Explorando o Yosemite Valley

Panoramica Yosemite Valley

Nosso primeiro destino dentro do Parque Nacional de Yosemite foi o Yosemite Valley, destino obrigatório para todos aqueles que visitam ou pretendem visitar o parque. Afinal de contas é ali que se encontram algumas das mais populares e conhecidas atrações do Yosemite National Park.  

Imagens de Parque Nacional de Yosemite na Califórnia

Para início de conversa, Yosemite National Park  é o terceiro Parque Nacional mais visitado dos EUA, perdendo apenas para o Great Smoky Montains National Park e o Grand Cannyon National Park . O Parque Nacional de Yosemite além de ser um local de beleza natural ímpar, também foi extremamente importante na concepção do conceito moderno de áreas naturais protegidas. Além disso, desde 1984 figura entre os Patrimônios Mundiais da Humanidade.

 

Paisagem do Yosemite Valley com Rio Merced e El Capitain

Foi no Vale de Yosemite que o grande naturalista americano John Muir  (1838 -1914) trabalhou grande parte de sua vida. Ele passou anos descrevendo a Serra Nevada  e o Yosemite Valley. Publicando mais de 300 artigos e 10 obras, expondo sua “filosofia ecológica”. Seu trabalho pode ser considerado como uma das bases do movimento conservacionista moderno e forneceu os princípios para a formação do sistema nacional de parques nacionais dos EUA no início do século passado. Tanto que hoje John Muir  é considerado como sendo o “Pai” dos Parques Nacionais dos EUA.

 

Yosemite National Park – Primeira Área natural protegida das Américas

Antes de se tornar um Parque Nacional, Yosemite foi uma área natural protegida dividida em duas áreas. Foi cedida por um decreto presidencial assinado por Abraham Lincoln em 1864, o qual passava o controle das Florestas de Mariposa County e do Vale Yosemite ao estado da Califórnia para fins de conservação.

 

Estrada  é cercada de pinheiros em quase todo Yosemite

O que tecnicamente falando faz com que o Parque Nacional de Yosemite seja a primeira área natural protegida das Américas. Lembrando que o primeiro Parque Nacional Americano no sentido pleno da palavra foi o Parque Nacional de Yellowstone criado apenas oito anos mais tarde em 1872.

Half Dome visto da Highway 120

Hoje, o Parque Nacional de Yosemite é considerado oficialmente o quarto Parque Nacional mais antigo dos Estados Unidos. Uma vez que foi “oficialmente” criado apenas em 1 de outubro do ano de 1890, coincidentemente dia do meu aniversário.

Placa registrando o legado  conservacionista do Parque

Além de John Muir, muitas outras pessoas dedicaram anos de suas vidas ao Yosemite Valley e sua preservação, entre eles o renomado fotógrafo de paisagens Ansel Adams, uma das primeiras pessoas a fazer registros fotográficos do Yosemite Valley. Ansel Adams além de fotografo e defensor da natureza, imortalizou muitos dos pontos de observação existentes no parque hoje, muitos deles foram construídos em ângulos que Adams imortalizou em suas fotografias.

Reflexo da vegetação e montanhas no lago

Falando nisso recomendo dar uma olhadinha neste Post super legal do Uma Malla pelo Mundo que conta um pouco da passagem da querida Lúcia Malla pelo parque. Detalhe o Post é ilustrado com fotos lindas do parque com neve tiradas pelo André Seale.

El Capitain por outro angulo

No meu caso visitar o Yosemite Valley já valeu só pela importância histórica que o local tem no que se refere à conservação das florestas e da natureza. Só o fato destes dois ícones terem escolhido Yosemite como casa/trabalho já é possivel dizer muita coisa sobre a importância, singularidade e beleza do local.

Oscar no Yosemite Valley

Como comentei no Post anterior sobre Yosemite, chegamos ao Parque pela Highway 120 e seguimos em direção ao vale que empresta o nome ao parque pela Big Oak Road. Acabamos não tendo a arrebatadora vista do Yosemite Valley do Tunnel View Point para quem chega ao Yosemite Valley pela entrada sul do parque através da Wawona Road (Highway 41).

