Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Museu do Chocolate Hershey’s

16

Na última etapa de nosso périplo por Hershey na Pennsylvania também conhecida como capital dos chocolates dos EUA, fomos visitar o museu que conta a história de criação do que acabou tornando-se a maior fábrica de chocolates do mundo.

Logo na chegada compramos nossos tickets, acabamos optando pela opção que combina o ticket do museu (10 USD) e do Chocolate Lab (10USD) que se comprados juntos saem por 17,50 USD. Como o número de vagas para o Chocolate Lab é limitada conseguimos lugar para 1 hora depois. O que nos deu tempo necessário para conhecer o museu.

 

Bem a história de construção deste verdadeiro império do chocolate, se deve a um homem com grande visão para sua época: Milton S. Hershey, que antes de conquistar o sucesso teve diversas tentativas fracassadas até conseguir um negócio próprio que prosperasse como a fábrica de chocolate.

Nascido em uma fazenda perto de Derry Church (renomeada Hershey em 1906) Milton Hershey abandonou a escola aos 13 anos de idade e foi então colocado como aprendiz em uma gráfica em Lancaster, PA. Mas vendo que isso não era o que ele gostava, ele decidiu fazer um “estágio” de quatro anos com Joseph Royer, um fabricante de doces em Lancaster.

Em 1876, após completar seu aprendizado ele abandona o interior e funda seu primeiro negócio de doces. Exatamente durante a exposição universal de 1876 na Filadélfia. Porém o negócio acabou falindo, assim como sua outra loja em Nova York.

Ele então retornou à Lancaster em 1883 onde, com ajuda de sua família materna de origem menonita, estabeleceu a Hershey Lancaster Caramel Company. Que rapidamente se tornou um enorme sucesso, utilizando uma receita de caramelo desenvolvida por ele mesmo a empresa cresceu.

Porém a história do chocolate começou quando, em 1893 durante a World’s Columbian Exposition em Chicago, Hershey descobre e fica fascinado com uma máquina alemã de fazer chocolate. Não demorou muito e ele comprou os equipamentos para sua empresa.

Em 1900 ele decide vender a Lancaster Caramel Company. Com o dinheiro da venda de sua primeira companhia Hershey adquiriu cerca de 1.200 acres (160 km ²) de terras de cerca de 30 quilômetros a noroeste de Lancaster, perto de seu local de nascimento, em Derry Church. Tendo em vista o potencial da região ele vislumbrou que poderia obter ali as grandes quantidades de leite fresco necessários para aperfeiçoar e produzir o chocolate ao leite.

Animado com o potencial de chocolate ao leite, que na época era um produto de luxo praticamente exclusivo da Suíça, Hershey começa na base da experimentação a desenvolver uma fórmula para fabricar o chocolate de leite e vender ao público americano. Através de inúmeras tentativas e erros, ele criou sua própria fórmula de chocolate ao leite.

Em 2 de Março de 1903, ele começou a construção do que viria a se tornar a maior planta de fabricação do chocolate do mundo. Com a fábrica já instalada e produzindo, em 1905, ele passa a conceber um modelo para a fabricação de chocolate utilizando as mais recentes técnicas de produção em massa. Que tornou o produto acessível a todos e fazendo a Hershey um verdadeiro exemplo de Sucesso. Naquela época uma barra de chocolates era vendida por até 5 cents.

Utilizando um modelo no qual a fábrica estava no centro da região produtora de leite e ainda oferecendo a seus trabalhadores infra-estrutura, casas, emprego e transporte. Aos poucos Hershey, a cidade, ia se transformando num lugar quase perfeito, uma cidade modelo para os seus empregados que incluíam: Casas confortáveis, sistema de transporte público barato, um sistema de escola pública de qualidade e extensas oportunidades recreativas e culturais. E neste contexto que ele mandou construir o HersheyPark, um dos parques de diversão mais antigos dos EUA, inaugurado em 24 de Abril de 1907, que fez tanto sucesso nas décadas seguintes que logo bondes e trens estavam trazendo milhares de visitantes de fora da cidade para o parque. E desta forma não demorou muito para que o chocolate ao leite Hershey’s rapidamente se torna-se o primeiro produto comercializado a nível nacional em seu gênero.

 O museu, localizado na Chocolate Avenue, tem dois andares. No qual o andar térreo conta com o lobby de entrada, um enorme mural, o Chocolate Lab, um Café, uma lojinha do museu e banheiros. Já no andar superior está localizado o museu propriamente dito que está dividido em 5 exposições.

