Guia Vinícolas Napa Valley EUA

Napa Valley

Encerrando a série de Posts sobre o Napa Valley na Califórnia, e seus vinhos achei que seria pertinente elaborar um Post Resumo sobre a região. Contando um pouco sobre nossas impressões e algumas dicas para quem estiver planejando uma visita à região. Infelizmente, o tempo não foi suficiente para fazer tudo o que gostaríamos, porém podemos dizer que foi na medida certa. Esta série composta por este e outros 10 Posts conto um pouco mais sobre nossa magnífica experiência ao longo de dois dias e meio pela região vinícola mais importante dos EUA.

Placa chegada ao Napa Valley

 O Napa Valley está localizado à cerca de 80Km ao Norte de São Francisco na Califórnia, e é considerado por uma série de fatores climáticos, relevo e de solo um dos melhores lugares do mundo para o cultivo de uvas viníferas. O Napa Valley é portanto reconhecido internacionalmente como sendo a melhor de todas as melhores regiões produtoras de vinho dos Estados Unidos. E desta forma, em conjunto com o Sonoma County / Alexander Valley / Russian River Valley regiões onde a vitivinicultura Califórnia mais tem expandido nos últimos anos, abrigam mais de 300 diferentes vinícolas. Dentre as quais a Domaine Carneros, Domaine Chandon, Mumm Napa Valley, Vinícola V. Satuii, Vinícola Artesa, Rubicon Estatee Castello di Amorosa tivemos o prazer de conhecer nesta passagem pela região.

Videiras da uva Chardonnay em Napa Valley

 

O Napa Valley recebe anualmente, segundo o Napa Valley Conference and Visitors Bureau, cerca de 4.7 milhões de visitantes. Destes 3 milhões vão apenas passar o dia em excursões que geralmente partem de São Francisco, já os outros 1.7 milhões de visitantes que pernoitam no vale gastam em média 2.9 dias no local. Um dado curioso é que: 80% das pessoas visitando o vale são casais e destas 60% tem filhos em casa. Além disso, os visitantes do Napa Valley tem um poder aquisitivo elevado, cerca de 2.3 vezes maior que a média nacional

Aspecto do Interior do Tasting Room na Mumm Napa na Silverado Trail

 

Destes 4.7 milhões de turistas apenas 11.5% são estrangeiros. Oriundos principalmente do Canadá, Alemanha, Reino Unido e Japão. Porém, com a valorização do Real frente ao Dólar tem feito com que cada vez mais Brasileiros apareçam na região. Nós mesmos, nesta viagem chegamos a encontrar Brasileiros em nossas visitas à Vinícola Artesa e a Domaine Chandon.

 

Videiras na vinícola Artesa Napa Valley 

 

 Atualmente, tanto Napa quanto Sonoma Valley se tornaram uma das principais atrações no estado da Califórnia. Infelizmente, por falta de tempo concentramo-nos basicamente no Napa Valley, deixando Sonoma / Alexander Valley / Russian River Valley para uma próxima oportunidade.

Uvas Cabernet Sauvignon em maturação na Rubicon Estate

 

Conforme as estatísticas mostram o Napa Valley pode ser considerado um destino romântico, o que explica os 80% dos visitantes sendo casais visitando o local. O perfil dos visitantes do Napa Valley mostra que são visitantes ávidos pela experiência de desfrutar o belíssimo visual do vale, os numerosos prazeres culinários e principalmente vivenciar o enoturismo. E de fato o local é uma fonte infinita de inspiração para aqueles que fazem do vinho um hobby.

Colinas do AVA Carneros em Napa Valley 

 

O interessante desta viagem à Califórnia e a passagem pelo Napa Valley foi a oportunidade de conhecer in loco um pouco mais sobre a história, características e propriedades dos melhores vinhos americanos. E nos posts, relatando estas visitas às vinícolas que visitamos tentei passar um pouco desta experiência.

Barril de Carvalho usado no envelhecimento dos Vinhos na Domaine Chandon

 

Mesmo que a região tenha um passado vinícola antigo, a atividade quase deixou de existir. Apesar de ter surgido a mais de 150 anos atrás, a vitivinicultura entrou em uma fase sombria entre 1920 e 1933 com a lei seca americana.  Ao mesmo tempo e mesmo depois do fim da lei seca a, Filoxera, um inseto parasita de raízes destruiu boa parte das videiras, o que resultou no fechamento de diversas vinícolas na região.

Videiras em Rutherford

 

No entanto, foi após a Segunda Guerra Mundial, que as vinícolas começaram a reabrir e recuperar seu prestigio e qualidade popularizando a região novamente. Porém, o grande salto na popularidade do Napa Valley se deu quando os vinhos Cabernet Sauvignon e Chardonnay produzidos na região, foram considerados melhores do mundo, batendo os seus vinhos homólogos franceses durante a degustação de Paris em 1976.

Uvas Cabernet Sauvignon em Rutherford – Napa Valley

 

A partir de então os olhos do mundo se voltaram para a região, atraindo investimentos de uma série de vinícolas do velho continente como a Domaine Chandon, Domaine Carneros entre outras e desde então não pára de crescer e agora devido a limitações geográficas lentamente se expande também para áreas adjacentes do vale.

Entrada da Domaine Chandon em Yountville/Napa Valley

 

 Nestes dois dias e meio, tivemos não só a oportunidade de apreciar uma grande variedade de vinhos finos brancos e tintos bem como espumantes, mas também conhecer todo seu processo de fabricação, do começo ao fim. Além disso. tivemos a oportunidade de conhecer como funciona uma tanoaria e como os barris de carvalho são produzidos. Bem como ainda visitar uma das atrações geológicas do vale. Embora tivéssemos planejado para estarmos lá justamente na época da colheita das uvas, o clima mais frio atípico deste último verão acabou postergando a vindima.

 Produção de Barris de Carvalho no Napa Valley

 

Como estávamos fazendo uma viagem de carro pela Califórnia, acabamos adotando a estratégia de revezar a direção, onde cada um foi o Designated Driver de um dia e o outro no outro. Embora exista uma série de tours que levam os turistas de vinícola em vinícola, nós temos o perfil “Free and Easy” e adoramos irmos por conta totalmente desempacotados.

Viajando de Carro pelo Napa Valley

  

 Porém, vale a pena lembrar que: apesar de não termos visto nenhum policial durante toda nossa permanência no vale, dirigir sobre influência de álcool na Califórnia é considerado uma ofensa grave e rende ao infrator cadeia logo na primeira ocorrência e esta varia de 96 horas à 6 meses de prisão.  Porém, apesar da total mobilidade em estar dirigindo, é digamos inconveniente estar no local com tantas vinícolas e “não poder beber”. Mas enfim é a vida..

Degustação de Vinhos Espumantes na Domaine Carneros

 

Apesar de existirem centenas de vinícolas espalhadas pelo Napa Valley, o vale em si não é assim tão grande. Tudo encontra-se condensado em cerca de 60 kilômetros indo de Carneros até Calistoga. O que confere comodidade ao visitante, pois é fácil viajar de uma extremidade a outra em um período relativamente curto de tempo.