Foto Panorâmica do Yosemite Valley visto do Tu’nel View

Falando no Tunnel View Point, este talvez seja um dos ângulos mais fotografados do Yosemite Valley. E com todo o mérito, é o momento que você para o carro e diz Ual!! Chega a ser difícil acreditar que aquela paisagem é real.

Foto do Momento Ual…

Acabamos conhecendo e fotografando o Tunel View Point apenas no último dia de nossa estada em Yosemite no caminho para a Mariposa Grove, onde se encontram as maiores sequóias em Yosemite.

MauOscar no Yosemite National Park

 O visual para quem como nós, chega ao parque pela entrada noroeste através da Highway 120 também não deixa muito a desejar, principalmente depois que você passa pela extensa área queimada no incêndio Florestal em 2009,  localizado à cerca de 10 – 15 Km do início da descida do vale.

Início da descida do Vale do Yosemite pela Big Oak Road 

À medida que nos aproximávamos do Yosemite Valley começávamos a enxergar algumas de suas atrações mais famosas e que se destacam na paisagem entre elas as magníficas formações rochosas  como o Half Dome e o El Capitain. Pelo caminho a estrada tem alguns vários túneis e alguns pontos de parada para observação e de onde conseguimos fazer algumas fotos que ficaram belíssimas.

Saída de um dos túneis da Big Oak Road

Quando finalmente chegamos ao fundo do Vale do Rio Yosemite encontramos a Hgw 140 que nesta parte se chama Northside Drive e um pouco mais adiante El Portal e seguimos margeando o rio até a Pohono Bridge. A partir de onde passa a ser mão única, com a Southside Drive adentrando o Vale (Montante) e a Northside Drive saindo do Vale (Jusante).

Pinheiro na  Southside Drive com a Yosemite Falls quase seca ao fundo

 Pelo caminho encostamos o carro algumas várias vezes para tirar algumas fotos do Rio Merced com suas águas transparentes que mesmo com nível baixo resultado da época de estiagem em Yosemite era lindissimo rodeado por uma floresta de coníferas expetaculares.

Rio Merced cercado por uma linda floresta de coníferas

O Yosemite Valley é um vale de origem glacial relativamente pequeno, que tem cerca de 13 Km de extensão. A diferença entre o topo e o fundo do vale podem chegar aos 1500 metros de altitude. O vale é cercado por alguns dos maiores monolitos de granito do mundo como é o caso do Half Dome, El Capitan, e o Cloud’s Rest. Seu interior é densamente florestado com pinheiros por todos os lados. Para dar um toque ainda mais especial o vale conta com algumas das mais altas cachoeiras da América do Norte(4º lugar) e do mundo (20º lugar).

Paredões de Granito no Yosemite Valley

Seguimos adiante até a trilha que leva até Bridaveil Falls, uma caminhada leve de cerca de 20 minutos e você chega à base da cachoeira. A tribo Ahwahnee que habitava o Yosemite Valley no passado acreditava que a Bridalveil era a “casa” de um espírito vingativo chamado Pohono e que este guardava a entrada do vale.

 

Véu de Noiva uma das únicas que não seca no Verão/Outono

Uma curiosidade interessante que encontrei foi que eles, também acreditavam que ao inalar a névoa da Bridalveil Falls durante o outono, as chances de a pessoa casar aumentavam. Como Bridaveil em inglês é Véu de Noiva, assumo que o nome desta cachoeira possa ter origem nesta antiga crença. Vai saber?!

Névoa na Bridaveil Fall

A Bridalveil Fall é uma das grandes atrações do Yosemite Valley e foi digamos a primeira que visitamos. Ela tem 188 metros de altura e geralmente não seca durante a estação seca. Uma vez que sua principal fonte de água é Ostrander Lake localizado à cerca de 16 km dali em direção ao sul.

Cachoeira Véu de Noiva no Yosemite Valley, Calif’órnia

Seguimos então de carro ao coração do Yosemite Valley.  Onde esta localizado o Yosemite Village e o principal centro de visitantes do parque. Neste trecho pegamos certo trânsito comum durante os meses de verão no interior do Yosemite. Conseguimos um lugar para estacionar à cerca de 800 m do centro de visitantes.

