Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Georgia Aquarium: Um tour pelos bastidores do maior aquário do mundo

32

Em nossa viagem a Atlanta no estado americano da Georgia, visitamos os bastidores do maior aquário do mundo, o fantástico Georgia Aquarium. Este gigantesco aquário de quase 40 milhões de litros de água é a casa de mais de 100.000 animais de mais 500 diferentes espécies oriundas dos quatro cantos do planeta.

Georgia Aquarium em Atlanta

Construído a um custo total estimado em mais de 300 milhões de dólares americanos, o Georgia Aquarium se tornou realidade graças a visão e “generosidade” de Bernard Marcus (um dos fundadores do Home Depot, uma das maiores lojas de material de construção dos EUA) e sua esposa. Além de idealizar o projeto, o casal ainda disponibilizou uma generosa contribuição de mais de 250 milhões de dólares, o que fez o projeto literalmente sair do papel.

Ocean Voyager a principal atração do Georgia Aquarium em Atlanta

A idéia de construir o Georgia Aquarium em Atlanta, surgiu depois que Bernie, como Bernard é carinhosamente conhecido na cidade, comemorou seu 60o aniversário num jantar dentro das dependências do aquário de Monterey na Califórnia. Decidido a construir um aquário de categoria internacional em sua cidade, investiu pesado e fez seu sonho acontecer.

Tunel no Ocean Voyager no Georgia Aquarium em Atlanta

Para a concepção do projeto, o casal viajou acompanhado por especialistas para 13 países e visitou nada mais nada menos que 56 aquários pelo mundo para pesquisar e se inspirar  no conceito da construção do aquário de Atlanta.

Final de semana lotado (feriado de 4 de Julho) no Georgia Aquarium em Atlanta

Inspirado no formato de uma palma de uma mão, o aquário de Atlanta possui um átrio central e dali partem as 5 alas com suas respectivas galerias, cada qual focada num diferente tipo de ecossistema aquático.

Tanque para tocar nos animais no Georgia Aquarium em Atlanta

Quando apresentado, o projeto logo ganhou apoio de outros patrocinadores, entre eles a Coca-Cola que doou o terreno na Pemberton Place, local onde o aquário esta localizado. Depois de 27 meses de construção,o Georgia Aquarium finalmente abriu as portas ao público em 23 de Novembro de 2005.

Bernard Marcus e Esposa idealizadores do Georgia Aquarium em Atlanta

Superlativo em todos os sentidos, desde 2006,  é reconhecido pelo Guinness Book como o maior aquário do mundo tanto pelo volume de água que armazena e área construída (+56.000 m2) quanto pelo número e diversidade de animais que exibe.  Com isso, não se tornou apenas uma das atrações turísticas mais visitadas de Atlanta, mas também num dos aquários mais visitados do mundo. O Georgia Aquarium recebe anualmente uma média de mais de 2.5 milhões de visitantes. A título de comparação, isso é praticamente metade do número de turistas estrangeiros que desembarcam no Brasil todos os anos.

Visitantes apreciando a beleza do oceanário do Georgia Aquarium em Atlanta

Iniciamos nossa visita aos bastidores do maior aquário do mundo, visitando a parte de cima do tanque das baleias belugas. Nesta parte do aqúario, encontram-se animais das águas geladas das regiões polares, assim como dos mares temperados da Califórnia, África do Sul e sul da Austrália.

Belugas no Georgia Aquarium em Atlanta

No tanque principal, podemos observar, sob um ângulo diferente daquele que todo mundo que visita o aquário, as quatro baleias beluga do Georgia Aquarium. Beethoven, Maris, Qinu e Grayson são os nomes das 4 simpáticas belugas (baleias brancas),  que vivem no aquário. Engraçado observar que Qinu e Garyson tem apenas 2-3 anos de idade e não são tão brancos como Beethoven e Maris.