 Paisagem da AVA Carneros Napa Valley

 

Ao todo o Napa Valley conta com 13 AVA’s (American Viticultural Area). A principal rota que liga todas esta áreas e suas vinícolas é formada por auto-estrada 29 (Hgw 29). E ao longo desta estrada encontramos não apenas vinhedos e vinícolas. Mas também vários hotéis, lojas e restaurantes.

Calistoga na porção norte do Napa Valley Califórnia

 

Quando comecei a elaborar nosso roteiro pela Califórnia, devotei atenção especial ao Napa Valley. Depois de muita pesquisa pela Internet e em guias de viagem acabei optando em dividir os dois dias da viagem de acordo com o tipo de vinho que iríamos apreciar naquele dia.

Antigo processo de fechamento das garrafas na segunda fermentação

 

Desta forma o primeiro dia da viagem o qual passei a chamar de o “Dia dos Espumantes”, no qual visitamos vinícolas especializadas na produção de vinhos espumantes. Foram elas:

Alguns dos produtos produzidos pela Domaine Chandon

 

 

E o segundo dia de “Dia dos Vinhos Tintos e Brancos”, onde a principal estrela do dia era o Cabernet Sauvignon, neste dia então visitamos as seguintes vinícolas:

Degustação após o Tour na Rubicon Estate Winery

 

 

Estas vinícolas mencionadas acima estão organizados geograficamente, de sul para norte ao longo da Rodovia 29 ou suas adjacências. Uma coisa que recomendo fortemente, logo na chegada ao vale é uma passadinha no centro de visitantes em Napa Valley e pegar um dos guias gratuitos e perguntar sobre eventos e promoções que estejam acontecendo pelo Vale de Napa por ocasião de sua visita.

Centro de visitantes no centro de Napa 

 

Outra coisa que pode ajudar é o Aplicativo para o iPhone/iPod touch/iPad do Napa Valley, que pode ser baixado gratuitamente na App Store. Não cheguei a utilizá-lo muito além de ver os eventos que estavam ocorrendo. Uma vez que estava com todo planejamento redondinho, e os destinos já colocados em nosso GPS. Porém, neste app você pode checar no mapa todas as vinícolas, locais para degustação, opções gastronomicas de compras e assim por diante bem como checar eventos correntes, futuros, previsão do tempo entre outras opções. Além disso existe também um App similar para o Sonoma County 

App iPhone Napa Valley

 

Como era altíssima temporada e não estávamos dispostos a pagar mais de 200 USD por diária para ficar no coração do Napa Valley, acabamos nos hospedando no Hotel Sheraton Sonoma County, um hotel 4 estrelas em Petaluma à cerca de 40 Km do Napa Valley e onde pagamos metade do preço do que pagariamos em algo de padrão similar no Napa Valley.

Sheraton Sonoma County em Petaluma

 

Uma pergunta que surgiu no início do planejamento desta viagem foi: Quando é a melhor época do ano para se ir ao Napa Valley?”

Fotografias expostas em pupitres no Showroom da Chandon mostrando as diferentes estações no Napa Valley

 

Tomando por base nossa primeira experiência enoturística no Rio Grande do Sul    a melhor época é justamente quando ocorre a colheita. Na dúvida entre viajar em Agosto ou final de Outubro fiz as seguinte conta: Como havíamos pego a colheita das uvas no RS em Fevereiro. A colheita no Hemisfério Norte, segundo raciocínio lógico deveria aconteceria 6 meses mais tarde, ou seja em Agosto/Setembro. Pois bem normalmente acontece assim. Porém não foi o que aconteceu neste ano.

Parreira frutificando

 

Enfim, de qualquer forma a beleza do vale é marcante em qualquer época do ano, mas é sem dúvida mais memorável durante a época da colheita, quando as vinícolas estão em plena produção, e isso geralmente ocorre entre os meses de Agosto e Outubro.

Uvas de Pinnot Noir mudando de cor

 

Outra época interessante para se visitar o vale é na primavera, quando as flores de mostarda entre os vinhedos estão em plena floração e é nesta época que os vinhedos começam a ganhar vida novamente. Além disso, ainda é baixa estação, o que significa que você vai encontrar menos tráfego e menos gente nas vinícolas e restaurantes, e preços melhores para os hotéis.

Zínias Floridas no Jardim de entrada da Mumm Napa

 

O inverno por sua vez é romântico e nada combina melhor com o inverno do que um bom Foundue e Vinho ou Queijos e Vinhos. Além disso, é nesta época que se conseguem as melhores tarifas nos hotéis, porém as videiras nesta época estão estão dormentes e costuma chover bastante.

Queijos e Vinhos.. Tem algo melhor do que isso?

Temperatura e Precipitação no Napa Valley

 

Foi engraçado, mas quando fizemos nossa reserva o preço era mais alto do que foi de fato debitado no cartão de crédito. Depois descobrimos que pelo fato de a colheita ter atrasado e muitas pessoas cancelado suas reservas o hotel tinha baixado o preço da diária. Me pergunto se isso tivesse acontecido no Brasil eles iriam baixar o preço da diária da reserva já utilizada?

Área de Piquenique na Vinícola V. Sattui

 

Horários de Funcionamento das Vinícolas / Degustações:

A maioria das vinícolas abrem diariamente das 10:00 às 17:00 (algumas delas têm horário estendido durante o verão, e a maioria delas fecham nos principais feriados). As degustações são quase sempre pagas e variam bastante de vinícola para vinícola. E ao contrário de nossa experiência no RS não conferem desconto algum na compra de algum vinho. Para as degustações em boa parte dos casos não é necessário reserva alguma.

Degustação no Oak Terrace Mumm  Napa

 

Quanto aos Tours pelas vinícolas:

 Quase todas as vinícolas oferecem tours diários, estes geralmente acontecem no início da manhã ou no início da tarde. Nestes tours você terá a chance de acompanhar todo o processo de vinificação, desde a parte da enxertia e colheita das uvas, passando pelo processamento e fermentação do mosto e a maturação do vinho em barris de carvalho.

Envelhecimeno vinhos Rubicon Estate Winery

 

Os tours variam bastante de vinícola para vinícola e de uma forma geral você consegue fazer 2 no máximo 3 a cada dia. Além disso prepare o bolso, alguns são gratuitos como o primeiro tour do dia na Mumm Napa às 10:00 (sem degustação). Porém chegamos a pagar 75 USD por pessoa no tour da Rubicon Estate. Apesar do valor bastante salgado, tenho que dizer que valeu à pena cada centavo. Para aquelas vinícolas que você realmente pretende visitar é altamente recomendável fazer a reserva dos Tours com antecedência via Internet ou Telefone. Principalmente em época de férias, Finais de Semana e nos Feriados prolongados.

Tanques em Aço Inox, na Domaine Chandon 

 

Quanto às compras de vinhos:

Em nosso caso, por estarmos residindo temporariamente nos EUA, seria interessante fazer parte do que eles costumam chamar de “Winery Clubs”. De forma que você paga um determinado valor e mensalmente ou a cada 2 meses ou ainda semestralmente a vinícola envia para seu endereço alguns de seus melhores vinhos diretamente para sua casa.

