Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Visitando uma Floresta de Sequóias Petrificadas

0

Ao final de nosso primeiro dia no Napa Valley, depois de visitarmos algumas vinícolas seguimos em direção à Calistoga na porção norte do Napa Valley, onde além de diversas vinícolas existem duas atrações geológicas curiosas, entre elas um geyser e uma floresta petrificada.

Sequóia gigante petrificada

Como nunca tinhamos visto nenhuma destas duas coisas, essa era a oportunidade de conhecer ambas de uma única vez. Primeiramente fomos até o Old Faithful Geyser. Pois bem, chegamos ao local e pela aparência do estacionamento e do centro de visitantes o local não inspirou muita confiança. Se isso não bastasse o Geyser recebe o mesmo nome do Geyser mais famoso do mundo, localizado em Yellowstone…Pegadinha interessante uma vez que a maioria das imagens que vemos no google normalmente se refere ao Geyser do Yellowstone

Quando descobrimos o preço da atração 10 USD para ver apenas 1 geyser, quando em Yellowstone você paga 25 e tem a chance de ver mais da metade dos geysers em atividade no mundo durante uma semana, acabamos desistindo do passeio. Mas o que realmente pesou em nossa decisão em não fazer o passeio foi o fato de o local estar vazio em pleno Domingo. E a cara do único casal que deixou o local não inspirou confiança alguma.

No final das contas até deveria ter visitado o local, o Gustavo do Blog Viajar e Pensar, chegou a visitar o local para quem quiser dar uma olhadinha. Pois bem.. dali pegamos o carro e seguimos para a outra atração. A floresta petrificada de sequóias na Petrified Forest Road também em Calistoga distante cerca de 6 km.

Madeira ou Pedra?

Na chegada o local também não inspirava muita confiança, porém havia pelo menos uma meia dúzia de carros estacionados. Uma vez que já estávamos lá e tinhamos um coupon impresso da Internet com 10% de desconto resolvemos fazer a trilha assim mesmo. Até porque até onde eu saiba estes são os únicos exemplares conhecidos de Sequóias petrificadas existentes no mundo.

Madeira petrificada

 O centro de visitantes tem um pequeno museu que conta um pouco da história do local e do processo de petrificação, o qual transformou madeira e pedra ao longo de milhares de anos. Além disso o local conta com uma lojinha que vende exemplares de todos os tamanhos de pedras petrificadas, obviamente oriundas em grande parte do exterior.

Disco de sequóia petrificada

Começamos a trilha de cerca de 1 kilômetro e logo na entrada vimos um pedaço de pedra que uma vez já chegou a ser uma árvore. Na verdade essa não foi a primeira vez que via uma madeira petrificada, mas nunca havia visitado uma floresta. No prédio da Engenharia Florestal da UFPR em Curitiba existe um pedaço de madeira petrificada que eu sempre achei muito interessante o fato de podermos ver tanto os anéis de crescimento, bem como a grã da madeira. Posteriormente em uma Loja em Bali, chegamos a comprar um disco de pedra/madeira por cerca de 15 USD.

Anéis de crescimento visíveis na árvore/pedra

A trilha em si não apresenta alto grau de dificuldade, porém também não é algo muito bem conservado. Quanto ao objetivo principal as árvores petrificadas digamos que é satisfatório, porem poderia ser melhor apresentado ao público.

Floresta Petrificada em Calistoga, CA

De toda forma, em função da minha formação, visitar o local estava sendo o máximo. Mais interessante ainda era imaginar que estávamos no que um dia foi um bosque de sequóias, que por sinal há alguns milhões de anos atrás dominava a paisagem. Atualmente a paisagem é predominantemente ocupada por pinus e alguns carvalhos.

Tronco de Pinus petrificado

O processo de petrificação, cujo resultado vemos hoje se deu início à cerca de 3 milhões de anos atrás, quando o vulcão Mt. Helena localizado à cerca de 10 Km do local começou a lançar fumaça e lava. Além disso uma série de fortes terremotos devastaram a floresta de sequóias ali existente.

Casca de madeira petrificada?!

Com as sucessivas erupções tudo foi coberto por cinzas e lava das erupções que com o tempo aconteceram no local. Com o tempo esta madeira enterrada começa um processo de decomposição natural em condições bastante peculiares. Pelo fato do terreno ter uma grande concentração de silício, a água saturada em silício e oxigênio dissolvido, é transportada pela madeira e a sílica aos pouco passa a substituir as moléculas da madeira.

Sequóia Petrificada

Com o passar do tempo e uma série de condições especificas a madeira sólida impregnada de sílica, se transforma em quartzo sólido, e assim surgiu uma árvore petrificada, quero dizer uma floresta petrificada.

Madeira que virou quartzo

Os primeiros a descobrirem esta floresta petrificada e que passaram a utilizar o local foram os índios nativos americanos. Estes utilizavam estas pedra/restos de árvores para confeccionar ferramentas. Mas quando descobriram que a obsidiana vítrea era mais adequada para fazer pontas de flechas e lanças, acabaram deixando de utilizar a madeira petrificada.

Pedaços de madeira petrificada

Desta forma esta floresta petrificada caiu no esquecimento, até ser descoberta por colonos e virar uma verdadeira atração turistica local no século XX. De fato é uma visita interessante. Ao todo são cerca de 18 árvores que foram escavadas, muitas delas se encontram enterradas até hoje. Porém entre as visíveis estão os maiores exemplares de árvores petrificadas existentes no mundo.

Mapa da Trilha das árvores petrificadas 

 

Veja Também:

 

Para facilitar a vizualização das vinícolas e das atrações que comentei ao longo destes 11 Posts sobre o Napa Valley criei um Mapa no Googlemaps para ajudar no planejamento de quem pretende visitar esta região. Aqueles lugares que visitamos e que estão publicados na forma de Posts aqui no MauOscar estão com o logo do Blog. Aqueles com a taça são outras vinícolas que gostariamos, caso tivessemos mais tempo ter tido a chance de visitar. Enfim basta seguir a legenda. Tin-Tin

Clique no Mapa para ir para o Googlemaps

Todos os Posts da Série Napa Valley:

 Guia Vinícolas Napa Valley EUA – Post Resumo

 Napa Valley – Os melhores dos vinhos dos EUA estão aqui!! 

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Carneros

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Chandon

 Vinícola V. Sattui em St. Helena – Napa Valley

 Espumantes de Napa Valley – Mumm Napa

 Vinhos Napa Valley – Vinícola Artesa

 Vinhos Napa Valley – Rubicon Estate e os Vinhos de Francis Ford Coppola 

 Vinhos Napa Valley – Castello di Amorosa

 Visitando uma Floresta de Sequóias Petrificadas

 Tanoaria: Como os Barris de Carvalho são Produzidos

 

Posts Relacionados:

 Highway 1 na California: De San Francisco até Santa Cruz

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes 

 Bento Gonçalves Capital Brasileira dos Vinhos

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

 

No Comments
  1. Milevo says

    Parabéns pelo post. Muito bom!

    Uma verdadeira aula sobre florestas petrificadas.

    Pena que vocês perderam o Old Faithful Geyser, mas pelo post a visita ao Petrified Forest Road valeu a pena.

    As fotos ficaram ótimas, deu pra se ter uma idéia geral de como é o local.

    Grande post!

    Abraços,

    Equipe Milevo
    http://www.milevo.com.br
    @Milevocom

  2. Mauoscar says

    Obrigado 😀

  3. […] Floresta de Seqúoias Petrificadas  […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.