Árvores cercadas por montanhas em Yosemite

Depois de passear um pouco pela região, fotografamos de longe mesmo a Yosemite Upper e parte da Lower Falls,  as quais estavam com o volume dágua bastante reduzido pelo fato de ser a época de estiagem. De toda forma mesmo com volume dágua reduzido podemos observar a quarta mais alta cachoeira da América do Norte e que juntas tem uma altura de 739 m de altura.

Yosemite Falls com Volume dágua bastante reduzido

Yosemite Falls é na verdade, composta por três quedas d´água sequenciais sendo a maior delas a Upper Yosemite Falls com 436 m de altura, as cascatas intermediárias com 205 m e a Lower Yosemite Falls com 97 m de altura. Porém como estava com pouca água e ainda tinhamos muita coisa para conhecer decidimos não fazer a trilha. Pegamos o carro novamente e seguimos em direção ao El Capitain.

Yosemite Falls quase imperceptivel do Glacier Point

O El Capitain é uma gigantesca formação granítica que se ergue quase que verticalmente a mais de 910 metros acima do Yosemite Valley, e é considerado um ou talvez o maior monólito vertical de granito no mundo. O que faz do local um dos principais pontos de interesse do alpinismo mundial.

El Capitain um dos melhores paredões de escalada do mundo

Ali aproveitamos ainda para tirar algumas fotos no Merced River, onde encontramos uma família de alemães. Por sinal a primeira de muitas que vimos pelo parque.  O Merced River é o principal rio do Yosemite Valley e corre cerca de 180 Km até encontrar o Rio San Joaquim, seguindo para desaguar no Oceano Pacífico.

Merced River

Chegamos a colocar os pés dentro da água que apesar de gelada estava deliciosa. Uma das coisas legais deste ambiente aluvial são os campos cercados por florestas que geralmente são um dos melhores locais para se avistar animais selvagens. Mas não necessariamente no burburinho da porção central do Yosemite Valley, visto o enorme fluxo de pessoas. Estes campos são chamados de Meawdows  e vimos vários ao longo de toda a Tioga Pass Road que corta o Parque em direção ao Mono e Mammoth Lakes.

Meawdows

Panorâmica aos Pés do El Capitain

Não posso deixar de mencionar novamente o Half Dome outro gigantesco bloco de granito que levanta-se a mais de 1444m de altitude em relação ao Yosemite Valley e pode ser considerado como o “epicentro” do parque. Independentemente de onde você estiver no parque muito provavelmente uma hora ou outra ao olhar em direção ao Yosemite Valley (leste do parque) você reconhecerá o Half Dome e seu formato caracteristico, seja do Glacier Point , seja do Olmsted Point

Half Dome visto do Yosemite Valley

Terminamos desta forma a primeira parte de nosso dia em Yosemite Valley, voltamos pela Big Oak Road até a Highway 120, a qual recebe o nome de Tioga Pass Road e que corta o parque no sentido Leste – Oeste. Mas isso eu conto em outro Post.

Trilha com vista para Yosemite Falls

No Site do Parque Nacional de Yosemite  existe bastante material para quem estiver planejando visitar o Parque. Aproveitando que uma das melhores formas de se conhecer o Yosemite Valley é caminhando, segue abaixo uma lista com as trilhas para caminhada disponíveis nesta parte do parque. Divididas em 3 categorias de acordo com seu grau de dificuldade

Yosemite Falls

Veja o Mapa Aqui

Half Dome vistop da Hgw 120

 

Leves (planas e curtas)  

 
    Bridalveil Fall

Esta trilha começa no estacionamento às margens da Southside Drive e nos leva até a base desta Cachoeira. Normalmente esta trilha é bem movimentada, principalmente na primavera e no início do verão.

Distância: 0.8 km de ida e volta.

Tempo: 20 minutos.

Início: Estacionamento Bridalveil Fall.

 ==

   Lower Yosemite Fall

Trilha curta e fácil de se caminhar, que leva o visitante à base da Lower Yosemite Fall e oferece ao visitante uma vista espectacular da Yosemite Falls (739m). A cachoeira pode secar no final do verão e início do outono. Normalmente esta trilha é bem movimentada, principalmente na primavera e no início do verão.

Distância: 1.7 km de ida e volta.

Tempo: 30 minutos.