Vinhos Premium da Vinícola V. Sattui

Porém, como os EUA é um país de contradições, onde você pode comprar uma arma aos 16 anos, mas não pode beber antes dos 21, é muito importante antes de sair comprando vinhos é verificar as regras sobre o transporte para casa. Por causa da absurda e sempre flutuante lei que, supostamente servem para proteger o negócio dos vinicultores e distribuidores de vinho, o transporte de vinhos de outros estados para o estado que você reside é limitado pelas normas que variam para cada um dos 50 estados dos EUA. Lembrando ainda que estas regras também variam de acordo com a vinícola em questão.

Lista de Estados Elegíveis e Inelegiveis aos Winery Clubs

 

Para evitar aborrecimentos é interessante, conversar com as vinícolas e se informar com as companhias transportadoras antes de comprar. É tecnicamente ilegal você enviar a caixa de seu próprio vinho através do correio dos EUA, caso seu estado esteja nesta lista. Quanto ao envio de vinhos aos exterior eu realmente não sei qual seria o procedimento exato porém neste Post no Blog da Maryanne do Hotel Califórnia tem várias dicas interessantes. Lembrando que com as novas regras da receita federal para bagagem pessoal é possivel entrar com até 12 litros de vinhos no Brasil. Moral da história não compramos nenhuma garrafa de vinho no Napa Valley a não ser os espumantes que levamos para Yosemite e San Francisco.

Étoile Tete de Cuvée – O Melhor Espumante produzido pela Domaine Chandon

 

Locais Interessantes para conhecer pelo Napa Valley:

Placa na US 121 na chegada ao Napa e Sonoma Valley

 

Carneros

Carneros pode ser considerada a porte de entrada do Napa Valley, devido às condições de clima e solo especiais desta região o local é considerado ideal para a produção de uvas Pinot Noir e Chardonnay essenciais para a produção de vinhos espumantes. Por sinal este foi o primeiro terroir reconhecido como (AVA) no Napa Valley/Sonoma. Em nossa opinião a região mais bonita do Napa Valley

 

Escultura do Artista Gordon Huether na Artesa Napa na AVA Carneros

 

Nesta AVA visitamos:

Outra vinícola de destaque nesta AVA que certamente merece uma visita é a Filial Espanhola Freixenet que está tecnicamente em Sonoma County mas que não chegamos a visitar.  ‎

  

Napa

O Centro de Napa tem uma série de atividades e opções enogastronômicas e diversas opções de “Wine Tastings” para seus visitantes, principalmente concentradas no centrinho da cidade e perto Centro de atenção ao turista.  Além disso o Oxbow Market, um destino gastronômico interessante que lembra o  famoso San Francisco Ferry Building Marketplace.

Oxbow Market

 

 Ainda em Napa, para aqueles que gostam de compras existe o Napa Premium Outlets, que nem chegamos a conhecer afinal de contas vivemos em um estado Tax Free , mas que segundo o site tem lojas como, Banana Republic, Gap, Calvin Klein, Coach, Kenneth Cole, Tommy Hilfiger entre outras.

Interior do centro de atenção ao visitantes em Napa

 

Um hotel interessante para se cassifar em Napa é este aqui  

  

Yountville

Praticamente tudo encontra-se ao longo da rua principal (Hgw 29), polvilhada com lojas e restaurantes e hotéis. Por sinal na minha opinião, por estar no meio do Vale, esta região é a melhor base para explorar o vale. Por sinal se você puder cassifar recomendo este hotel  

AVA Yountville em Napa Valley onde se encontra a Domaine Chandon

 

Na AVA Yountville visitamos:

 

Oakville

Seguindo mais para o norte pela Hwy. 29 você passa pela no cruzamento da Oakville Street pelo famoso Oakville Grocery Co., mas que não chegamos a parar para conhecer. Mas é citada em diversos guias que consultei tanto impressos quanto online.

AVA Oakville, foto tirada na Mumm Napa, a qual fica quase na divisa Rutherford/Oakville na Silverado Trail

 

Em Oakville fica a tradicional vinícola Robert Mondavi,   que a Mirella do Mikix ,  o Gustavo do Viajar e Pensar  e a Adriana do Área de Jogos da Adri chegaram a conhecer .

Outra opção que me parece  interessante é conhecer a vinícola Opus One,   que o Gustavo do Viajar e Pensar conheceu no mesmo dia que visitou a Robert Mondavi .

 

Rutherford

Quando você menos perceber já estará em Rutherford, a próxima micro-cidade ao longo da Hgw 29. Rutherford é famosa suas várias vinícolas. E foi ali que almoçamos no primeiro dia de nossa estada no Napa Valley.

Paisagem na AVA Rutherford Napa Valley

 

Na AVA Rutherford Visitamos:

Outra vinícola que valem à pena conhecer nesta AVA é a Grgich Hills Winery, uma vinícola relativamente nova de descendentes de croatas mas que foi bastante recomendada pelo centro de visitantes. Além disso, conforme a Maryanne do Blog Hotel Califórnia publicou na época da colheita você pode realizar o sonho de pisar nas uvas durante a época da colheita. 

  

Santa Helena

Seguindo em direção ao norte chegamos a Santa Helena, onde gostaria de ter tido tempo para visitar a vinícola Beringer,  uma vinícola fundada por imigrantes alemães em 1876, que desde 2001 faz parte dos locais históricos tombados dos EUA.

Vinhas na região norte do Napa Valley 

 

Calistoga

Esta é a última cidade turística ao Norte do Napa Valley e é marcada por características geológicas interessantes relacionadas ao vulcanismo do vulcão Mt. Helena, onde podemos encontrar um Geyser, uma floresta de Sequóias petrificadas e até mesmo banhos termais e tratamentos de beleza com lama de origem vulcânica

Disco de sequóia petrificada

 

Nesta região visitamos:

 

Outras Atividades

Ainda durante nossa estada no Napa Valley ainda tivemos a agradável confirmação de uma visita técnica à uma tanoaria, onde no terceiro dia antes de seguirmos viagem para o Parque Nacional de Yosemite tivemos a chance de conhecer como os barris de carvalho utilizado pela indústria vinícola são produzidos.

 Barris passando pela tosta, na Tanoaria Demptos

 

Outro passeio que deve ser muito interessante de se fazer pelo Napa Valley são os passeios de balão, estes geralmente saem de Yountville/Oakville e Rutherford e custam à partir de 200 USD por pessoa.

 Castello di Amorosa em Calistoga / Napa Valley

 

Espero que com esta série sobre o Napa Valley tenha conseguido levar vocês para viajar com a gente. Ou pelo menos ter deixado vocês com vontade de conhecer pessoalmente o local e desta forma ajudar no planejamento de viagem de vocês.