Baleias Belugas no Georgia Aquarium em Atlanta

Chegamos a pensar que pudessem ser filhotes do casal, mas como explicou nossa cicerone, como eles fazem parte da associação mundial dos aquários, quando nascem filhotes é bastante comum a troca /permuta de indivíduos entre os aquários associados, coibindo assim a consaguineidade e evitando a erosão genética e desta forma preservando a espécie.

Belugas no Georgia Aquarium em Atlanta

No mesmo tanque em que vivem as belugas no Georgia Aquarium, também vivem quatro focas super brincalhonas. No Georgia Pacific Cold Water Quest, como é chamada esta ala (dedo) do aquário ainda podemos conferir cinco lontras marinhas da mesma espécie que havíamos visto algumas semanas antes no Aquário de Seattle.

Belugas e Focas no Georgia Aquarium em Atlanta

Duas destas lontras (Sea Otters) Oz e Gracie foram recentemente resgatadas depois de um derramamento de óleo que quase as matou e desde o final de 2010, já recuperadas, fazem companhia para Brighton, Cruz e Bixby, as 3 lontras que vivem a mais tempo no aquário.

1 das 4 Lontras Marinhas no Georgia Aquarium em Atlanta

Outra atração do Georgia Pacific Cold Water Quest é o recém-reformado habitat dos pingüins. E agora está equipado com um sistema de iluminação que reproduz o ciclo natural da luz do nascer ao por do sol, e ainda reproduz as fases da lua seguindo as suas variações naturais ao longo das estações. Com isso, eles estão procurando obter mais êxito na reprodução destas aves em cativeiro.

Pinguim no Georgia Aquarium em Atlanta

Ainda na parte dos bastidores desta parte do aquário, encontramos uma grande sala de aula utilizada pelos diversos programas de educação ambiental do aquário. Por alí existem alguns aquários educativos com estrelas marinhas, anêmonas, ouriços e vários outros animais utilizados com fins educacionais. Segundo nossa guia, o aquário recebe desde crianças da pré escola até alunos de universidades.

Um dos vários aquarios utilizados para educação ambiental nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Desta parte do aquário seguimos por alguns corredores repletos de fotografias em direção ao topo do Ocean Voyager, a grande atração do Georgia Aquarium. Uma coisa que chamou atenção pelo caminho foram algumas paredes decoradas com peixes em alto relevo e confeccionados em tamanho real. Foi aí que nossa cicerone comentou que eles, na verdade, fazem parte do programa de educação ambiental voltado para deficientes visuais.

Peixes em alto relevo para educação ambiental no Georgia Aquarium em Atlanta

Depois de alguns metros chegávamos ao topo do maior aquário de água salgada do mundo. Olhando de cima, o aquário parece uma gigantesca piscina que segundo a pessoa que nos acompanhava é do tamanho de um campo de futebol americano. Para todos os efeitos fazendo as conversões de pés para metros, o tanque mede aproximadamente 87 metros de comprimento, por 39 metros de largura e pouco mais de 9 metros de profundidade, o equivalente ao volume de aproximadamente 100 milhões de latinhas de refrigerante.

Bastidores do Ocean Voyager no Georgia Aquarium em Atlanta

Dentro do Ocean Voyager existem 53 espécies de peixes ósseos e cartilaginosos. Dentre eles, o que certamente mais chama a atenção são os gigantescos tubarões baleias. Considerados os maiores peixes do mundo, eles literalmente roubam a cena. Ao todo, o Georgia Aquarium possui 4 tubarões baleias, duas fêmeas e dois machos e foram trazidos de avião pela UPS diretamente de Taiwan. A propósito, o Georgia Aquarium é o único aquário fora da Ásia a ter estes animais em cativeiro.

Tubarão Baleia nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Impossível não notar também as enormes arraias mantas que parecem planar naquele azul profundo. Do alto do aqúario não é tão fácil de enxergá-las e nem temos a noção exata de seu tamanho mas quando vemos elas pela gigantesca janela de acrílico é que temos a idéia de seu tamanho. Simplesmente fantástico.