 

A Primeira delas intitulada de “Failures to Fortunes” que começa com a introdução da família Hershey e da época que Milton S. Hershey ainda era aprendiz. Em seguida recriando tanto a primeira loja de doces Hershey’s em Philadelphia, bem como seu escritório na Caramel Lancaster Company. Onde Milton S. Hershey finalmente encontrou a fórmula para o sucesso.

 

A última parada desta parte da exposição é uma breve visita à fábrica de chocolate Hershey’s, na qual diversos equipamentos históricos usados na fabricação do chocolate estão expostos.

 

Foi ali que descobri que o Kisses fabricado pela Hershey’s desde 1907 teve que parar de ser fabricado durante 1942 – 1949 por conta da escassez de papel alumínio durante a segunda guerra mundial.

 

A Segunda exposição é chamada de “Sweet Innovations”, a qual aborda as inovações e a criatividade de Milton S. Hershey que revolucionaram a produção do chocolate. O elemento central desta área, uma máquina de mistura de chocolate chamada de conche que ganha vida depois de um breve vídeo o com imagens e vídeos do arquivo da fábrica da Hershey pela década de 1930.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=zm–Kg7QP2U]

Esta área mostra também explora a Columbian Exposition de 1893 em Chicago, onde Milton S. Hershey comprou sua primeira máquina de chocolate. A exibição conclui com um olhar sobre os variados produtos fabricados pela Hershey’s.

 

A terceira exposição “Power of Promotion” é uma verdadeira viagem no tempo através da propaganda. Milton Hershey entendia desde o início do seu negócio, que mesmo excelentes produtos não vendem se ninguém sabe sobre eles.

Certamente seu instinto para a publicidade foi um ingrediente essencial para o sucesso. Desde a embalagem em papel colorido aos postais dentro de cada barra de chocolate. Hershey era um mestre em fazer e vender seus produtos. Ele usou a cidade de Hershey para promover os seus produtos … e usou seus produtos para promover a cidade.

 

Com diversas telas totalmente interativas os visitantes podem brincar a vontade com todas as campanhas publicitárias dos produtos a partir de 1894 até hoje. Existe ainda um painel com uma linha do tempo que apresenta em ordem cronológica de todos os grandes acontecimentos da empresa. Dá até para descobrir quando o seu chocolate favorito Hershey fez sua estreia no mercado americano.

 

Chega a ser curioso, já comentei isso em um posta anterior, mas o Kit Kat é produzido no mundo todo pela Nestlé quando comprou a empresa inglesa Rowntree que fabricava o Kit Kat em 1988. Mas como a Hershey’s já havia comprado a licença de produção antes disso aqui nos EUA ele é produzido pela Hershey’s.

Já a penúltima exposição podemos ver que Milton Hershey não apenas construiu uma fábrica na cidade que leva seu nome. Mas construiu também uma comunidade. Ele escolheu a área por razões práticas de proximidade das áreas de produção leiteira, terras disponíveis, e o bom transporte ferroviário que servia a região. Mas também por razões sentimentais. Afinal de contas foi ali que ele nasceu. E por quase 40 anos, Milton Hershey dedicou-se à criação de um local agradável para seus empregados, para os turistas, e para si mesmo.

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=09-WlGhfIG8]

 A última exposição foca o legado deixado por Milton S. Hershey, que quando jovem escreveu “Uma pessoa só é feliz na proporção em que ela faz os outros se sentirem felizes“. Muitos anos depois, Hershey teve a chance de colocar essa filosofia em prática. E que de certa forma influenciou inúmeras vidas e cujo legado continua vivo. Afinal de contas foi nessa pequena cidade com cerca de 15.000 habitantes que Hershey aperfeiçoou e estandartizou o processo de produção do chocolate de leite transformando um doce de elite em um deleite para todos nós.

 

Para finalizar nossa visita fomos “brincar”no Chocolate Lab. Para isso tivemos que vestir touca e avental, lavar as mãos e tudo mais. Antes de começar a brincadeira assistimos a uma breve explanação sobre a cultura do Cacau no mundo, nada que não soubesse. O pior de tudo foi ver a menina que explicava as coisas no mapa era um desastre em Geografia. (Acho que não é exteriótipo não…)

 

O Interessante foi ver ali em nossa frente a diferença dos grãos de cacau de diferentes regiões do mundo. Tínhamos grãos de cacau de 4 diferentes procedências, México, Indonésia, Costa do Marfim e Jamaica. Infelizmente faltou o Brasil.

