Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

JapanTown – Explorando São Francisco

8

Iniciando a série de Posts sobre São Francisco na Califórnia, dedico este Post ao Japantown de São Francisco. Também conhecida como, J-Town, Little Osaka, ou ainda segundo o idioma japonês como Nihonmachi 日本.

Pagode em Japantown em São Francisco

A Japantown de São Francisco é a maior e mais antiga comunidade de descendentes nipônicos dos EUA, e está para São Francisco assim como o bairro da Liberdade está para São Paulo, observando-se obviamente as devidas proporções .

Japantown de São Francisco uma das maiores dos EUA

Localizada na região norte da cidade de São Francisco, este bairro étnico diminuiu consideravelmente de tamanho em relação ao seu período de maior efervescência  antes do início da Segunda Guerra Mundial. Hoje, apesar do reduzido número de habitantes de ascendência japonesa, passear pela região ou desfrutar as delícias e “esquisitices” da culinária  japonesa, faz o visitante praticamente se teletransportar para o Japão.

Japan Center e ao fundo Pagode

Os primeiros imigrantes nipônicos de São Francisco, também chamados de soko, chegaram à cidade a cerca de 150 anos atrás. E encontravam-se dispersos pela cidade, concentrando-se principalmente no que hoje conhecemos como Chinatown e comunidades ao Sul da Market Street.

Memorial Imigração Japonesa nos EUA na Post Street

Depois da confusão provocada pelo grande terremoto de 1906 que quase destruiu São Francisco, muitos destes imigrantes e seus descendentes se mudaram para Japantown graças a uma política de reassentamento da cidade.

Descendentes de Japoneses cena comum em Japantown

Graças a isto até o início da II Guerra Mundial, este distrito cresceu de tal forma que chegou a ser ao lado do bairro da liberdade em São Paulo uma das maiores concentrações de japoneses fora da Terra do Sol Nascente. Nesta época lojas japonesas, templos taoístas, restaurantes, casas de chá, salões abundavam no local.

Fonte inspirada em Origami

Quando a marinha japonesa atacou Pearl Harbor em 7 de dezembro de 1941, a situação de toda a comunidade nipo-descendente dos EUA passou a se complicar. Não demorou muito até que passaram a ser taxados de perigosos e como um dos maiores inimigos estrangeiros dos EUA.

Fonte inspirada em Origami em Japantown

Em fevereiro de 1942, o então presidente Franklin Roosevelt assinou a Ordem Executiva 9066, abrindo o caminho para a “realocação” de cerca de 120 mil americanos de origem japonesa na costa oeste, localizados próximos as bases militares americanas, entre eles todos os residentes de Japantown.

Interior Japan Center

Em outras palavras, a II Guerra Mundial pôs um fim à era do boom Japantown. O bairro e sua população sofreu humilhações durante a guerra e durante os anos cinquenta, quando quase chegou a ser totalmente descaracterizado.

Um dos 3 restaurantes que experimentamos

O efeito sobre a comunidade foi obviamente devastador. Japantown nunca mais recuperou sua prosperidade e vitalidade. Quando grande parte do bairro foi destruído durante um equivocado projeto de renovação urbana no final de 1950 e 1960. A área, que no passado cobria mais de 20 quarteirões da cidade, hoje é composta por apenas algumas quadras. Além disso, apenas uma pequena fração dos residentes com ascendência japonesesa da cidade vivem ali.

Sushi e Sashimi no Isobune

Hoje o que se chama Japantown, é na verdade um complexo de três quarteirões  repletos de lojas, restaurantes e mercearias japonesas. Essencialmente um shopping temático japonês, o Japão Center foi construído no final dos anos 1960 como parte do legado do projeto de reestruturação urbana, e sua arquitetura reflete esse período.

Isobune Sushi

E desde então o bairro vem experimentando um renascimento lento, buscando suas origens. O governo da cidade, em conjunto com várias empresas e associações de moradores locais, vem fazendo um esforço para trazer de volta toda a efervecência do Japantown de outrora.

Japantown – Japan Centre

Aproveitando, o fato de que adoramos alguns pratos da culinária japonesa e que era hora do almoço e fomos lá conhecer. Para os amantes da culinária japonesa, este lugar pode ser considerado um pequeno paraíso. Não só uma grande abundância de restaurantes de sushi, sashimi, bento boxes mas também diversas opções macarrão soba e udon, assim como carne de porco e arroz, crepes doces e chá verde gelado.

Carne para o Shabu Shabu no Shabu Sen

Depois de nos empanturrarmos de sushi e sashimi em 2 restaurantes diferentes, experimentamos o shabu-shabu, na verdade pensavamos que seria uma espécie de sukiaki. Mas na verdade  você cozinha a sua própria carne e vegetais em uma panela de caldo fervente, uma versão nipônica do churrasco cambojano.

Vegetais, Tofu e ice Noodle para Shabu Shabu

Aproveitamos ainda para dar uma olhadinha nas lojinhas de coisas importadas do Japão (talvez China) que vendem de tudo um pouco, desde kimonos de seda pura, cerâmica até aqueles pacotinhos de aperitivos com peixinhos secos.

Uma das várias lojinhas de produtos japoneses

 

 

Restaurantes Testados:

 

Isobune

Bushi-Tei

Shabu Sen

 

 

Principais Eventos em Japantown:

 

Abril

Sakura Matsuri

 

Agosto

Nihonmach Street Fair

 

Veja também:

 

Bairro da Liberdade em Sampa pela Silvia Oliveira do Matraqueando

Lista dos Restaurantes em Japantown em São Francisco

 

Posts Relacionados:

 

 Highway 1 na California: De San Francisco até Santa Cruz

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes 

 Guia Vinícolas Napa Valley EUA

 Explorando o Yosemite Valley

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

8 Comments
  1. Clarissa Comim says

    Amei tudoo! Adoro a cultura oriental! 😉 Sempre que tenho oportunidade, leio e visito lugares orientais! Parabéns pelo post! 😉

  2. Mauoscar says

    Legal Clarissa!!

    Você tinha que ir conhecer a Ásia uma hora dessas 😀
    Bjs

  3. Angela Arten-Meyer says

    Olá meninos, adorei as fotos, muito bonitas! Realmente, até parece que é no Japao, incrível! Beijos e um ótimo final de semana para vcs!

    1. Mauoscar says

      Obrigado Angela!!!

      Uma pena que o bairro com o tempo perdeu boa parte de suas raízes…
      Boa semana para vcs

      Bjs

  4. […]  JapanTown – Explorando São Francisco […]

  5. […] querendo melhorar podemos tirar algumas fotinhos no local antes de partirmos para nosso almoço em JapanTown (Post Especial aqui no […]

  6. […]  JapanTown – Explorando um pedacinho do Japão em São Francisco […]

  7. […] Uma breve história de Japantown, no blog do MauOscar. Onde comer em Japantown (colaboração minha para Viator BR). […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.