Manta Ray e Tubarão Baleia vistos do alto no Georgia Aquarium em Atlanta

O Ocean Voyager apresenta animais do Atlantico, Pacífico e Oceano índico. Alí dentro convivem “pacificamente” 6 espécies de tubarões e várias espécies de peixes. Para manter a harmonia e evitar a predação entre eles, os animais são super bem alimentados e são raros os casos de um animal comer o outro.

Whale Shark no Georgia Aquarium em Atlanta

Falando em alimentação uma das mais curiosas é justamente a do tubarão baleia. Apesar de ser o maior peixe do mundo, ter nome de tubarão, o animal tem um esôfago do tamanho de uma moeda de 1 Real, desta forma sua dieta cosiste basicamente em Krill, Planctons e outros pequenos organismos.

Tubarão Baleia a menos de 1,5 m no Georgia Aquarium em Atlanta

Para alimentar o tubarão baleia, existe toda uma técnica logística desenvolvida que utiliza botes e cordas em que os tratadores dão a comida literalmente na boca dos animais com o auxílio de varas com um baldinho na ponta. No caso do tubarão baleia, eles recebem comida 2x ao dia.

Bote e Cordas utilizados para alimentação dos peixes nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Outra coisa que chama atenção nos bastidores do Ocean Voyager é o teto que pode ser parcialmente aberto, permitindo a entrada de luz natural.  Ao olhar para cima avistamos uma série de camisetas penduradas. Ai nossa host comentou, que na verdade são camisetas de voluntários com x horas de trabalho e que ao se aposentar penduram suas chuteiras, quero dizer a camiseta.

Camiseta de voluntário aposentado no Georgia Aquarium em Atlanta

Saindo da ala do Ocean Voyager, seguimos em direção ao Tropical Diver, pelo caminho passamos por um dos salões de festas que você pode alugar para fazer festas temáticas. No momento que passamos por alí, estavam terminando de montar a decoração de uma festa infantil de sereias. Pelo visto, o espaço reservado para festas no aquário deve ter sido uma exigência do fundador. 😛

Bastidores do Tropical Diver no Georgia Aquarium em Atlanta

Logo que entramos na área onde encontra-se o Tropical Diver, podemos observar parte gigantesco sistema de filtragem e climatização do aquário.. Mas isso não era nem a metade do que ainda iriamos visitar no subsolo do aquário.

Parte do sistema de filtragem e climatização do Tropical Diver nos Bastidores do Georgia Aquarium

O aquário principal do Tropical Diver é digamos minúsculo se comparado com o Ocean Voyager.  Com aproximadamente “apenas”  620 mil litros, o tropical diver é o maior aquário de peixes tropicais com corais dos EUA.

Tropical Diver no Georgia Aquarium em Atlanta

Exibindo centenas, talvez milhares de peixinhos coloridos oriundos principalmente das águas quentes do pacífico e oceano índico, este é o local que você certamente irá vizualizar os peixes mais bonitos de toda a visita. Ao todo são mais de 90 diferentes espécies de peixes e outros animais que vivem num ambiente que reproduz de forma fidedigna a vida num recife de coral.

Bastidores do Tropical Diver no Georgia Aquarium em Atlanta

Falando em recife de corais, o mecanismo que reproduz a movimentação e arrebentação das ondas é fantástico. A cada 2 minutos despeja aproximadamente 25.000 litros de água filtrada criando as “ondas” tão necessárias para o desenvolvimento dos organismos que vivem nestas condições na natureza.

Mecanismo que recria as ondas do tropical diver do Georgia Aquarium em Atlanta

Alí como na área dos pinguins a luz é meticulosamente controlada e graças a este sistema que reproduz até mesmo as fases da lua, eles tem conseguindo multiplicar com bastante êxito algumas espécies de corais ameaçados em seus ambientes naturais. Cerca de 50% das paredes deste aquário são “revestidas” por corais vivos e em aproximadamente 5-10 anos esse percentual deverá chegar muito perto aos 100%.

Bastidores do Tropical Diver no Georgia Aquarium em Atlanta

Falando em reprodução de corais, o Georgia Aquarium tem um programa de pesquisa muito forte nesta área e uma das coisas que eles constataram é que se eles amarrarem o coral, numa corda, deixando ele meio que a deriva no tanque ele cresce mais rápido do que se estiver crescendo sobre alguma coisa, ou superfície.