Início: Começa no ponto #6 do Mapa das Trilhas.

 ==

 

   Cook’s Meadow Loop

Nesta trilha que na verdade é uma pequena fração da Valley Floor Loop o visitante pode desfrutar de um visual deslumbrante, com vistas ao Half Dome, Glacier Point e Royal Arches.

Distância: 1.6 km (circuito)

Tempo: 30 minutos.

Início: Começa no ponto #5 ou #9 (Centro do Visitante) do Mapa das Trilhas.

 ==

 

   Mirror Lake/Meadow

Trilha pavimentada que segue além do Tenaya Creek, cruza duas pontes após o Snow Creek e retorna passando pelo Lado dos Espelhos. O Lago geralmente seca no Verão / Outono. Mas no Inverno / Primavera oferece belos reflexos das Montanhas ao seu entorno. Além da sua beleza, o lago é um ótimo lugar para ver animais selvagens.

Distância ida e volta com direito a volta ao lago: 8 km.

Tempo ida e volta: 2 horas

Distância ida e volta sem volta no lago: 3.2 km

Tempo circuito: 1 hora.

Início: Começa no ponto #17 do Mapa das Trilhas.

 

 

 

Moderada (plana e longa)  

  

   Valley Floor Loop 

Uma volta pela planície aluvial do Merced River com direito a vista de quase todos os pontos de interesse no Yosemite Valley. Caminhada através de prados, florestas, e ao longo do Merced River. Vista para Sentinel Rock, Cathedral Rocks, Bridalveil Fall, El Capitan, Três Irmãos, e Yosemite Falls.

Circuito completo: 20.9 km; 5 a 7 horas dependendo do passo e condicionamento físico

Meio circuito: 10.5 km; 2,5 a 3,5 horas

Início: Começa no camp 4 ou Shuttle Stop #7 do Mapa das Trilhas.

 

 

 

Difíceis (íngremes e longas)

 

   Four Mile Trail 

Trilha que liga o Yosemite Valley ao Glacier Point, tem grande inclinação. Cerca de 975 m de ganho de altitude, ou seja bastante cansativa.

Distância: ida e volta 9,6 km

Tempo: 6 a 8 horas

 ==

   Panorama Trail 

Como o próprio nome indica, esta trilha oferece vistas panorâmicas incríveis do Yosemite Valley. A trilha atravessa Illilouette Fall após 3,2 km e continua subindo ao longo do Panorama Cliff. No topo da Nevada Fall, a trilha encontra a Mist Trail e a John Muir Trail e segue para Happy Isles. No Verão, a sugestão é comprar um bilhete de ida ao Glacier Point e fazer a caminhada para baixo. Uma vez que esta trilha tem cerca de 975 m de ganho de altitude. A Mirella e o Kiko do Mikix fizeram esta trilha em sua passagem por Yosemite em 2005.

Distância: ida e volta 13.7 km

Tempo: 6 a 8 horas

 ==

 

   Upper Yosemite Fall 

Uma das mais antigas e históricas trilhas de Yosemite National Park, construída entre 1873 a 1877, esta trilha leva ao topo da 4ª cachoeira mais alta da América do Norte (739 metros) acima do Vale do Yosemite.

Distância: ida e volta 11.6 km

Tempo: 6 a 8 horas

823 m de ganho de altitude

Começa no mesmo local da trilha da Lower Yosemite Fall no Acampamento 4 no shuttle stop #7 do Mapa das Trilhas

 ==

   Mist Trail (Vernal & Nevada Falls) 

Esta trilha leva o visitante até Vernal e Nevada Falls no Rio Merced. 

Distância: ida e volta 8.6 km

Tempo: 5 a 6 horas

610 m de ganho de altitude

 ==

 

   Half Dome 

Esta trilha de alto grau de dificuldade leva o visitante até o topo do Half Dome, um dos pontos mais altos do Yosemite Valley.

Distância:

22.4 km ida e volta  via Mist Trail

26.1 km ida e volta  via John Muir Trail

24.3 km subindo via Mist Trail e descendo via John Muir Trail, ou vice-versa

Tempo: 10 a 12 horas com 1463 m de ganho de altitude.

Começa em Happy Islands no shuttle stop #16 do Mapa das Trilhas.