Mercado Italiano e sua variedade de Queijos na V. Sattui

 

Para facilitar a vizualização das vinícolas e das atrações que comentei ao longo destes 11 Posts sobre o Napa Valley criei um Mapa no Googlemaps para ajudar no planejamento de quem pretende visitar esta região. Aqueles lugares que visitamos e que estão publicados na forma de Posts aqui no MauOscar estão com o logo do Blog. Aqueles com a taça são outras vinícolas que gostariamos, caso tivessemos mais tempo ter tido a chance de visitar. Enfim basta seguir a legenda. Tin-Tin

Clique no Mapa para ir para o Googlemaps

Aqui você também encontra um Mapa em PDF com todas as vinícolas do Napa Valley 

Reportagens Úteis:

Vinícolas da Califórnia no Uol Viagem (Port)

Napa Valley no The New York Times (Ingles)

Sonoma Valley no Lonely Planet (Ingles)

 

Todos os Posts da Série Napa Valley: 

 Napa Valley – Os melhores dos vinhos dos EUA estão aqui!! 

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Carneros

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Chandon 

 Vinícola V. Sattui em St. Helena – Napa Valley

 Espumantes de Napa Valley – Mumm Napa 

 Vinhos Napa Valley – Vinícola Artesa

 Vinhos Napa Valley – Rubicon Estate e os Vinhos de Francis Ford Coppola 

 Vinhos Napa Valley – Castello di Amorosa

 Visitando uma Floresta de Sequóias Petrificadas

 Tanoaria: Como os Barris de Carvalho são Produzidos

  

  

Posts Relacionados:

 Highway 1 na California: De San Francisco até Santa Cruz

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes 

 Bento Gonçalves Capital Brasileira dos Vinhos

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

 

About these ads

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Categorias América do Norte, Califórnia, Estados Unidos, Napa & Sonoma Valley

Author:MauOscar BlogdeViagens

Blog de Viagens de dois expatriados brasileiros que adoram viajar, fotografar e compartilhar experiências pelo mundo Já moramos no Brasil, Alemanha, Cingapura, Estados Unidos e agora estamos morando em Auckland na Nova Zelândia

84 Comentários em “Guia Vinícolas Napa Valley EUA”

  1. 05/11/2010 at 12:33 #

    Obrigada pela citação. Parabéns pelo excelente guia repleto de informações importantes, que são super úteis pra quem vai pra Napa. Vou colocar um link lá no meu blog OK?
    Um beijo, Maryanne

  2. Mauoscar
    05/11/2010 at 12:41 #

    De nada :D

    Por sinal você ainda esta fazendo aqueles tours para o Napa Valley.. Ia colocar uma notinha sobre isso nesse Post mas não tinha certeza
    Bjo

  3. 05/11/2010 at 13:41 #

    Nossa, isso não é um post, esta série é praticamente um guia inteiro! Vou deixar “anotado” e voltar para ler com calma depois (agora tá corrido), seus textos sempre valem a pena pois são super instrutivos! Ano que vem quem sabe vou conhecer os EUA. Planejando… ;)

  4. Mauoscar
    05/11/2010 at 13:47 #

    Oi Simone

    Obrigado pela visita… Espero que voce goste deste Post :D Deu um trabalho danado.. Estava com ele redondinho para publicar e na hora que mandei postar as fotos e os Links sumiram.. tive que fazer tudo de novo.. praticamente 3 horas perdidas refazendo o que ja tinha dado um trabalho danado!!!
    Mas agora funcionou..
    Bjs

  5. 05/11/2010 at 16:37 #

    que maravilha!!! Já bookmarquei, definitivamente! Adoravel, completissimo, baita serviço. Quero MUITO fazer esse roteirão ;)

    • Mauoscar
      05/11/2010 at 21:17 #

      Oi Mari

      Obrigado pela visita :D
      Que legal saber que você gostou.. Estou esperando para ver os seus Posts de Mendoza.. Temos que fazer as vinícolas do Chile e Argentina tb :D
      bjs

  6. 06/11/2010 at 08:45 #

    guia completíssimo! estou planejando ir pra Napa em Julho de 2011. ótimas dicas!

    • Mauoscar
      06/11/2010 at 22:19 #

      Adriana

      Tenho certeza que você não irá se arrepender… Bem se fosse la hoje com a experiencia que tivemos recomendaria ficar pelo menos 2-3 dias… Claro que se isso não for possivel ainda sim voce terá ótimas experiências!!
      Bjs

  7. 08/11/2010 at 15:11 #

    Olá Oscar, adorei!!! Meu cunhado mora no Texas e estava louco para conhecer Napa.Ele vai adorar este guia, super completo! Parabéns! Beijos

  8. Mauoscar
    09/11/2010 at 12:04 #

    Obrigado Pela visita Angela :D
    Se ele tiver alguma dúvida fala para ele entrar em contato..
    Bjos

  9. Eymard
    25/04/2011 at 21:59 #

    Oscar, realmente um belo trabalho sobre a Regiao.
    Quanto aos vinhos para o Brasil, cada pessoa pode despachar (bagagem acompanhada) ate 12 litros (o que dá mais de 12 garrafas – cada garrafa tem 750 ml, como regra). A questao é que essa regra está DENTRO da cota de 500 dólares. Ou seja, pode-se trazer até 12 litros de vinho, desde que esteja dentro do limite de gastos. O que exceder, a pessoa deve declarar para pagar os impostos sobre o excedente.

    • MauOscar
      26/04/2011 at 20:54 #

      Eymard

      Foi um prazer conhece-lo pessoalmente no Brio em NY.. Infelizmente tivemos muito pouco tempo para conversar..
      Obrigado pelo elogio.. Gostamos muito desta região.. Talvez vamos acabar voltando para fazer outras vinícolas que não visitamos principalmente em Sonoma caso voltarmos à California..
      Obrigado por estas informações elas serão muito úteis aos outros visitantes..

      Abraço

  10. Dagmar
    07/09/2011 at 16:10 #

    Olá! Descobri vcs através do Riq e estou viciada neste blog, rsrsrsrs. Ainda mais na fase de planejamento de nossa viagem por SF + LA e terminando com Vegas. Queria saber se os custos são muitos altos para as visitas/degustações e refeições, pois nosso orçamento é mais econômico. Iremos na segunda quinzena de fevereiro. Se puderem dar um help, agradeço!!! Abs, Dag

    • MauOscar
      07/09/2011 at 20:22 #

      Dagmar

      Obrigadop pela visita e pelo comentário
      Como diz o Riq viajar é viver um pouco além de suas posses.. Acho que sempre é possivel se adaptar a viagem ao nosso bolso.. O fato é que as degustações nas vinícolas do Napa Valley não são muito baratas, principalmente nas vinícolas mais famosas..
      Vinicolas menores costumam ter preços mais acessíveis e vinhos bons também.. No visitor center em Napa é possivel descolar alguns coupons de descontos, depende da disponibilidade mas não custa nada dar uma passadinha lá….
      De toda forma recomendo fazer pelo menos 1 tour / degustação bom para ter uma experiencia memorável.. Se couber no seu bolso o melhor na minha opinião dentre os tours que experimentamos, foi o elevage da Rubicon Estate.. Caro é verdade mas beber vinho direto do barril de carvalho foi algo memorável.. Sem falar nos queijos que acompanhavam a desgustação…
      Dentre os espumantes o melhor na minha opinião foi o da Mumm…

      Se você curtiu nosso Blog, você pode seguir a nossa página no facebook e / ou cadastrar seu email para receber nossas atualizações via e-mail…

      Abraço

      Abraço

  11. Dagmar
    09/09/2011 at 22:05 #

    Puxa meninos, super obrigada pela pronta resposta e acho que vou deixar de beber uns vinhos nos nosso inverno aqui, para poder beber os de lá, kkk. Amei as dicas e sigo devorando os demais posts da Califórnia, que aliás, sou obrigada a confessar que me emocionei sobre o post das sequóias – demais. Eu como uma ex-futura bicho do mato, amei, agora sou obrigada a adicionar um dos parques no trajeto! Parabéns!! E a medida que for lendo, talvez precise de mais dicas, se não se importarem, é claro. Um ótimo finde! Bjsk

    • MauOscar
      12/09/2011 at 10:21 #

      Dagmar

      Obrigado :D Precisando de alguma coisa que possa ajudar estamos à disposição!! :D
      Bjs

  12. silmara
    26/09/2011 at 17:14 #

    Vc sabe qual dessas sao de familia italiana?