Reprodução de Corais no Georgia Aquarium em Atlanta

Ainda no alto deste aquário, onde os visitantes normalmente já não conseguem enxergar, existe uma espécie de berçário para algumas espécies de peixes, especialmente para tubarões recém nascidos. Durante nossa visita podemos observar um tubarão tigre e um tubarão zebra recém nascidos super novinhos. A querida Lúcia Malla ia querer levar para casa 😛

Filhote de tubarão no Georgia Aquarium em Atlanta

Terminada esta parte da visita guiada em que víamos os animais e os tanques onde eles vivem de cima, descemos até o piso principal para conhecer a alma do aquário. Lá adentramos outra área restrita e fomos conhecer um pouco mais do cotidiano prático dos bastidores de um aquário gigante como este.

Laboratorio nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

O Georgia Aquarium além de exibir, educar e conscientizar as pessoas sobre a importância dos animais aquáticos no ecossistema, e dos habitáts em que eles vivem, conta com um programa único chamado de 4R (Rescue, Responsability, Rehabilitation, Research), que com base em 4 princípios fundamentais, procura fazer diferença na saúde e conservação do planeta como um todo.

Correll Center for Aquatic Animal Health nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Por exemplo quando aconteceu o acidente com a plataforma Horizon da British Petroleum no Golfo do México em 2010, uma equipe do Georgia Aquarium foi uma das primeiras a participar do resgate dos animais  prejudicados pelo vazamento.

Sal usado na preparaçnao da água Salgada do Georgia Aquarium em Atlanta

Outro exemplo: quando alguém tenta ilegalmente entrar com algum animal nos EUA através do aeroporto de Atlanta (um dos mais movimentado do mundo), geralmente é uma equipe do Georgia Aquarium que é acionada para resgatar e quando possível salvar o animal.

Tanques de reabilitação nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Dentro da área restrita do aquário que ocupa parte do nível principal e quase todo o subsolo, encontramos o Correll Center for Aquatic Animal Health. Um hospital veterinário de ponta com direito a centro cirúrgico, unidades de terapia intensiva, enfermaria e afins que certamente é melhor que muito hospital  de gente que existe por ai.

Centro Cirúrgico nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Além disso, existem inúmeros laboratórios, como o de análise de águas, patologia e microbiologia, que semanalmente efetuam mais de 2800 testes para verificar a qualidade da água e identificar possíveis problemas antes deles acontecerem.

Laboratorio de controle de qualidade da água nos Bastidores do Georgia Aquarium

Tudo isso, orquestrado por um time composto por vários especialistas, assessorados por estudantes de mestrado e doutorado que fazem residência no local. Como resultado prático, o local não apenas bonito de se visitar mas também é referência nacional e internacional na medicina e patologia veterinária para animais aquáticos.

Pesquisa nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Em uma escala mais global, o Georgia Aquarium por meio do Correll Center for Aquatic Animal Health dirige e lidera inúmeras pesquisas sobre as questões ambientais e o impacto delas na conservação de certas espécies. O resultado destas pesquisas é compartilhado com outras organizações de conservação em todo o mundo, o que permite aos cientistas fazer um panorama abrangente da situação da conservação de diversas espécies e localidades.

Laboratorio nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Mas uma das partes mais interessantes da visita aos bastidores do Georgia Aquarium, na minha opinião, foi conhecer o gigantesco sistema de filtragem e o local onde são preparadas as refeições dos animais. Dois dos elementos chaves e primordiais para o bom funcionamento de um aquário deste porte.

Sala de máquinas nos bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

No caso dos sistemas de filtragem, o aquário conta com mais de 500 bombas hidráulicas (506 para ser mais exato) que juntas teriam uma potência equivalente a mais de 55000 hp. Isso é potência suficiente para bombear/circular aproximadamente 1.2 milhões de litros de água por minuto.