* Como esta é uma trilha de elevado grau de dificuldade deve se atentar a diversos fatores de segurança. Veja estas informações aqui

 

 

Endereço:

Parque Nacional de Yosemite se localiza em Sierra Nevada, estado da California, Maiores infos de come chegar => Yosemite National Park, CA

 

  

Roteiro Percorrido: 

 

Roteiro percorrido 1 dia em Yosemite

Veja Também:

 

 

 

Posts Relacionados:

 Indo do Napa Valley ao Parque Nacional de Yosemite

  Yosemite e o Fogo

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

 

About these ads

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias América do Norte, Califórnia, Estados Unidos, Yosemite

Author:MauOscar BlogdeViagens

Blog de Viagens de dois expatriados brasileiros que adoram viajar, fotografar e compartilhar experiências pelo mundo Já moramos no Brasil, Alemanha, Cingapura, Estados Unidos e agora estamos morando em Auckland na Nova Zelândia

23 Comentários em “Explorando o Yosemite Valley”

  1. 30/11/2010 at 17:27 #

    Olá,
    Este lugar é maravilhoso, e suas fotos e post também. Estive lá por 2 vezes e nas duas me emocionei com a exuberancia da natureza neste park.
    Abraços

    • Mauoscar
      01/12/2010 at 18:33 #

      Olá Flora

      Seja muito bem vinda aqui no Blog… Visitar o Yosemite sempre foi um sonho que tivemos a chance de realizar este ano… Infelizmente não deu para ver tudo o que o lugar ainda teria para oferecer.. Mas se um dia surgir outra oportunidade não vou pestanejar duas vezes :D

      Abraços

      Oscar

  2. 07/12/2010 at 20:02 #

    Obrigada Oscar pela visita lá no meu cantinho. Eu passo sempre por aqui vinda do twitter, mas nunca tinha comentado. Mereço um puxão de orelha.
    Abraços

    • Mauoscar
      09/12/2010 at 09:41 #

      Oi Flora…

      Todo Blogueiro adora receber comentarios :D
      Fique a vontade e volte sempre

      Abraços

  3. Edmundo
    24/07/2011 at 12:40 #

    Prezados Mauricio e Oscar, maravilhoso o site de vocês. Parabéns pelo interesse de compartilhar a experiência de vocês ajudando vários viajantes. Coincidentemente estou indo fazer essa viagem agora e usarei todas as suas dicas. Agora sempre que for viajar olharei o site.

    Forte abraço,

    Edmundo

    • MauOscar
      27/07/2011 at 22:34 #

      Edmundo

      Muito legal… Depois quando voce voltar da uma passadinha aqui para contar para gente como foi sua experiencia

      Abraco

      Oscar

  4. Andrea Bisaggio
    21/04/2012 at 06:34 #

    Olaaa. Muito boas as dicas.
    Vc acha que saindo de San Francisco, consigo chegar a Mammoth Lakes em um dia vendo estes pontos q vc mencionou? Como seus mapas estão separados, entendi que vc fez em dois dias, foi isso?

    • MauOscar
      25/04/2012 at 09:07 #

      Andrea

      Na verdade foram 3 dias e meio..
      Minha dica é sair bem cedo para dar conta do recado

      Abraço

      • Ju Lu
        19/12/2012 at 08:03 #

        Conheci vosso blog através do VnV e aproveito para parabenizá-los pelo conteúdo e pela simpatia na apresentação dos textos!
        Por gentileza, gostaríamos de orientações pois estamos “tentando” organizar uma viagem de 14 dias para a Califórnia.
        Nosso provável “roteiro” seria:
        -San Francisco = 4/5 dias
        -Yosemite Park = 2/3 dias
        -Costa litorânea(Monterey,Carmel, Big Sur e se possível Sta Barabara) = 4/5 dias
        É viável?
        E qual seria a melhor porta de entrada:Los Angeles (já na Califórnia, apesar não temos intenção em conhecê-la), Miami (Flórida), Atlanta (Geórgia), Dallas (Texas)ou Nova York para depois voarmos para SF?
        Um abraço!

