Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Espumantes de Napa Valley – Domaine Carneros

0

O primeiro dia pelas vinícolas do Norte da Califórnia, planejamos focar nossas visitas e degustações nos Espumantes de Napa Valley. Como é altamente recomendável fazer a reserva dos tours com antecedência, reservamos nossa primeira visita do dia à Domaine Chandon pela Internet.

Placa na US 121 na chegada ao Napa e Sonoma Valley  

Como o tour com degustação na Domaine Chandon começava apenas às 11:30 da manhã e como, acabamos chegando ao Napa Valley por volta das 09:30, aproveitamos para conhecer outras propriedades.

Domaine Carneros, a primeira das vinícolas visitadas na Califórnia

A primeira delas foi a Domaine Carneros by Tattinger. Esta vinícola estava na listinha das propriedades que caso tivessemos tempo entre um tour e outro gostaríamos de visitar. Como ela fica bem na entrada do Vale de Napa e o seu imponente “castelinho” rodeado por parreirais impressionam, resolvemos fazer nosso primeiro Pit Stop ali mesmo.

Chateau da Domaine Carneros em Carneros/Napa Valley

Infelizmente, como os tours são com hora marcada não tivemos a chance de conhecer o interior da produção e as caves da mesma. Além disso nem mesmo a degustação estava aberta ainda ao público, assim como a maioria das outras propriedades do Napa Valley, ela abriria apenas às 10:00. Ainda sim aproveitamos para dar uma volta pelo local e curtir a paisagem, o château e os jardins da propriedade.

Escadaria de acesso ao Chateau da Domaine Carneros – Napa Valley/Carneros 

O Domaine Carneros é uma vinícola boutique, voltada principalmente à produção de vinhos espumantes de altíssima qualidade. Fundada em 1987, Domaine Carneros reflete a marca de seu fundador, a francesa Taittinger de Reims da região de Champagne na França.

Fonte nas escadarias do chateau da Domaine Carneros

Além da belíssima paisagem do entorno da propriedade, repletas de colinas com videiras frutificando, o que mais impressiona no local é a arquitetura do château da vinícola e o design do interior da mesma. Inspirados no Château de la Marquetterie, a residência da família Taittinger em Reims na França.

Paisagem do Terraço da Domaine Carneros

Localizada entre os Condados de Napa e Sonoma, no coração da AVA Carneros, o palacete tornou-se um marco de entrada ao Napa Valley para quem vem de San Francisco pela Highway US 121 antes de entrar na US 29 em direção ao Napa Valley, e pode ser considerada um verdadeiro símbolo da AVA Carneros.

Vinícola de estirpe francesa em Napa Valley

Como comentei no Post anterior, AVA Carneros goza de um clima marítimo fresco e marcado por um longo período de crescimento que favorece o cultivo de Pinot Noir e Chardonnay, castas de uvas tradicionais e essenciais utilizadas na região de Champagne e Borgonha na França.

Uvas da Casta Pinnot Noir

A região é tão bem adaptada para a produção destas uvas que mesmo outras vinícolas situadas em outros AVA’s do Napa Valley produzem ou compram suas uvas de Carneros para a produção de seus respectivos espumantes fora dali. Não é a toa que os espumantes desta região do Napa Valley gozem de prestígio internacional.

Videiras da uva Chardonnay em Napa Valley

Infelizmente para nossa decepção, por conta do verão mais frio que o normal este ano no norte da Califórnia, a Colheita ou Vindima não estava acontecendo como planejado.  De toda a forma os parreirais já estavam apresentando o fenomeno da veraíson,  isto é quando as uvas da casta Pinot Noir começam a mudar de cor.

Veraíson das uvas Pinnot Noir em Carneros/Napa Valley

No caso dos vinhos Espumantes da Domaine Carneros, todas as uvas utilizadas no processo de fabricação são exclusivamente colhidas manualmente dentro do Terroir Carneros. Se o clima deste verão não tivesse sido tão atípico, muito provavelmente estaríamos assistindo à Vindima manual nas primeiras horas da manhã. Isto é quando o teor de açúcar na uva encontra-se em níveis mais baixos, uniformes e aceitáveis.