Bombas hidráulicas nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

No caso da Ocean Voyager, que sozinho contêm cerca de ¾ de toda a água do Georgia Aquarium, 70 delas servem apenas para circular mais de 6,3 milhões de litros por hora, o suficiente para recriar as condições de correntes do oceano. As bombas restantes são utilizadas para filtragem e manutenção dos mais de 75 tanques existentes no aquário.

Bombas do Ocean Voyager nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Ainda falando em filtragem, existem 187 filtros de areia e 91 purificadores que retiram as proteínas e aminoácidos da água e 76 torres de armazenamento, aquecimento e resfriamento que fazem parte do complexo sistema hidraulico que é totalmente automatizado e controlado em tempo real via computador. Outro dado interessante é o fato de existirem mais de 115km de tubulações conectando todo o sistema.

Monitor de um dos sistemas hidráulicos nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Vale lembrar que numa estrutura deste tamanho, tem que existir um sistema de backup para situações de emergência que inclui diversos geradores e bombas reserva. Com animais e habitats que reproduzem diferentes zonas climáticas existem ainda inúmeros aparelhos de climatização. Afinal de contas a temperatura que as belugas gostam não agradam nem um pouco aos corais tropicais por exemplo.

Sistema de filtragem do Tropical Diver nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Para encerrar a visita, visitamos a área onde os alimentos dos animais são preparados. O que chama realmente atenção é a limpeza do ambiente e o fato dele ter um odor mínimo de peixe. Segundo nossa guia, todo alimento servido aos peixes no Georgia Aquarium tem qualidade de restaurante. Tanto que, se por acaso um pedaço de alimento cair no chão, ele é imediatamente descartado.

Sala de preparação da refeição dos animais nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

O local conta ainda com 2 cameras frigoríficas enormes capazes de armazenar até 2 semanas e meia de comida. Ainda na sala de preparação do banquete dos peixes e outros animais, existem várias balanças, afinal de contas todo mundo alí vive em dieta balanceada.

Corredores dos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Para garantir que tudo esta funcionando 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano sempre existe uma equipe de plantão. Afinal de contas fazer uma estrutura como esta funcionar, tudo tem que estar funcionando 100% o tempo todo.. Para isso, além dos funcionarios, existem cerca de 1.800 voluntários ativos trabalhando em horários flexíveis no aquário todos os meses.

Equipe de manutenção hidráulica nos Bastidores do Georgia Aquarium em Atlanta

Depois de quase 1 hora e meia conhecendo os bastidores do aquário de Atlanta, nos despedimos de nossa simpática cicerone e fomos explorar o aquário como 99.9% das pessoas faz. E depois de uma visita incrível como esta, e sabendo de todo o trabalho por trás dos bastidores de um aquário do porte do Georgia Aquarium, só posso dizer que tenho que tirar o chapéu para eles.. Quando visitamos o lugar muitas vezes não imaginamos todo o trabalho e empenho que existe “behind the scenes” para fazer tudo aquilo acontecer. Até comentamos entre nós: daqui para frente, acho que nenhum outro aquário daqui para frente vai ter tanta graça.

Fachada do Georgia Aquarium em Atlanta

 *MauOscar Blog visitou os bastidores do aquário de Atlanta como convidado do Georgia Aquarium 

Endereço:

225 Baker St. NW Atlanta, GA 30313 

Informações Úteis:

O Georgia Aquarium abre 365 dias por ano de 10:00 as 17:00 de Domingo a Sexta-feira. Aos Sábados abre das 9:00 as 18:00 e durante o verão fica aberto até as 21:00

Os valor dos tickets variam de acordo com o dia da semana De segunda a quinta-feira- Adultos:US$29.95  Crianças:US$23.95   . Sexta, Sábado, Domingos e Feriados -Adultos: US$34.95 Crianças: US$28.95 . Neste valor estão inclusos também o show de golfinhos, mas é preciso reservar com antecedência.

Para quem pretende conhecer outras atrações pela cidade, o Atlanta City Pass  é  uma boa opção para economizar no preço dos ingresso.

