Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Yosemite e o Fogo

0

Depois de algumas horas de viagem finalmente chegamos ao tão famoso Parque Nacional de Yosemite. Um dos parques nacionais mais antigos e um dos mais visitados dos EUA na região Leste da Califórnia. Um Imenso parque nacional que chega a ter quase o mesmo tamanho do estado de Rhode Island, o menor estados dos Estados Unidos.

Entrada Parque Nacional Yosemite Hgw 120

Adentramos no Parque Nacional por uma de suas 4 entradas através da Highway 120. Depois de pagar os 20 USD para poder entrar de carro durante 1 semana no parque, pegamos certo congestionamento pelo caminho em direção ao Yosemite Valley, nosso primeiro destino dentro do Parque.

Estrada Interior do Yosemite

Os congestionamento são um fato recorrente em Yosemite durante os meses de verão e são principalmente causados pelo grande volume de visitantes, carros e principalmente pelos trailers e motor homes ao longo das 3 estradas que cortam o parque. Além disso por se tratar de um Parque Nacional a velocidade máxima permitida não passa dos 50-55Km/h.

Mapa Estradas Yosemite

De certa forma esta baixa velocidade contibui muito com os congestionamento e faz os deslocamentos por dentro do parque demorados, principalmente durante a alta temporada. Porém mesmo assim todos os anos centenas de animais são vítimas de atropelamentos ao longo da rodovia. Indo desde pequenos esquilos até mamíferos de grande porte como ursos e cervos.

Sempre que ver uma placa dessas saiba que um urso morreu atropelado no local

Chega quase a ser um paradoxo visitar um parque nacional e enfrentar um congestionamento. Porém com o visual que o parque oferece você nem se importa muito. Mas pensando em reduzir o fluxo de veículos atualmente existem alguns shuttles services gratuitos que levam o visitante aos principais pontos de interesse no parque. Super recomendável para as atrações de dentro do Yosemite Valley.

Shuttle Bus Yosemite

O Visual que o Yosemite oferece aos seus visitantes é simplesmente explêndido e chega a ser difícil descrever o que vemos naquele lugar. A todo momento, sempre que era possível paravamos o carro para comtemplar o visual e tirar algumas fotos.

Floresta na chegada ao Yosemite Valley

Coincidentemente visitamos o Parque Nacional de Yosemite no seu pico de visitação. Agosto é justamente o mês em que ele é mais visitado, neste mês o parque recebe sozinho cerca de 17% dos visitantes que visitam o parque ao longo do ano. Isto representa quase 600.000 visitantes no mês, ou seja praticamente 20.000 pessoas visitando o parque diariamente.

Floresta de coníferas no interior Yosemite

Esta certo o local é imenso. Porém pelo fato de mais de 90% da área do parque ser considerada “selvagem”, digamos que o fato de quase todo o fluxo de veículos ao longo do parque se encontrar concentrado em apenas 3 estradas, torna o lugar um pouco “busy”de mais.  Felizmente se afastando um pouco da muvuca no interior do vale as coisas ficam bem mais tranquilas. Por sorte também escapamos do final de semana, permanecendo na região de Terça à Sexta.

Pinheiros adultos em Yosemite

Num primeiro momento fiquei preocupado quando descobri que Agosto era o mês com o maior fluxo de turistas, mas tirando os elevados preços de acomodação e a indisponibilidade na maioria dos hotéis e opções de hospedagem com mais de 4 meses de antecedência dentro do Parque e na Região. Agosto talvez seja uma das melhores épocas de se conhecer Yosemite, uma vez que é o mês mais seco e com temperaturas variando entre 11 e 32º C.

Paisagem em Yosemite

Porém este segundo Post da série de Posts sobre Yosemite, resolvi dedicar a uma paisagem digamos não tão conhecida e digamos não muito bonita do Yosemite National Park e que realmente nos surpreendeu pelo sua magnitude e extensão. Principalmente pelo fato de estar bem à vista aos visitantes que seguem pela Hgw 120 em direção ao Yosemite Valley.