    • MauOscar
      26/09/2011 at 20:46 #

      Silmara

      Várias delas são.. Dentre as que visitei creio que a V.Sattui, Castello di Amorosa (ambas do mesmo dono) e a do Coppola

  13. 21/11/2011 at 09:43 #

    Ola, precisaria saber si para Viajar a São Francisco preciso tirar Visa???saindo de Brasil?

    • MauOscar
      21/11/2011 at 09:49 #

      Natália

      Independentemente de onde você sair.. Se você for cidadã brasileira, irá necessitar um visto para entrar nos EUA.. Apenas os cidadãos destes 36 países não necessitam de visto para ingressar em solo americano.

  14. Beatriz
    27/12/2011 at 13:23 #

    olá

    Quero parabenizar o seu bolg , pois nos ultimos meses estou lendo sobre Napa e o de vcs é disparada o melhor. Como vou com um casal de amigos que um não bebe , tenho uma pergunta , posso entrar nas vinicolas sem fazer degustação , apenas para conhecer? Eu faço a degustação e eles passeiam? obrigada e mais uma vez parabéns.

    • MauOscar
      27/12/2011 at 19:55 #

      Beatriz

      Depende muito da vinicola.. Algumas tem a opcao de fazer apenas o tour, outras combinam o tour com a degustacao.. Quando visitamos o Napa Valley como estavamos de carro faziamos o seguinte.. Faziamos a degustacao e quem era o motorista do dia apenas experimentava um golinho e o outro fazia a degustacao completa e ainda matava 80% da outra degustacao… Para duas tres vinicolas no dia o esquema funciona muito bem…

      Abraco

      Oscar

  15. ROSARIA LOBO
    24/01/2012 at 11:38 #

    Já li e reli os posts sobre o roteiro Napa Valley. E ainda pretendo vasculhá-los ainda mais. Quanta informação boa! Parabéns e obrigada por compartilhar conosco essas experiencias.

    Meu marido, meus dois filhos (15 e 12 anos) e eu vamos p/ a Califórnia em julho de 2012 e pretendemos passar pelas vinículas, mas, como vamos estar com aborrecentes, estamos pensando em passar apenas 1 dia e voltar para SF depois. Para não termos problemas ao dirigir, também estamos pensando em fazer o passeio por excurção, embora saibamos que o aproveitamento é bem menor.

    Sendo assim, gostaria que nos ajudassem na indicações das melhores vinículas para se passar o dia (como li no blog, dá p/ fazer no máximo 3, né?), onde almoçar e se há alguma indicaçao de quem faz esses tours pelas vinículas.

    Obrigada pela ajuda desde já e parabéns mais uma vez pelo blog.

    Abraços,

    Rosária

    • MauOscar
      02/02/2012 at 09:12 #

      Rosaria

      Primeiramente mil desculpas pela demora em responder a seu comentário.. Estávamos viajando nos últimos dias e por isso não te respondo antes..
      Bem como falo nos posts você consegue fazer cerca de 2 tours por dia e uma passada sem tour por outra 1-2 vinícolas..
      da para fazer um tour no final da manha e outro no final da tarde.. Nesse caso a escolha da vinícola a ser visitada depende mais do que você pretende ver e experimentar do que qualquer outra coisa.. Se eu tivesse apenas um dia no Vale, com base na experiência que tivemos la eu visitaria a Mumm para espumantes e a vinícola do Coppola. esta ultima se você estiver disposta a pagar o tour elevage com direito a degustação de vinhos direto do barril com alguns queijos.. O tour e carinho, vale a pena, mas uma ótima alternativa é a vinícola Artesa em Carneros..
      Para almoçar existem diversas opções, para diferentes bolsos.. Os melhores restaurantes da região estão concentrados na região de Yountville.. Para um lanche rápido recomendo a vinícola V. Satuii.. O sanduíche de porco desfiado é uma delicia..

  16. ROSARIA LOBO
    02/02/2012 at 18:57 #

    Olá!

    Obrigada por me responder com tanta presteza. São poucos os q se dispõem a dar informações dessa maneira. É um prazer passar pelos posts de vcs.
    Meu marido não curte espumantes. Sua preferencia é pelas uvas Cabernet Sauvignon. Vou reler os posts para me situar melhor. Já havia me interessado pela vinícula do Coppola. Valeu a indicação de onde ficam os melhores restauramentes.
    Abraços,
    Rosária

    • MauOscar
      02/02/2012 at 19:34 #

      Rosaria

      Se o seu marido gosta de Carbernet Sauvignon então procure visitar as vinícolas na AVA Rutherford e St. Helena.. Esses terroirs produzem alguns dos melhores cabernets do Napa Valley. Não chegamos a visitar todas as vinícolas que gostaríamos.. Mas dentre as “famosa” por seus cabernets sauvignon no Napa Valley temos a Beringer, a Beaulieu Vinneyards, Franciscan Estate (Adoramos o Chadonnay deles) e obviamente a Rubicon Estate ( Vinicola do Copolla).
      Se vocês forem visitar uma destas vinícolas que não estão aqui no Blog e quiserem escrever um Post convidado ele será muito bem recebido..

      Abraço

  17. ROSARIA LOBO
    04/02/2012 at 21:26 #

    Valeu muitíssimo as indicações de onde devemos passar o nosso dia em Napa e quais as vinículas mais interessantes p/ nosso gosto. Com certeza, na volta, quase início de agosto, passarei por aqui para dar o nosso recadinho falando onde realmente fomos e do que mais gostamos.
    Se não se incomodarem, quando forem surgindo dúvidas, voltarei c/ minhas perguntinhas básicas de viajante de primeira viagem p/aquelas bandas, ok? Agora estamos às voltas c/ a escolha dos hoteis em SF e depois SD, LV e LA.
    Um grande abraço,
    Rosária

    • MauOscar
      07/02/2012 at 08:57 #

      Rosaria

      Fique a vontade sempre.. :D

      Abraço

      Oscar

  18. Jussara
    15/02/2012 at 13:04 #

    Planejando nossa viagem para San Francisco em março li e reli todos os posts sobre a cidade e Valle do Napa. Por isso mesmo, listei as vinícolas que gostaríamos de visitar, mas estamos num impasse: a locomoção. Se alugarmos um carro, caimos no velho problema de dirigir após degustar os vinhos. Eu e minha amiga adoramos vinho e nenhuma das duas que ir para o sacrifício. Os tours organizados, além de caros vão a vinícolas já pré escolhidas. Pensamos, ainda, em pernoitar em uma das cidades, mas a volta para o hotel tb exigiria um táxi, né?Não sei se estou querendo demais, mas, pelo que vc pode observar, é possível utilizar taxis entre Napa e as vinícolas? Pergunto isso pq é possvel usar transporte público até Vallejo e entre as diversas cidades do Valle.
    Obrigada e parabéns pelos textos, fotos e por compartilhar conosco.

