que fizeram eles desistirem destas rotas diretas.
          Além disso com a maior oferta de assentos proporcionada pela troca das aeronaves nas rotas JFK-FRA-SIN e LAX-NRT-SIN pelos A380 aliada à queda na demanda, acabou fazendo o custo destes vôos non stop ficarem impraticáveis (do ponto de vista dos acionistas é claro). E como os tickets destes dois vôos já não eram/são os mais baratos o jeito foi colocar estes aviões no deal de renovação da frota..
          De toda forma fizemos parte da história e tenho que dizer esse vôo vai deixar saudade :D

          Abração

  20. leonardo
    09/11/2012 at 13:09 #

    very very very nice :-)

    • MauOscar
      09/11/2012 at 13:56 #

      Thx dude

  21. 19/11/2012 at 15:46 #

    19hs!!! O máximo que já fiz foram 16 e quase morri.
    Coragem!

    • MauOscar
      19/11/2012 at 17:46 #

      Diogo

      Chega a ser um paradoxo.. Apesar de ter sido o vôo mais longo que já fiz na vida, esse foi sem dúvida o melhor de todos.. Uma pena que a partir do ano que vem a Singapore Airlines vai aposentar seus A340-500 e assim os vôos non stop entre os EUA e Cingapura deixarão de existir..

  22. 27/02/2013 at 19:24 #

    Nossa, deve ter sido sensacional! Pensar em 19h de voo assusta, mas com toda esse estrutura vale a pena! Se eu tivesse a oportunidade, testaria o voo sem dúvida!!

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      28/02/2013 at 01:46 #

      Paula

      Olha, esse foi o vôo mais longo mas ao mesmo tempo o mais gostoso que já fiz na vida… Uma pena que em breve a Singapore Airlines vai terminar com essa rota…

  23. leandros
    23/06/2013 at 23:16 #

    Achei o máximo esse seu vôo. Show.

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      24/06/2013 at 15:44 #

      Leandro

      Valeu!!! O Vôo foi o máximo mesmo, uma pena que esse ano ele deixa de operar

  24. Rodrigo
    01/07/2013 at 20:18 #

    So corrigindo… a cia australiana se chama QANTAS e não “QUANTAS” ja viajei nela a bordo do 747 de sydney pra Johanerburg… viagem perfeita de 14 h. Ela é considerada a melhor pelo simples fato de ser a unica cia aerea do mundo a nunca ter acidentes com aviao… um verdadeiro orgulho pra eles!!!

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      01/07/2013 at 20:34 #

      Rodrigo

      Obrigado pelo aviso.. Provavelmente o corretor ortográfico do Mac alterou sem eu perceber.. Já corrigi
      A Quantas pode não ter tido até hoje nenhum incidente fatal desde que eles começaram a voar com aviões com turbina.. Porém lembro de pelo menos dois incidentes com pousos forçados com problemas nas turbinas, inclusive com um A 380 em Cingapura, felizmente conseguiram pousar sem fatalidades

  25. Garcia
    23/07/2013 at 02:29 #

    O coment. acima está equivocado: a empresa que nunca sofreu acidente é a EMIRATES e não a QANTAS.

    Outra coisa: se o vôo é lucrativo (no texto vc diz que a empresa faz 2 vôos para esse destino), pq vão acabar com a linha só por causa da saída dos A340?

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      30/07/2013 at 17:26 #

      Garcia

      A Qantas, desde que passou a voar aviões com turbina também nunca sofreu nenhum acidente fatal, segundo essa lista aqui o último acidente fatal da empresa aconteceu em 1951.
      Quanto a Singapore Airlines tirar esse vôo direto para Cingapura a partir de Los Angeles e Nova York, se deu não apenas de a margem de lucro ser reduzida comparada aos vôos com escala, mas também pelo fato de as aeronaves A340 estarem “velhas” para o padrão da frota da empresa.. Uma pena!!!

  26. 29/12/2013 at 21:58 #

    Camarada simplesmente linda essa viagem, um dia quero pode faze-la , pra é apaixonado pela aviação não tem nada melhor que fazer um voo desses. Show de bola parabéns

  27. Adriana Monte
    27/02/2014 at 22:04 #

    Amei seu relato , obrigada por dividir essas maravilhosas experiências !!!

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      07/04/2014 at 00:45 #

      Uma pena que este vôo maravilhoso não existe mais..
      Obrigado pela visita

  28. 24/07/2014 at 13:14 #

    Oscar, sensacional o voo, pena que não exista mais, enfim.. você foi um cara de sorte por ter tido essa experiência ímpar dentro de uma aeronave com serviços de primeira linha por quase 20 hrs voando. Dá até um pouco de medo mas deve ser fantástico.

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      16/08/2014 at 01:46 #

      Foi realmente inesquecível.. Feliz de ter tido esta oportunidade

      Valeu pela visita

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pequenas anotações de viagens virtuais 66: viajando - Uma Malla Pelo Mundo - 12/10/2012

    [...] melhor de tudo, business padrão Singapore, né… E melhor melhor melhor ainda: contaram num post detalhadíssimo todos os highlights do vôo. [...]

De vida a este blog, deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.600 outros seguidores