Depois ainda tivemos a chance de fazer uma pequena degustação e sentir as diferenças no chocolate produzido com cacau de diferentes procedências no paladar. E para dizer a verdade me surpreendi muito. Foi uma experiência quase como de uma degustação de vinho, com direito a aguinha para tirar o sabor residual e tudo mais.

 

Dizem que o melhor cacau do mundo é do México e tenho que concordar. O que eu menos gostei foi o da Costa do Marfim, mas é o país com a maior participação no mercado internacional do Cacau com quase 40% da produção mundial.

 

Depois ainda fizemos uma pequena barra de chocolate com diferentes especiarias. Eu dividi a minha barra em 4 partes diferentes e cada uma coloquei um dos 3 ingredientes disponíveis e na última misturei todos. Tínhamos Canela, Pimenta e Nibs que na verdade são pedaços maiores do grão de cacau. Até que a parte da mistureba ficou boa!!

 

Para dizer a verdade não achei que esta parte do Chocolate Lab valeu tanto assim. É de fato uma experiência legal para crianças. Preferiria ter feito a degustação de chocolates derretidos do Zooka Café, pelo mesmo preço. Mas tudo bem até que foi divertido.

 

Pegamos nosso carro e passamos ao lado da fábrica para aproveitar e tirar algumas fotos de suas duas chaminés que se destacam no horizonte da cidade.

 

Enfim e desta forma encerramos, quase que como uma overdose de chocolate, com um gostinho de quero mais a visita a Hershey, a capital do chocolate nos Estados Unidos!! Espero que vocês tenham gostado do passeio também 😀

 

Posts Relacionados:

 Hershey a Capital dos Chocolates

 Mundo do Chocolate no Hershey’s Chocolate World

 Almoçando no Hotel Hershey

Endereço:

Hershey Story – Chocolate Museum

63 W Chocolate Ave
Hershey, PA

Índice com todos os Posts do MauOscar

<= Clique na Logo

Siga o MauOscar.com também no:

16 Comments
  1. Teté says

    muito legal esse passeio!

    1. Mauoscar says

      Que bom saber que voce gostou!!
      Além de legal o passeio é delicioso de “lamber os beiços”literalmente
      Volte Sempre:D

  2. Carol Kraft says

    oie!!!

    comendo chocolate do concorrente??? como assim???
    vou ter que mandar umas amostrinhas daqui pra vcs..hahahahaha

    saudades…

    bjs

    1. Mauoscar says

      Oi!!

      Pode mandar chocolate é sempre bem-vindo 😀

      Rsrs

      Bj

  3. maniamuseu says

    Muito bom material.

    1. Mauoscar says

      Obrigado pela visita e volte sempre.

  4. Simone Polessi says

    Oi Tudo bem? É a primeira vez que venho no blog e simplesmente amei esse post. Uma vez vi um documentário sobre a Hersheys na Management Tv e me interessei.
    Obrigado pela dedicação de dividir de forma detalhada um passeio tão prazerozo.
    Colocarei na minha wish list visitar essa cidade
    Valeu!

    1. Mauoscar says

      Olá Simone

      Tudo joia e com você? Bem primeiramente seja bem vinda ao Blog.
      Sempre é legal receber um Feedback legal sobre o Blog.. Volte sempre 😀

      Ps: Vc viu os outros Posts relacionados a esta visita?

  5. Danielle says

    Olá
    Gostaria de saber se comprarmos os tickets do park on line é o mesmo preço que comprado na porta?

    1. Mauoscar says

      Olá Danielle…

      Até onde eu saiba o preço é o mesmo… A não ser que você consiga alguma promoção sazonal especial..
      Abraço

  6. Tic says

    Olá !!
    mto bom esse artigo, mas gostaria de saber se poderia me mandar por e-mail a História do Chocolate Americano, pois não consegui encontrar em lugar nenhum.
    obg 😀

    1. Mauoscar says

      Tudo o que eu sei sobre chocolate americano estao nestes Posts da Hersheys..

      Abraço

  7. […]  Museu do Chocolate Hershey’s […]

  8. […]   Atrações de Philadelphia e região  Freedom Trail em Boston – O caminho para a Independência  Independência dos EUA contada em Valley Forge  Museu do Chocolate Hershey’s […]

  9. […] MUSEU DO CHOCOLATE HERSHEY’S […]

  10. […] MUSEU DO CHOCOLATE HERSHEY’S […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.