    • MauOscar
      15/02/2012 at 14:42 #

      Jussara

      Infelizmente ou você tem um designated driver no seu grupo, ou contrata um motorista ou tem que cair no esquema de grupos de excursão..
      Não reparei nenhum serviço de taxi nas vinícolas.. Acho que de Napa até as vinícolas você ate consegue ir de Taxi, o problema mesmo fica por conta do retorno e da ida de uma vinícola para a outra.

      Vc ja viu esse Post?

      http://hotelcaliforniablog.com/2009/02/20/motorista-particular-pro-seu-passeio-em-napa/

      Abraço

      Oscar

  19. Jussara
    15/02/2012 at 15:53 #

    Pois é, Oscar, não vejo saída senão fazer o esquema de um só dá uma bicadinha e o outro aproveita. Eu vi sim o post da Maryanne, tenho acompanhado tudo que ela escreve. Aliás, sou leitora assídua do VnV e através do site do Riq me sinto bem próxima de todos vocês. É que quase não comento pq diante de tantos experts… Só mesmo quando viajo e acho que posso dar alguma contribuição.
    Voltando ao meu “problema”, (que bom se todos os problemas fossem relativos a um planejamento de viagem) é que gostaríamos de fazer tudo no nosso ritmo, conhecer as pequenas cidadezinhas como Santa Helena e Napa, enfim…
    Mais uma vez, obrigada, anotei muita coisa dos relatos de vocês.
    Um abraço e espero poder precisar de buscar mais dicas por aqui em outras viagens.

    • MauOscar
      16/02/2012 at 14:17 #

      Jussara

      Infelizmente não pude ajudar muito na sua dúvida.. Mas passamos por isso também e a estratégia da bicadinha funcionou.. Só lembre de tomar um bom café da manhã antes de começar o tour etílico..
      Fique a vontade para voltar sempre.. Quais vinícolas você estava pensando em visitar?

      Bjs

  20. Jussara
    16/02/2012 at 14:48 #

    Eu gostaria de conhecer a Beringer que o Riq visitou, a Rubicon do Coppola que vc tão bem descreveu e a V.Sattui, já de olho naquela infinidade de queijos e pensando em fazer um super picnic apreciando a paisagem. Acho que duas ou no máximo três vinícolas está de bom tamanho. Teremos 07 dias em San Francisco e apenas um deles será dedicado ao Napa Valley.
    Agora me dei conta que as três vinicolas são em Sta Helena.
    E, é claro que ajudou, seus posts são uma tremenda fonte de informação.
    Será que um dia terei uma lista de lugares visitados do tamanho dessa aí à direita?
    bjs
    Jussara

    • MauOscar
      16/02/2012 at 14:57 #

      Jussara

      Ótimas escolhas.. A Beringer estava nos meus planos também.. Eles são uma das vinicolas mais antigas da região e produzem ótimos Cabernets Sauvignon (um pouco amadeirados é verdade) mas muito bons..
      A Rubicon Estate é fantástica.. Se tiveres a chance faça o Elevage Tour para provar os vinhos diretamente do Barril é uma experiência incrivel..

      Na v. Sattuii se eles tiverem o Pulled Pork BBq não deixe de provar.. So de lembrar já fiquei com água na boca..

      Quando voce voltar e quiser escrever suas impressões sobre a Beringer elas serão muito bem vindas :D

      Bjs

  21. Jussara
    17/02/2012 at 14:23 #

    Espero que nossos planos sejam bem sucedidos. Pode deixar que volto para contar, vai ser muito legal pode compartilhar. Mas, talvez eu ainda perturbe lá nos posts sobre San Francisco.
    Bjs

    • MauOscar
      17/02/2012 at 14:27 #

      Jussara

      Legal!!
      Precisando alguma coisa é só falar..

      Bom Carnaval :D

  22. 24/03/2012 at 19:08 #

    Oscar,

    maravilhosa sua abordagem s/ Napa Valley. Estou indo na 2a. quinzena de julho com minha filha de 11 anos, entendo que para ela não será muito interessante, assim terei só 1 dia. Poderia me indicar o que é imperdível, quero muito fazer uma degustação , adoro espumantes e vinho tinto. O difícil é que meu ingles é bem básico , vai atrapalhar?

    Vi num blog a vinícola Viader, o visual parece lindo, vc conhece?

    Obrigada,
    Solange

    • MauOscar
      25/03/2012 at 18:27 #

      Solange

      No seu caso com apenas 1 dia no Napa Valley recomendo você começar o dia com uma degustação de espumantes (Logisticamente a Chandon é a melhor opção) e depois fazer o Tour Elevage da Rubicon Estate (Se entender um pouco de vinhos)..
      Bem infelizmente não tivemos tempo para visitar todas as vinicolas que gostaria de ter visitado.. Esta vinicola Viader eu nunca havia ouvido falar.. O ingles pode oferecer certa dificuldade para entender plenamente o conteudo do tour.. Mas se voce esta em busca de um visual lindo recomendo ir na Artesa.. Além disso os vinhos deles são excelente.. Nesse caso a degustação dos espumantes mais viavel logisticamente é a Domaine Carneros ou ate mesmo a Freixenet..

      Abraço

      • 31/03/2012 at 17:35 #

        Oscar,

        Lendo com mais calma tudo q vc escreveu sobre as vinícolas, acho que sairei de SF e dormirei uma noite em NAPA ! Só preciso de uma ajuda……qual o trajeto mais viável p/ continuar a viagem : SF /NAPA /VALLEJO (SIX FLAGS) /MONTEREY ou SF / VALLEJO / NAPA MONTEREY?