        • MauOscar
          07/01/2013 at 03:29 #

          Ju Lu

          O roteiro estea super viável.. Obviamente não será possível ver absolutamente tudo.. Quanto a entrada nos EUA os aeroportos mais ao sul deixaram a viagem mais curta.. Mas no seu lugar eu escolheria a conexão que apresentasse o melhor preço de preferencia evitando a AA e a Delta

          Abraço

          • Ju Lu
            10/01/2013 at 10:01 #

            MauOscar, agradecemos vossa resposta(principalmente dicas de cias aéreas) e ficamos contentes que nosso roteiro estaja a contento! Vocês poderiam nos indicar hotéis e/ou bairros para nossa família se hospedar?
            Um abraço.
            Ju e Lu

            • MauOscar
              13/01/2013 at 13:16 #

              Ju Lu

              Em San Francisco acho legal a região da Union Square.. Muita gente gosta do Fisherman’s Wharf.. Eu acho aquela região muito cheia.. No Yosemite o melhor lugar para ficar é no Ahwahnee hotel no Yosemite Valley.. Acabamos não ficando por lá por falta de lugar.. Quanto a parte da costa da sua viagem.. Nunca me hospedei por lá e o máximo do trajeto que fui foi até a altura de Monterrey

              Abraço

  5. Leandro
    24/03/2014 at 20:54 #

    Belas fotos ótimos posts. Parabéns.
    As trilhas, principalmente as mais longas, da para fazer sozinho sem guia? Desde já agradeço pela atenção, eu e minha esposa estaremos lá 6/04/2014…

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      06/04/2014 at 23:59 #

      Leandro

      Acho que estou respondendo sua pergunta tarde de mais, de qualquer forma as trilhas são geralmente feitas para pessoas explorarem sem a necessidade de guias.
      Abs

  6. anna
    22/04/2014 at 15:49 #

    Olá Maurício, olá Oscar.

    Eu vou pro Yosemite no mês que vem e tô aproveitando bastante as dicas de vcs no planejamento.
    Minha questão é a seguinte: que tipo de câmera vc usam? É que pelas fotos vejo que as paisagens são muito amplas e fico com receio de que uma câmera compacta não consiga captar tanta coisa… Me ajudam com isso?

    obrigada, Anna Paula

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      05/05/2014 at 23:19 #

      Ana Paula

      Nesta viagem eu usei 2 câmeras uma Sony H9 e uma Canon 7D

      • anna
        21/05/2014 at 16:49 #

        Oscar, obrigada! Viajo no sábado e fico 6 dias em Yosemite. Depois venho aqui contar! :-D

        • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
          29/05/2014 at 17:25 #

          Que legal!!! Espero que tenha curtido esse que é um dos meus PN favoritos no mundo

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tuolumme Meadows – Explorando o Yosemite National Park « MauOscar - 02/12/2010

    [...]  Explorando o Yosemite Valley [...]

  2. Olmsted Point – Explorando o Yosemite « MauOscar - 03/12/2010

    [...] que visitamos o Yosemite Valley no Parque Nacional de Yosemite na Califórnia, seguimos pela Tioga Pass Road em direção ao nosso [...]

  3. Tenaya Lake – Explorando o Yosemite « MauOscar - 04/12/2010

    [...] Trata-se de um lago de águas cristalinas cercado por uma vasta florestas de coníferas e uma cadeia de montanhas de granito com domo arredondado. Sua formação é resultado direto da erosão glacial. O que hoje é o lago, foi há alguns milhares de anos parte de uma geleira que se extendia de Tuolumne Meadows em direção ao Yosemite Valley. [...]

  4. Tioga Pass – Explorando o Yosemite « MauOscar - 09/12/2010

    [...] comentei nos Posts anteriores, depois de visitarmos o Yosemite Valley, seguimos pela Tioga Pass Road em direção ao “Yosemite Highlands”. Caminho, este que nos [...]

  5. Glacier Point – Explorando Yosemite « MauOscar - 06/01/2011

    [...] saímos cedinho da região de Mammoth Lakes e seguimos pela Tioga Pass Road em direção ao Yosemite Valley. Depois de cerca de 2 horas e meia de viagem e algumas paradas pelo caminho chegamos ao Tunnel View [...]

De vida a este blog, deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.563 outros seguidores