Museu de Arte de Delaware – Casa da maior coleção de arte Pré Rafaelita fora do Reino Unido

Depois de quase 16 meses morando em Delaware e passando quase que diariamente em frente, fomos finalmente conhecer o Delaware Art Museum. Um museu com um acervo único em toda as américas, e que se não fosse pelo twitter, provavelmente ficaríamos mais algum tempo sem conhecer.

Delaware Art Museum em Wilmington

Durante a última semana de Fevereiro, seguindo o perfil do Wilmington Convention Bureau, vi que eles postaram uma mensagem com as atividades gratuitas para o final de semana em Delaware, e para nossa surpresa, advinha?!  O tal Delaware Art Museum, que segundo o foursquare está apenas aos ridiculos 321 metros da cadeira que vos escrevo agora, estava na lista.

Exterior do Museu visto do Copeland Sculpture Garden

Esta certo que esta distância é em linha reta, mas no último domingo de Fevereiro fomos caminhando até lá (exatos 7 minutos). Para quem olha de fora o museu não parece ser lá grande coisa e muito menos tão grande e com um acervo tão rico. Mas tenho que dizer que ele nos supreeendeu e muito positivamente.

Persian Window

Um museu de arte capaz de colocar muito museu de arte por ai no chinelo. Sabe como é?! As vezes o que está perto acaba sendo menos prioritário do que aquilo que esta mais longe.. Coisas da mente humana… vai entender.. Mas tudo isso certamente é resultado da reforma  de 2005 que angariou nada mais nada menos que 30 milhões de dólares tanto de pessoas físicas como de grandes empresas locais como a Du Pont, Astra Zeneca, Wilmington Trust entre outras.

Chegamos ao museu cerca de 2 horas e meia antes de seu fechamento, pegamos o mapa e fomos explorar a primeira de suas 6 coleções principais espalhadas pelas 17 Galerias que compõe o museu. Logo na entrada na Gallery 1 encontramos obras Século XVIII com a exposição entitulada de “Art in Colonial & Federal America”.

Galeria Pinturas do Século XVIII nos EUA

Retrato de George Washington

América Colonial

Na seqüência, a arte do século XIX na América na Gallery 2 e a Era de Ouro da América  na Gallery 3, representando a era da industrialização norte americana. Nestas 3 Galerias conhecemos uma das mais importantes coleções do Delaware Art Museum. Cerca de + de 200 anos  de arte americana, desde o tempo colonial passando pelo século 19, pelo modernismo, abstração até chegarmos ao pós-modernismo.

Século XIX na pintura americana

Galeria de Pinturas do Século XIX

Close Século XIX

Nesta coleção o destaque fica por conta de obras de mestres importantes, incluindo Raphaelle Peale, Winslow Homer, Frederic Church e Eakins Thomas (século 19); Marsden Hartley, Burchfield Charles, Isabel Bishop, Jacob Lawrence e Edward Hopper (início do século 20) e Norman Lewis, Robert Motherwell, Louise Nevelson, Jim Dine, e Dale Chihuly (pós-Segunda Guerra Mundial).

Era de Ouro

Obras do Século XX

Atravessando o Hall principal, as próximas 3 galerias são dedicadas à Howard Pyle. Um ilustrador nativo de Wilmington (1853-1911) que aparentemente adorava piratas e outros personagens da cultura popular. Ele foi professor de arte e teve vários alunos que ganharam fama posteriormente, incluindo NC Wyeth, Maxfield Parrish, Frank E. Schoonover, e outros ilustradores famosos, cujos trabalhos estão expostos na Gallery 7.

Sereia de Howard Pyle

Pinturas de Howard Pyle, artista nascido em Wilmington 

Obra de Howard Pyle

Quadro retratando a paisagem do Brandywine Valley NC Wyeth

Chegamos então, ao ponto máximo do museu. A Bancroft Collection. A maior coleção de Arte Pré-Rafaelita fora do Reino Unido. Uma coleção amealhada por Samuel Bancroft, um grande industrial aqui de Wilmington que foi proprietário da maior indústria têxtil do mundo no início do século XX.

Pré Rafaelito da Bancroft Collection

Nascido em uma família com fortes ligações com a Inglaterra, a decisão de Bancroft em colecionar arte pré-rafaelita inglesa foi algo bastante incomum para a época, tanto dentro da comunidade local como nos Estados Unidos como um todo.

Quadro Pré Rafaelita no Museu de Arte de Delaware

Ainda hoje, sua coleção, doada por seus descendentes para o Museu de Arte de Delaware em 1935, é uma das únicas obras de arte britânica do século 19 existentes nos EUA. O que faz este museu único nas américas.

Bancroft Collection – Wilmington Delaware

Incentivado por seu primo Inglês, Alfred Darbyshire, e aconselhado pelo negociante de arte Charles Murray Fairfax, Bancroft passou os últimos 35 anos de sua vida adquirindo a coleção abrigada hoje no Museu de Arte de Delaware.