Pinheiros em Yosemite

Tratam-se das áreas consumidas pelos incêndios florestais. Como vocês devem saber minha formação é relacionada ao assunto, e algumas de minhas disciplinas favoritas durante o tempo de faculdade foram justamente aquelas ligadas a este tema.

Yosemite após incêndio de 2009 

Os incêndios florestais são eventos naturais ou acidentais de grande magnitude e com grande poder de destruição e com uma série de consequências provocando danos não apenas à vegetação em si, bem como provocando outros danos ecológicos, econômicos e até sociais.

Floresta chamuscada

A verdade é que sempre que pensamos em incêndios florestais lembramos de duas coisas. Quem quando era criança, não lembra de ter visto o Incêndio na Floresta no Filme do Bambi de Walt Disney?

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=LG1cioxobAk]

Montagem Filme Bambi/Incêndio Florestal

Mas quem também não associa incêdios florestais ao Estado da Califórnia e aquelas aeronaves especiais despejando milhares de litros d’agua sobre as chamas que que avançam pelo entorno e sobre as casas nem mesmo poupando as mansões de milionários americanos.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=XsfwiRfvB80]

Triste realidade de uma floresta totalmente carbonizada

Historicamente, o fogo é visto como uma força negativa, mas nos últimos anos tem-se percebido que o fogo tem também uma série de benefícios as florestas.

Floresta em processo de Regeneração após 10 anos do Incêndio

Yosemite tem tradição e renome neste assunto, pois tem hoje um dos mais avançados e eficientes programas de gestão do fogo em áreas naturais protegidas do mundo. Concebido de forma à proteger a vida, propriedade e recursos naturais e culturais, garantindo a continuação do fogo como um processo natural na ecologia florestal.

Paisagem Yosemite Queimado

Durante décadas, as pessoas foram encorajadas a acreditar que todo e qualquer tipo de incêndio florestal era ruim e que deveria ser suprimido. E como fruto disso: Diversas medidas agressivas foram tomadas para combate aos incêndios florestais. Na percepção da época, as chamas eram uma força totalmente nefasta e destruidora e totalmente inaceitável dentro de um parque nacional.

Reflexo do último grande incêndio em 2009 na qual 3000ha foram destruidos

Tanto que o simpático Smokey Bear, o símbolo do serviço florestal americano, surgiu de uma campanha contra os incêndios florestais dentro dos parques nacionais e que começou em 1944 e que apesar da mudança na filosofia até hoje promove a seguinte mensagem: “Só você pode evitar os incêndios florestais”.

Oscar & Smokey Bear o mascote do Serviço Florestal Americano

Porém as coisas começaram a tomar um novo sentido quando os cientistas perceberam que as décadas de supressão de fogo em Yosemite começaram a impediram a reprodução das árvores, principalmente das gigantescas sequóias. Hoje a administração de Yosemite reconhece que o fogo é uma peça essencial do ecossistema e que sempre existiu ao longo de milhares de anos.

Carro oficial de pesquisa em incêndios e seus impactos em Yosemite

Os incêndios florestais que ocorrem naturalmente são fundamentais para a saúde e sucessão florestal e permitem a “renovação” das florestas, abrindo o dossel e permitindo assim a entrada da luz através da mesma resultando na germinação e desenvolvimento de árvores mais jovens.

Floresta em Yosemite em processo de regeneração

Além disso, o fogo ainda é importante fator na ciclagem de nutrientes no solo, reduzindo a quantidade de detritos lenhosos mortos. Garantindo assim o surgimento e rebrota de novas plantas, árvores e arbustos. A acumulação de grandes quantidades de material combustível no chão da floresta pela supressão forçada dos incêndios naturais é extremamente perigosa e tem altissimo poder destrutivo à floresta no caso de um incêndio florestal indesejado.