        Obrigada,
        Solange

        • MauOscar
          03/04/2012 at 09:10 #

          A ordem dos fatores não necessariamente alteram o produto.. Eu faria SFO/VALLEJO//NAPA/MONTERREY sendo que iria até Monterrey pela Highway 01

  23. Jussara
    02/04/2012 at 17:02 #

    Oscar, voltei para agradecer todas as dicas postadas aqui e que muito ajudaram um trio de amigas em seus 08 dias em São francisco(17/3 a 24/03), principalmente em nossa visita ao Napa Valley.
    Decidimos por alugar um carro e, excluindo o tour na vinícola de Coppola, só duas bebiam. Por falar nesse tour, foi sensacional. Fomos numa quarta, dia incrivelmente tranquilo, o que nos rendeu um tour particular. Maravilha! A degustação foi muito interessante (somos principiantes, mas curtimos demais). O local é maravilhoso, mas isso vc já sabe. Foi muito legal apreciar ao vivo as paisagens retratadas nas suas fotos.
    Queria muito poder contribuir com mais informações sobre a Beringer, mas paramos lá rapidamente pq tinhamos apenas um dia para conhecer o Vale e, ainda aproveitar no finzinho da tarde o famigerado outlet (mulheres, né). Assim, só conhecemos um pouco da casa e exploramos a loja de vinhos (compramos um tb para apreciar no quarto do hotel mais tarde). As guloseimas compramos na V. Sattui. O dia estava maravilhoso.
    Bom, tenho certeza que voltarei mais vezes por aqui diante da incrivel relação de viagens listadas à direita.
    Beijos
    Jussara

    • MauOscar
      03/04/2012 at 09:14 #

      Jussara

      Fico extremamente feliz em saber que os Posts aqui do Blog ajudaram vocês a fazerem uma viagem legal que ficará para sempre guardada como uma ótima lembrança.. Fique a vontade para voltar sempre. Só o fato de você ter voltado aqui depois da viagem para dar um feedback já fez eu ganhar o dia..

      Bjs

  24. Jussara
    06/04/2012 at 05:02 #

    Era o mínimo depois de ter aproveitado toda a sua experiência a nosso favor. Acrescentando, fomos até Carmel, num bate e volta e adoramos. Visitamos Sausalito e as house boats.tiramos fotos incríveis. NO momento, estou namorando New Orleans nos seus posts. Quem sabe será a próxima viagem. Bjs

    • MauOscar
      25/04/2012 at 08:09 #

      Jussara

      Tenho certeza que voce irá adorar :D

  25. 01/07/2012 at 18:35 #

    Oscar,

    faltam só 15 dias p/ chegar em S.F. !! e vc me ajudou muito a fazer o roteiro, agora tão perto resolvi checar o preço aqui em SP dos vinhos californianos e além de caros temos poucas opções.
    Gostaria de comprar lá alguns principalmente da uva ZINFANDEL que nunca experimentei, mas me informaram q mesmo nas vinícolas tb não são baratos. Onde poderia comprá-los então? tem algum mercado por lá que venderia das vinícolas que li no seu post?

    Grata,
    Sol

    • MauOscar
      05/07/2012 at 09:48 #

      Sol

      Nas vinícolas você encontra vinhos para todos os gostos e bolsos.. Bem nós acabamos não comprando vinhos na califórnia, pois quase sempre viajamos apenas com bagagens de mão dentro do EUA.. Nós sempre compramos vinhos com ótimos preços no Costco (uma espécie de Sams Club aqui nos EUA).Eles sempre tem uma ampla variedade, e como são os maiores compradores de vinhos dos EUA e provavelmente do mundo conseguem ótimos preços.. O único problema é que para comprar lá você precisa ser sócio e pagar uma anuidade de 50 USD, dependendo do que você pretende comprar nos EUA, pode valer a pena conhecer e considerar em se associar.. Para dizer a verdade o Costco é uma das minhas lojas favoritas dos EUA…
      A vantagem é que na Califórnia você encontra vinhos para vender ate mesmo nas farmácias.. Então, neste caso, recomendo você visitar alguns supermercados para comprar seus vinhos.. Um lugar que você certamente encontra uma ótima seleção de vinhos é no Whole Foods Market

      Espero ter ajudado..

      Bjs

  26. 08/07/2012 at 11:20 #

    Ajudou e muito ! entrei no site Whole Foods Market que maravilha.
    Tks.
    Sol

    • MauOscar
      08/07/2012 at 14:17 #

      Sol

      Legal.. Uma pena que aqui em Delaware e Pennsylvannia, supermercado não pode vender alcool..
      O mais engraçado é que semana passada na Georgia, fomos ao Whole Foods e encontramos o Pinot Noir da Artesa, uma das vinicolas que visitamos em Napa, na hora de passar no caixa fomos informados que não poderiamos comprar pois era domingo antes do meio dia.. Esse país tem cada coisa… Felizmente na Califórnia não tem dessas coisas..

  27. clovis
    14/08/2012 at 21:33 #

    Belo trabalho – aliviou-me
    dias de pesquisa !!Obrigadão-Clovis

  28. Luciana Freire
    08/09/2012 at 11:07 #

    Parabéns Oscar! Seu blog é maravilhoso!
    O roteiro e dicas d Napa estão sensacionais, rico em detalhes preciosos fazendo com q a minha viagem tb no estilo” free and easy” saia perfeita. Vou em OUT e estou planejando cada detalhe pra fechar redondinho! A viagem já começa aqui!
    Obrigada!
    Luciana Freire

    • MauOscar
      09/09/2012 at 00:01 #

      Luciana

      Outubro é uma época excelente para visitar o Napa Valley.. Espero que estes posts ajudem a sua viagem a ser ainda mais inesquecível :D Volte sempre

  29. 23/11/2012 at 17:26 #

    Adoramos as dicas! Mesmo no Thanksgiving conseguimos visitar a V Sattui e o Castello di Amorosa, muito bacana!

    • MauOscar
      26/11/2012 at 03:48 #

      Ana

      Que delicia visitar o Napa Valley.. Apesar delas não terem sido digamos as vinícolas mais legais.. Curtimos o ambiente e principalmente o nosso almoço no V. Satuii

      Bjs

  30. Mário
    11/12/2012 at 13:55 #

    Oscar,

    Belíssimo post. De cabo a rabo, um resumo com muitos detalhes! Com certeza a melhor postagem sobre Napa na internet.

    Obrigado pela ajuda.

    • MauOscar
      05/01/2013 at 04:05 #

      Mário

      Obrigado pela visita e pelos elogios

      Abraço

  31. Joelson
    08/04/2013 at 07:17 #

    Achei bem legal suas dicas e gostaria de algumas sugestões suas. Estou indo para Napa em Maio/2013 só que poderei ficar lá somente 1 dia. Eu estava pensando em visitar 1 vinícula com espumantes e 1 de vinhos tintos e brancos (especialmente Pinot Noir) com degustação. Qual vc recomendaria ? Obrigado Joelson dos Passos

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      10/04/2013 at 01:25 #

      Joelson

      Bem neste caso recomendo você explorar algumas das vinícolas localizadas em Carneros onde as uvas da casta Pinot Noir é plantada.. Para os Espumantes minha sugestão é a Domaine Carneros by Tattinger ou até mesmo a Freixenet e para a vinicola minha sugestão é a Artesa..

      Abraço

  32. janet
    30/04/2013 at 20:34 #

    adorei seu blog,
    estou precisando de ajuda. 1 dia apenas.
    vou um dia apenas napa valley, tinha vontade de ir desgustar um espumante e ir em santa helena, na vinicola heringer… e fazer um piquinique.
    voce poderia me dar um roteiro basico? (1 vinho espumente, outra tinto na heringer, 1 piquinique, e andar de balão. seria possivel em 1 dia?