Colinas verdejantes do Napa Valley na Califórnia / AVA Carneros

Os Espumantes da Domaine Carneros são produzidos utilizando o méthode champenoise e são lentamente envelhecidos em caves na encosta da vinícola, que proporcionam uma temperatura fresca e constante durante o ano todo. Que infelizmente não chegamos a conhecer.

Flores do Jardim da Domaine Carneros by Tattinger

Uma das coisas que me chamou atenção em grande parte das vinícolas que visitamos foi a preocupação com a sustentabilidade e conservação dos recursos naturais. No Caso da Domaine Carneros, ela foi a primeira vinícola da Califórnia a instalar painéis de energia solar em 2003, se transformando na então maior vinícola “solar” do mundo.

Painéis Solares na Domaine Carneros – Tattinger (Foto GoogleImages)

Desde sua fundação sempre procurou adotar práticas agrícolas sustentáveis, tanto que em Abril de 2008 recebeu a certificação orgânica de todos os seus vinhedos da Califórnia Certified Organic Farmers.   Sendo a primeira vinícola de vinhos espumantes a conseguir esta distinção nos EUA.

Uvas da Domaine Carneros by Tattinger

Uma das coisas legais desta parada na Domaine Carneros foi conhecer um pouco da história desta vinícola. A inspiração para a concepção da Domaine Carneros da forma que ela é hoje na Califórnia, tomou forma em 1947 quando Claude Taittinger descobriu o fascinante do norte da Califórnia durante uma de suas viagens ao estado, numa época em que ainda era estudante.

Château inspirado no Château de la Marquetterie em Reims

 Vindo de uma família com tradição na produção deste tipo de vinho, assumiu os negócios anos mais tarde e iniciou um processo de expansão dos negócios. Para quem não sabe a Champagne Taittinger é uma marca francesa antiga e muito bem estabelecida, com raízes que remontam a 1734.

Uvas Pinnot Noir em processo de amadurecimento

Claude Taittinger ciente de que a crescente demanda mundial vinhos espumantes de qualidade superior produzidos pelo méthode champenoise acabaria por ultrapassar os limites de produção da região de Champagne. Decidiu expandir o negócio para outros horizontes. Inicialmente dentro da França mesmo, mas para fora da região de Champagne.

Detalhe da Fonte da Domaine Carneros em Carneros/Napa Valley

Com o sucesso de sua subsidiária no Vale do Loire, onde passou a produzir o vinho espumante, Bouvet-Ladubay . Claude Taittinger decidiu ir além, expandindo seus horizontes para fora da França. E acabou identificando a AVA Carneros que produzia uvas de caráter excepcional, apropriado para a produção de classe mundial dos vinhos espumantes. E desta forma começou a investir na região.

Parreirais uvas Chardonnay em Carneros/Napa Valley

O lançamento inaugural da Domaine Carneros foi uma cuvée brut não envelhecida em 1988. Foram cerca de 3000 garrafas e a resposta foi extremamente positiva. Tanto que a partir de 1991, foi decidido que os vinhos espumantes eram consistentemente melhores ano após ano e dignos de envelhecimento e, portanto o primeiro lançamento vintage foi em 1991.

Videiras de Chardonnay da Domaine Carneros

Tanto falei da AVA Carneros, Trata-se da primeira Area Vitivinícola Americana (AVA) a ser definido de acordo com o microclima, Tem uma área total de cerca de 15000 hectares localizados entre as montanhas Mayacama e a Baia de San Pablo, a denominação (AVA) é conhecida por seu solo e condições climáticas únicas. Em Carneros, as temperaturas são em média 10 a 15 graus abaixo daquelas registradas em Calistoga mais ao norte do Napa Valley, isto é um pouco mais quente que a temperatura na região de Champagne ainda mais frio do que os da Borgonha, permitindo que a uva se desenvolva de tal forma que consiga um equilíbrio ótimo de maturação, acidez e complexidade.

Uvas de Pinnot Noir mudando de cor

Atualmente Domaine Carneros tem 117 hectares próprios, os quais 80% são de uvas da casta Pinot Noir e 20% de Chardonnay. Para complementar a produção ocasionalmente uvas são compradas de outros produtores dentro da AVA Carneros.