Floresta queimada em Yosemite

Pois bem, Yosemite tem uma longa história ligada aos incêndios florestais. Os primeiros registros detalhados e por escrito dos incêndios no interior do parque remontam a 1930, portanto são cerca de 80 anos de registros sobre as atividades de prevenção combate à incêndios florestais. Além disso, o estudo dos anéis de crescimento de árvores centenárias permite reconstruir a história, fornecendo dados sobre a freqüência da ocorrência do fogo ao longo de sua existência. Todas estas informações históricas e dendrológicas ajudaram a moldar as metas e objetivos para o  plano de manejo do fogo de Yosemite.

Pinheiro carbonizado

Porém mesmo com todos os estudos, investimentos na prevenção, controle e manejo do fogo. Vários incêndios de grandes proporções ocorrem todos os anos em áreas no interior do parque e de seu entorno. Estes acontecimentos aparentemente estão sendo cada vez mais frequentes e intensos, provavelmente agravados com as mudanças climáticas.

Grande área queimada em Yosemite

O Resultado disso, são centenas se não milhares de hectares de uma paisagem desoladora a qual era coberta por uma exuberante floresta de pinheiros. Em que hoje restam  apenas alguns troncos carbonizados para contar a história.

Paisagem remanescente de um incêndio florestal de grandes proporções

A maior área queimada no interior do parque que chegamos a conhecer foi resultado de uma queima controlada que saiu de controle em 26 de Agosto de 2009 e so foi controlada 13 dias depois, consumindo nada mais nada menos de 3002 hectares de floresta no interior do parque.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=c_ntpVe4OqE]

Incêndio Yosemite 2009

Desoladora Paisagem de uma Floresta queimada

Embora grande parte dos incêndios em Yosemite tenham origem natural pela incidência de raios, comprovadamente os incêndios florestais no mundo todo tem origem em grande parte das vezes em ações antrópicas. Isso vale também para o Brasil, como para a Rússia, Indonésia e região do Mediterrâneo.

Vegetação arrasada por incêndio

Por fim quando você pensa num incêndio florestal o que, ou qual lugar vêm a sua cabeça?

Algumas árvores conseguiram sobreviver e são fundamentais para a regeneração natural da floresta 

Só para tranquilizar o Yosemite continua lindo e as áreas queimadas apesar de extensas felizmente não atingiram as melhores paisagens natuaris do parque. Nos próximos Posts virão as fotos bonitas 😀

Felizmente a Natureza e persistente e não desiste nunca

 

Posts Relacionados:

 Indo do Napa Valley ao Parque Nacional de Yosemite

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes 

 Highway 1 na California: De San Francisco até Santa Cruz

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

No Comments
  1. Angela Arten-Meyer says

    Olá Oscar, que lugar mais lindo! E o tamanho das árvores… impressionante!!!Vc ficou super legal na foto com o urso de madeira! Obrigada por este passeio incrível. Eu e minha família adoramos!! Beijos para vcs!!

    1. Mauoscar says

      Angela

      O Yosemite juntamente com Berchtesgaden ai na Alemanha figuram entre os lugares mais bonitos que já estive na vida… Aos pouco publicarei alguns posts sobre nossa passagem por lá em Agosto.. O Problema tem sido arranjar tempo e inspiração para colocar no Papel tudo aquilo que o Yosemite respresenta…

  2. […] não deixa muito a desejar, principalmente depois que você passa pela extensa área queimada no incêndio Florestal em 2009,  localizado à cerca de 10 – 15 Km do início da descida do […]

  3. Neyara says

    Amei esse (mais esse) post! Eu também sempre associei fogo (principalmente em florestas) a um evento ruim… Super interessante mesmo.

    1. MauOscar says

      Neyara

      O Fogo certamente é necessário para este ecossistema. O problema é quando ele fica fora de controle e destroi grandes áreas levando com ele boa parte da flora e fauna local.. Pior ainda quando atinge residencias e ocasiona mortes..

      Abraço e obrigado pela visita 😀

Leave A Reply

Your email address will not be published.