Para maiores informações consulte este link

Veja também:

Como o Georgia Aquarium funciona no How Stuff Works ( video em inglês)

Posts Relacionados:

 Seattle Aquarium: Um aquário especializado nas águas geladas do pacífico

 Audubon Aquarium of the Americas: O Aquário de New Orleans

 KLCC Aquaria o excelente Aquário de Kuala Lumpur na Malásia

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

  


32 Comments
  1. Camila Guerra says

    Muito bacana! Estive lá pertinho mas infelizmente não pude visitar o Georgia Aquarium.
    Parece ser show. 🙂

    1. MauOscar says

      Camila

      É imperdível.. Até comento no final do posts.. Acho que daqui para frente nenhum outro aquário terá mais graça..
      Obrigado pela visita

  2. Guta Cunha says

    Que passeio completo!!! Nao sabia q esse era o maior aquário do mundo e nao tinha noção da complexidade de todo o projeto! Incrivel!!!

    1. MauOscar says

      Guta

      Achei legal trazer um pouco dos bastidores do aquário justamente por conta de que quando visitamos um lugar como este não temos idéia do trabalho por tras de tudo aquilo que vimos.. E o georgia aquarium certamente é o mais complexo de todos eles..
      Obrigado pela visita

  3. Lyzia says

    Fotos in-crí-veis! Adoraria faze esse passeio!!!

    1. MauOscar says

      Lyzia

      O passeio é recomendadíssimo

  4. Helder Ribeiro (@heldergr) says

    Excelente post. Realmente uma visita pra ficar na lembrança.

    Parabéns!

    1. MauOscar says

      Helder

      Certamente, cokmo comento no final do post acho que daqui para frente nenhum outro aquário daqui para frente terá mais graça.
      Obrigado pela visita

  5. Lucia Malla (@luciamalla) says

    Muito bacana o post! Este aquário está na minha lista há muuuito tempo, desde sua inauguração. Os bastidores são exatamente como imaginei: um sonho. Um dia, quem sabe… 🙂

    1. MauOscar says

      Lucia

      Toda hora pensava em você.. Claro que é muito melhor ver todos esses animais soltos na natureza, mas para quem não é tão aventureiro assim como vcs, trata-se de uma oportunidade única de ver e intergir com esses animais fantásticos.
      Quando tiver a oportunidade de conhecer, tenho certeza que você irá adorar

      Bjs

      1. Lucia Malla (@luciamalla) says

        Com certeza!! Por isso que aquários e zoos são importantes, como oportunidade educacional, acima de tudo. É a única vez que 99% das pessoas verá boa parte da fauna que eles mostram.
        Queor muito ir nesse aquário de Atlanta, mesmo. 🙂
        Bjão!

        1. MauOscar says

          Lucia

          Tenho certeza que você vai amar 😀

          Bjão

    2. MauOscar says

      Lucia

      Toda hora pensava em você.. Claro que é muito melhor ver todos esses animais soltos na natureza, mas para quem não é tão aventureiro assim como vcs, trata-se de uma oportunidade única de ver e interagir com esses animais fantásticos.
      Quando tiver a oportunidade de conhecer, tenho certeza que você irá adorar

      Bjs

  6. Flora says

    Que passeio legal! Estive por 2 vezes a ttabalho em Atlanta, mas antes de 2005. Quem sabe um dia… Fotos incríveis, como sempre. Abrços

    1. MauOscar says

      Flora

      Tenho que dizer que na minha opinião o Gerogia Aquarium é hoje a melhor atração de Atlanta.. Isso que nem postei as melhores fotos do aquário em si.. Tentei priorizar o que vimos nos bastidores da visita

      Bjs

  7. Conheço o aquário de Monterey e achei incrível, algo que não deve ficar de fora de uma viagem na costa da Califórnia. O Georgia deve ser um espetáculo…esse túnel então…fantástico.

    Abraços

    1. MauOscar says

      Guilherme

      Acabei não visitando o aquário de Monterey, pois ou visitava ele ou as Red Woods no Henry Cowell State Park.. Como Engenheiro Florestal, acabei optando pela segunda opção.. Preciso voltar para Califórnia para fazer toda a Highway 01 e conhecer este aquário tb..