AVA Carneros em Napa Valley

Como ningem é de ferro, não poderiamos ir embora sem provar alguma coisa, desta forma aproveitamos para “dividir” uma degustação de espumantes. Ao todo foram 3 espumantes:

Degustação de Vinhos Espumantes na Domaine Carneros

 2006 Vintage Brut Cuvée: 58% Pinot Noir, 41% Chardonnay e 1 % Pinnot Blanc

Cuvée de la Pompadour Brut Rosé: 58% Pinot Noir, 42% Chardonnay

Blanc de Noir: 100% Pinot Noir

Como optamos em fazer o tour de carro por conta própria, eu e o Mau fizemos um trato. No dia dos Espumantes eu seria o Designated Driver (Motorista), no dia dos vinhos brancos e tintos eu que iria aproveitar e ele dirigir. Desta forma o motorista só poderia dar uma leve “bicadinha” na sua amostra e passar o restante para o “felizardo do dia”.

Nosso Carro em nossa viagem pela Califórnia

Apesar de não termos visto nenhum policial durante nossa visita, vale lembrar que dirigir alcoolizado na Califórnia dá multa de 390 a 1000 dólares, suspensão da habilitação por 6 meses e pelo menos de 4 dias de chilindró. Isto na primeira vez que for pego, as vezes subsequentes são ainda mais severas.  Veja aqui 

E desta forma nos despedimos de nossa primeira vinícola em Napa Valley, ainda passamos pela Cuvaison Winery, outra vinícola quase ao lado da Domaine Carneros, que apesar da entrada e o visual das videiras ser interessante não chegamos a parar pois o tasting room não chegava aos pés ao da vinícola anterior. E nunca haviamos ouvido falar deste vinho.

Cuvaison Winery – Ao lado da Domaine Carneros (Foto Googleimages)

Decidimos seguir adiante, como ainda faltava um certo tempo para nosso tour na Domaine Chandon, aproveitamos para dar uma passadinha no Visitor Center no centro de Napa.

Centro de visitantes no centro de Napa 

Foi uma parada não programada, mas que foi de grande valia. O Staff muito prestativo ajudou a tirar algumas dúvidas e ainda nos deu ótimas indicações gastronômicas, alguns coupons e diversos materiais como mapas e folhetos sobre os lugares que planejavamos visitar. Recomendo dar uma passadinha por lá!!

Interior do centro de visitantes de Napa

E assim seguimos para a próxima etapa de nosso tour etílico pelo Napa Valley na Califórnia. Antes que esqueça de mencionar, o Château da Domaine Carneros foi a Charada de Sexta na semana seguinte de nosso retorno da Califórnia e  pela primeira vez matei a charada de cara… Mas não ganhei o troféu da Bóia com meu nome não?!..

Domaine Carneros, uma das primeiras vinícolas na chegada ao Napa Valley

Informações úteis:

 

Domaine Carneros by Tattinger

Tours

Os tours, desta vinícola acontecem diariamente às 11:00, 13:00 e 15:00

Custam 25 USD por pessoa + taxas (com direiro a degustação)

Aproximadamente 90 minutos de duração

 

Degustação

A degustação abre das 10:00 às 17:45, com tempo agradável a dica e sentar nas mesas do lado de fora e apreciar a vista

Custo variável

Cuvaison

Tours

Não existe tour pela vinícola, porém existe um tour pelas videiras de Sexta à Segunda (reserva necessária Max 8 pessoas)

Custa 30 USD por pessoa + taxas (com direiro a degustação)

Aproximadamente 45 minutos de duração

 

Degustação

A degustação abre das 10:00 às 17:00 (reserva necessária)

Custa 15 USD + taxas

Endereços

Domaine Carneros Taittinger

1240 Duhig Road,
Napa, CA 94559

Cuvaison Carneros

1241 Duhig Road,
Napa, CA 94559

Napa Visitor Centre

1013 Napatown Centre, Napa CA
 

Veja Também:

 

Para facilitar a vizualização das vinícolas e das atrações que comentei ao longo destes 11 Posts sobre o Napa Valley criei um Mapa no Googlemaps para ajudar no planejamento de quem pretende visitar esta região. Aqueles lugares que visitamos e que estão publicados na forma de Posts aqui no MauOscar estão com o logo do Blog. Aqueles com a taça são outras vinícolas que gostariamos, caso tivessemos mais tempo ter tido a chance de visitar. Enfim basta seguir a legenda. Tin-Tin

Clique no Mapa para ir para o Googlemaps

Todos os Posts da Série Napa Valley:

 Guia Vinícolas Napa Valley EUA – Post Resumo

 Napa Valley – Os melhores dos vinhos dos EUA estão aqui!! 