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      01/05/2013 at 20:23 #

      Janet

      Você jea tem seu roteiro pronto.. Basta escolher qual vinícola de espumantes vc quer ir.. Aqui no Blog tenho 3 recomendações.. Para o Piquenique recomendo a V. Sattui e se você fizer o passeio de balão no finalzinho da tarde ou bem no começo da manhã acredito que dê tempo para fazer tudo..

      Abs

  33. Pedro
    05/06/2013 at 14:06 #

    Olá, parabéns pelo guia.
    Quantos dias você acha suficiente para visitar adequadamente o Vale?

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      06/06/2013 at 21:27 #

      Pedro

      Essa resposta vai depender do seu interesse por vinhos.. Eu digo que no mínimo 2 ou 3 dias

      Abs

  34. Rogério
    11/06/2013 at 00:22 #

    Sensacional o seu blog. Vamos em julho/2013 em 4 famílias e todos com 2 filhos pequenos. Algo especial para esta turma ? Você conhece algum tipo de transporte que sai de San Francisco, assim podemos experimentar os vinhos durante o roteiro. Mais uma vez, parabéns e obrigado.

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      16/06/2013 at 01:45 #

      Rogério

      Eu pessoalmemte não acho o Napa Valley o lugar mais Kid-Friendly que visitei nos EUA. De toda forma algumas atividades que podem interessar a garotada é visitar a floresta petrificada, o Geyser de Calistoga, o Castelo da Vinícola Castello di Amorosa e quem sabe fazer o passeio de trem. Recomendo você entrar em contato com o concierge do seu hotel para arranjar o transporte ou entrar em contato com a Maryanne do Hotel Califórnia Blog.

      Espero ter ajudado

      Abraço

      • Rogério
        18/06/2013 at 19:58 #

        OK, obrigado pela ajuda. É complicado agradar aos pais e aos filhos. Desta vez acho que vamos ter que agradar só os pais. rs.

  35. Nigima
    27/06/2013 at 11:48 #

    Oi Oscar… estou adorando seu blog. Estou pegando todas as dicas, mas resolvi escrever para que voce me orientasse: Estaremos indo à Napa de carro para passarmos apenas um dia (como muitos outros pelo que estou vendo…). Estou com meu marido e minha filha de 10 anos e gostaria de uma degustação de espumante – não muito cara – paisagens lindas e algum lugar para degustarmos, queijos, frios, etc… Que rota eu poderia fazer e que vinícula visitar? piquenique, ar livre, belas paisagens.. me ajuda…. estaremos indo daqui a 10 dias. super obrigada!

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      27/06/2013 at 15:54 #

      Nigima

      Eu iria sugerir se for só degustação de espumante começar na Domaine Carneros, depois dar uma passadinha na Artesa (vinícola mais bonita do Napa Valley na minha opinião, mesmo que seja só para tirar algumas fotos do lado de fora), depois fazer um Pique-Nique na V. Sattui e como vcs estarão com crianças concluir a visita no Castelo di Amorosa

      Abraço e aproveite bastante a visita, depois dá uma passadinha aqui para contar como foi a experiência de vocês lá com crianças

  36. 07/08/2013 at 17:25 #

    Cara este teu post é muito bom, estava com uma dúvida sobre o Napa para um amigo, e ele resolve.

    Abraço

    @GusBelli

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      08/08/2013 at 04:44 #

      Gustavo

      Legal :D Modéstia a parte essa série de Napa é mesmo ótima..
      Preciso de tempo para fazer algo semelhante com a Nova Zelândia

      Abraço

  37. Olivia
    08/01/2014 at 10:42 #

    Muito legal!
    Qual foi a câmera fotográfica que você utilizou?

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      09/01/2014 at 04:56 #

      Olivia
      Eu atualmente tenho uma Canon 7D, na época tinha uma Sony H9

  38. 19/05/2014 at 16:02 #

    Olá! Adorei seu artigo sobre o Napa Valley!.
    Estou pesquisando para fazer uma viagem com meu marido e meu filho no Napa Valley.
    mas nossas férias só coincidem em janeiro. Você acha que é conveniente ir nesta época?
    Aguardo resposta,
    Atenciosamente, Nadjanara

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      19/05/2014 at 17:47 #

      Nadjanara
      Você pode visitar Napa Valley durante o ano todo a única coisa que e bom lembrar é que nesta época do ano as videiras estarão sem folhas e podadas

  39. Helena Hiroko
    26/05/2014 at 12:51 #

    Ola, gostei muito das suas dicas, acho que iremos fazer tudinho igual ao seu roteiro. Eita belezaaaa! Nem preciso pesquisar mais…kkkk Obrigada! Helena

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      29/05/2014 at 17:16 #

      Helena

      Acho que vc vai curtir.. :D

      Abs

  40. Carlos Machado
    29/07/2014 at 09:59 #

    Por favor, poderiam mencionar algo mais sobre uma afirmativa que colhi no texto: “Embora exista uma série de tours que levam os turistas de vinícola em vinícola,” Como não falo inglês, busco com afinco por um tour a Napa ou Sonoma Valley … e até agora não encontrei nenhum. Inclusive, me “assusta” o fato do turismo nessa importante região produtora de vinhos, não ter se desenvolvido ao ponto de ter condições para atender turistas em outros idiomas. O que conhecem no sentido e o que me sugerem. Obrigado !

Trackbacks/Pingbacks

  1. Indo do Napa Valley ao Parque Nacional de Yosemite « Mauoscar - 18/11/2010

    [...] de dois dias e meio na região dos vinhos no Napa Valley Californiano, seguimos viagem em direção ao Parque Nacional de Yosemite no Leste da Califórnia. Visitar esta [...]

  2. Explorando San Francisco na Califórnia « MauOscar - 17/02/2011

    [...] em nossa viagem pela Califórnia. Retornamos à cidade para mais 2 duas noites depois de conhecer o Napa Valley e o Parque Nacional de [...]

  3. As 5 Viagens mais Românticas que já fizemos | MauOscar Blog de Viagens - 14/02/2012

    [...] enogastronômicas. Nesta viagem de 10 dias pela Califórnia tivemos a oportunidade de explorar a melhor região produtora de vinhos dos EUA e pude realizar o sonho de conhecer o parque nacional de Yosemite e suas sequóias gigantes assim [...]

  4. Preparativos de Viagem a San Francisco - 11/08/2012

    [...] do blogueiro Oscar Rich. As fotos me fizeram sonhar. O post sobre os vinhedos do Napa Valley e o Explorando San Francisco foram os que mais chamaram minha atenção, assim como a foto da [...]

  5. Napa Valley – Romance entre Vinhos e Espumantes | Aprendiz de Viajante - 26/06/2013

    […] Para mais informações sobre Napa Valley visite o blog: http://mauoscar.com/2010/11/05/guia-napa-valley-eua/ […]

  6. Roteiro de 4 dias em São FranciscoViajoteca – Blog de Viagens - 11/06/2014

    […] 7- Se puder incluir no roteiro mais 1 ou 2 dias, a região dos vinhos de Napa Valley é uma delícia e muito romântica (mas tem que gostar de bebericar, lógico!). O Oscar publicou um post super completinho sobre a região, nesse link … […]

De vida a este blog, deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.577 outros seguidores