      Abraço

  8. jenny says

    Ual este aquario é maravilhoso. Eu vi no National Geografic a construção deste aquario e fiquei deslumbrada com todos os recursos utilizados e algo que me chamou atenção era o plantio dos corais que um mergulhador fazia .Deve ser um espetáculo ve-lo pessoalmente. Uma obra grandiosa.Bjos

    1. MauOscar says

      Jenny

      O aquário é fantastico!!!
      Bjs

  9. […] brasileira sobre a visita ao Aquário da Georgia é da dupla dinâmica MauOscar, que fizeram uma visita guiada de babar no backstage do Aquário e depois me enviaram pelo correio um ímã de geladeira fofíssíssimo de tubarão-baleia que […]

  10. Carol Villaça says

    Gente, explorar o blog de vcs é tudo de bom !! pensa num menino de 8 anos, maravilhado com esse aquario.. meu filho Victor está aqui dizendo que quer conhecer o maior aquario do mundo.. olha tá complicado viu? cada post de vcs descobrimos um lugar mais lindo que o outro… vai ser dificil fazer o roteiro das férias… de novo parabéns !! estamos , o Victor e eu, nos divertindo muito !!

    1. MauOscar says

      Carol

      O Georgia Aquarium é o máximo.. Vocês vão adorar se tiverem a chance de conhecer

      Abraço

  11. Rafael Villas Boas says

    Muito bom! É meu sonho visitar este aquário levando meu neto, pois é o sonho dêle também! E ter uma visão anterior é muito intrressante. Gostei muito e inicio o projeto de programação desta viagem com mais entusiasmo!

    1. MauOscar says

      Rafael

      Vocês certamente irão adorar este aquário.. Acho que vai ser difícil visitar outro aquário no mundo que me surpreenda tanto como o Georgia Aquarium me surpreendeu

      Abraço e uma ótima viagem

  12. Emerson says

    PArabens pelo site! Estou programando minha primeira viagem aos EUA, mas vou a Orlando e Key West, porém, já tinha programado uma escapulida a Atlanta por causa desse aquario e com seus comentários, fiquei mais convencido ainda que vale a pena. Você tem idéia de como podemos reservar o mergulho no tanque principal?

    Agradeço

    1. MauOscar says

      Emerson

      Você consegue fazer a reserva diretamente pelo site do Georgia Aquarium neste link aqui => http://www.georgiaaquarium.org/explore-the-aquarium/events-and-programs/swim-with-whale-sharks.aspx

      Abraço

  13. […] que segundo o Guinness World Records é o maior aquário/oceanário do mundo, destronando o incrível Georgia Aquarium de Atlanta e ainda conquistando o título de aquário com maior painel de acrílico do mundo, destronando o […]

  14. […] bem do local, tratamos de ir conferir pessoalmemte o lugar e, apesar de realmente pequeno comparado aos aquários de Atlanta e Cingapura por exemplo, ele se mostrou uma grata surpresa. Sim o aquário é relativamente […]

  15. […] com um Georgia Aquarium por exemplo, o Aquário de Auckland tem cerca de 1 décimo do números de bombas e sistemas de […]

  16. […] nunca fui ao Georgia Aquarium, em Atlanta, o maior aquário do mundo e considerado por muitos também o melhor do mundo, este meu ranking pessoal pode ainda mudar […]

  17. Flávio says

    Meu amigo,
    Primeiramente, gostaria de lhe parabenizar pela matéria.
    Sou mergulhador e acho q seria o máximo se fosse permitido mergulho(acompanhado de um responsável). Saberia informar?
    Obrigado!
    Flávio

    1. MauOscar says

      Flávio sim é possível mergulhar com eles: Dê uma olhada neste link aqui => http://www.georgiaaquarium.org/explore-the-aquarium/events-and-programs/swim-with-whale-sharks.aspx

Leave A Reply

Your email address will not be published.