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Carneros

 Espumantes de Napa Valley – Domaine Chandon

 Vinícola V. Sattui em St. Helena – Napa Valley

 Espumantes de Napa Valley – Mumm Napa

 Vinhos Napa Valley – Vinícola Artesa

 Vinhos Napa Valley – Rubicon Estate e os Vinhos de Francis Ford Coppola 

 Vinhos Napa Valley – Castello di Amorosa

 Visitando uma Floresta de Sequóias Petrificadas

 Tanoaria: Como os Barris de Carvalho são Produzidos

 

Posts Relacionados:

 Highway 1 na California: De San Francisco até Santa Cruz

 Sequóias na Califórnia – Uma floresta de gigantes 

 Bento Gonçalves Capital Brasileira dos Vinhos

Extras:

 Charada da 6a.: tin-tin (por tintim), por Ricardo Freire

Napa Valley: primeira parada, Domaine Carneiros, por Adriane Lima

Day-tour ao Napa Valley, por Gustavo Belli

Tin-tin: bate-volta de Paris à Champagne de TGV , por Ricardo Freire

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

 

 

No Comments
  1. Claudia Liechavicius says

    Que post bacana! As fotos estão lindas!!
    Essa região é charmosíssima.
    Bj
    Claudia

  2. Mauoscar says

    Oi Cláudia.. Obrigado pela visita 😀
    Só de escrever este Post já deu saudades e vontade de voltar correndo para lá!! 😀
    Bjs

  3. Angela Arten-Meyer says

    Olá Oscar, que lindo!!!!Adorei a descriçao! Me fez lembrar o vale do rio Mosel aqui, também com seus vinhedos maravilhosos!!!Beijinhos,Angela.

    1. Mauoscar says

      Oi Angela…

      Obrigado pela visita 😀 A Região do Mosel e Rheinland Pfalz é linda mesmo!!!
      Bjos

  4. carlos eduardo nascimento says

    Oscar.adorei. quanto tempo vcs ficaram na CA.

  5. Mauoscar says

    Ficamos 8 dias…

  6. Pedro Serra says

    Parei de beber há mais de quatro anos, mas lendo seus posts, dá até vontade de voltar… hehehe.

    Abs

    1. Mauoscar says

      Rsrsrs

      Pedro.. Não tem como não ficar com vontade mesmo!!! A Noite depois de escrever este Post fui obrigado a abrir um Asti que tinha na Geladeira.. rsrs

      Abraço

  7. Sílvia Oliveira says

    Guarde bem todo esse material e lance um livro!
    Está completíssimo e até onde eu sei, sem paralelos nos blogs de turismo! Parabéns!

    1. Mauoscar says

      Oi Silvia!!!

      Muito obrigado pela visita 😀
      Fiquei extremamente lisonjeado com seu comentário… Pois é já disseram que deveria fazer um livro..
      Acho que deveria começar a pensar com um pouco mais de carinho sobre o assunto 😀

      Bjs

  8. Jenny says

    Oscar!
    Esta interessantissimo este post, assim como todos que você escreve.. Adorei… Muito esclarecedor. Não imaginava o quanto complexo é a fabricação de espumantes. Uma aula e tanto. Bjos

  9. Mauoscar says

    Obrigado Mãe!!

    Bjos

  10. […] This post was Twitted by AprendizViajant […]

  11. […] mais tem expandido nos últimos anos, abrigam mais de 300 diferentes vinícolas. Dentre as quais a Domaine Carneros, Domaine Chandon, Mumm Napa Valley, Vinícola V. Satuii, Vinícola Artesa, Rubicon Estate e […]

  12. […]  Espumantes de Napa Valley – Domaine Carneros […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.