Pré Rafaelitos – Maior coleção do gênero fora do Reino Unido

A maior ironia de toda esta história é que o império industrial e a fortuna construída pelo Bancroft Mills às margens do Rio Brandywine, hoje encontra-se totalmente em ruínas. Tanto que a casa que hoje moramos aqui nos EUA (não por muito mais tempo) foi contruída sobre uma parte demolida do que outrora fora o Bancroft Mills. É muito triste ver esta fábrica aqui do lado de casa da forma como se encontra hoje. O único legado que continua vivo até hoje são a sua história, as ruinas e estes quadros.

Obras do Século XIX

Na seqüência visitamos ainda outras duas exposições temporárias de fotografias antes de subirmos para o segundo andar do museu.

Fotografias

Onde também visitamos o último dia de uma exposição temporária com obras sobre o cotidiano dos EUA entre 1850 e 1950, com varios quadros retratando índios, cowboys, cidades e paisagens deste período.

Obras entre 1850 -1950

Corrida para o Oeste

Quadro favorito da minha mãe

Para finalizar esta etapa dentro do museu ainda visitamos as galerias 15,16 e 17 que retratam o Pré Modernismo até os dias de hoje.

Arte Conteporânea no Delaware Art Museum

Arte Moderna

Mas o que eu achei mais legal do museu uma obra Persian Window de 1999-2000 & 2005.   Produzida por Dale Chihuly, um artista que trabalha com vidro e que lembram enormes flores coloridas e que esta localizada no Hall principal na saída para o Jardim das Esculturas.

Persian Window lembram Flores de Vidro

Persian Window de  Dale Chihuly

O Copeland Sculpture Garden, possui em exibição até o momento 9 esculturas, e um enorme labirinto. Mas a que chama atenção sem sombra de dúvidas é o Gigante Chorão, uma escultura de bronze de quase 4 metros de altura que por um momento lembra uma formiga gigante sentada em um cubo e que esta chorando.

Copeland Sculpture Garden

Labirinto

Escultura em Bronze

As outras esculturas digamos não são nada espetacular.. Por sinal caminhando por ali, podemos notar os primeiros sinais da primavera que se aproxima. (Finalmente)

 

Jacinto Brotando

Primeiros sinais da Primavera

Leia também:

Quem foram os Pré Rafaelitas

Veja as Obras Pré Rafaelitas do Delaware Art Museum

Endereço:

2301 Kentmere Parkway

Wilmington, DE

Informações Úteis:

O Museu abre de Quarta à Sabado das 10:00 às 16:00

Domingos do Meio dia às 16:00  (Gratuito)

O Ingresso custa 12 USD, Estudantes pagam meia e crianças até 6 anos não pagam.

Fecha nos feriados de Natal, Ano Novo, Independencia e Ação de Graças

Posts Relacionados:

 Monet e Bauhaus no MoMa

 Picasso e Matisse no MoMa de Nova York

 Museu Guggenheim Nova York 

 Museu Rodin em Philadelphia

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

No Responses to “Museu de Arte de Delaware – Casa da maior coleção de arte Pré Rafaelita fora do Reino Unido”

  1. 10/03/2011 at 3:49 am #

    Que museu encantador. Adoro museus! A Bancroft Collection é incrível!!!! Quando viajamos nos nossos finais de semana para alguma cidadezinha, sempre tem um ou outro museu. Nos encantamos com a estrutura destes museus em cidades tao pequenas. Lindas fotos e um texto muito explicativo. Amei. Um beijao para vcs!

    • MauOscar
      10/03/2011 at 3:06 pm #

      Angela

      A Alemanha é mesmo show no que se refere a conservação de seu patrimônio cultural, seja nas grandes ou pequenas cidades.. Aqui nos EUA isso não é assim tão comum ou tão notório como ai na Alemanha. No caso deste museu ele só tem a configuração que tem hoje, graças as doações de grandes empresas sediadas na cidade e do incrivel trabalho de Samuel Bancroft ao amealhar esta coleção.
      Obrigado pela visita

      Bjs e um bom resto de semana

  2. Carina-Senzatia
    10/03/2011 at 4:46 am #

    O museu parece ser muito bom e o post está excelente!

    • MauOscar
      10/03/2011 at 3:07 pm #

      Oi Carina

      Obrigado pela visita.. o museu nos surpreendeu em todos os sentidos… O mais incrivel desta história é que levamos tanto tempo para descobrir este tesouro praticamente do lado de casa..

      Bjs

Trackbacks/Pingbacks

  1. Chihuly Garden and Glass: A mais nova atração de Seattle | MauOscar Blog de Viagens - 05/06/2012

    […] primeiro contato com a obra de Chihuly foi no Delaware Art Museum em Wilmington, depois disso vimos uma imponente obra do artista no teto do saguão do Hotel Bellagio em Las Vegas […]

Leave a Reply