Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Dos EUA ao Brasil

7

Depois de quase 1 mês e meio de inatividade total aqui no Blog, estou voltando a postar. Em meados de Março fizemos uma viagem de 2 semanas ao Brasil.

A viagem que era para ser tranquila, afinal de contas depois de voar de Cingapura ao Brasil tudo parece mais fácil e rápido. Mas não foi exatamente o que aconteceu.

Bem no começo da viagem, já com todas as malas prontas aguardando o motorista da Delaware Express, uma empresa que oferece serviço de transporte para os aeroportos da região atrasou cerca de 15 minutos, e ainda tivemos que pegar mais um passageiro pelo caminho.

Chegando ao Aeroporto de Philadelphia, mais uma surpresa, o Check-Inn pela Delta Airlines é todo automatizado, ou seja não existe ninguém para fazer o despacho para você. Até ai tudo bem, mas se o passaporte Brasileiro “o Verdinho” funcionasse. Como não havia jeito a solução foi ir na fila das classes executiva e primeira classe da companhia.

A mulher não gostou, mas teve que fazer nosso check-inn da mesma forma. Mas diferentemente dos outros aeroportos pelo mundo as malas são etiquetadas e você tem que levar elas ate o ponto onde elas são despachadas para a Autoridade fazer a vistoria.

Até ai tudo bem o voo estava confirmado mas com 30 minutos de atraso por conta do mau tempo em Atlanta, local da nossa escala. Mas até ai tudo bem tínhamos 2:15min para fazer a conexão em Atlanta.

Entramos na sala de embarque aproveitamos para comer uma pizza, afinal de contas o serviço e a comida de bordo das cias aéreas americanas não tem a melhor reputação, quando olhamos para o painel e o nosso voo para Atlanta estava agora com 1 hora de atraso.

Tempo ia passando e o letreiro avisa que o voo agora estava atrasado em 1h e 30 min, nisto já começou a se formar uma fila no balcão de remarcaçao de passagens, pois muitas pessoas que tinham conexões mais apertadas já haviam perdido seus respectivos voos de conexão.

Enquanto isso a Delta já ia anunciando que o voo estava com overbooking e que quem pudesse abrir mão de seu lugar no voo iria ganhar estadia e um voucher de 400 dólares, pois bem a aeronave que seguimos viagem decolou com quase 1:45min de atraso, ou seja teríamos apenas 30 minutos para fazer a conexão em Atlanta.

Não preciso nem falar que o voo de quase 3 horas com um MD-88 só foi servido um amendoim e refrigerante. Mas isso não é nada comparado com o trecho intercontinental.

Pousamos em Atlanta e tivemos que correr muito para conseguir pegar nosso avião, assim que desembarcamos no Terminal E olhamos que nosso voo sairia do Terminal A para o Rio de Janeiro e pior de tudo estava no horário.

Nem deu para olhar direito para o Aeroporto, que eu tenho a sensação de ser o maior que já estive, pegamos o metro de dentro do aeroporto, isso mesmo o Aeroporto tem um serviço de metro ligando os terminais.  Parecíamos dois loucos correndo pelo aeroporto, uma cena tipo esqueceram de mim.

Mas o que me estava deixando preocupado mesmo era se nossas malas vindas da Philadelphia conseguiriam ser colocadas a tempo dentro do avião para o Rio de Janeiro. Acabamos sendo um dos últimos passageiros a embarcar. Que Alívio!!

A Aeronave estava bem vazia, mas estava preocupado com nossas malas, ai deu meia hora e nada de o avião sair, 45 minutos e nada, pelo menos fiquei mais tranquilo pois nossas malas então chegariam.

Quando deu cerca de 1 hora de atraso o comandante anunciou que a aeronave estava com um problema no trem de pouso e que o pessoal em terra estava tentando consertar. Meia hora depois ele anuncia que infelizmente o problema não pode ser resolvido e que teríamos que trocar de aeronave.

Outra aeronave seria mandada do hangar da Delta para seguirmos Viagem, ou seja imagine toda a logística de tirar todo mundo, as malas, as comidas e embarcar tudo no outro avião. Isso sem falar que ele ainda tinha que ser abastecido.

Moral da história 4 horas de atraso nossa conexão para Curitiba de 3 horas e meia estava comprometida. Enquanto aguardávamos para embarcar na outra aeronave deu tempo de comprar um sanduiche no Burger King, nossa salvação!!!

Era engraçado escutar as conversas, afinal de contas Brasileiro é igual em qualquer lugar do mundo, todo mundo acabou virando amigo!

Fato Curioso é que esta aeronave era igualzinha a anterior, e estava mais cheia, depois acabamos descobrindo que o voo da Delta que seguiria para Brasília “coincidentemente” apresentou o mesmo problema, desta forma o voo para Brasília com uma taxa de ocupação menor foi cancelado e os dois voos foram agrupados, ou quem ficou seguiria viagem no dia seguinte. Sem comentários!!

A Viagem até o Brasil foi tranquila, apesar da comida horrível, o Jantar comida congelada de microondas, frango ou macarrão. Ainda bem que o Lanchinho do Burger King salvou nossa viagem. Pois o Café da manha conseguiu ser ainda mais ridículo. Uma Banana, isso mesmo UMA BANANA. Só faltava as comissarias virem com o cacho inteiro e dando banana para os passageiros.

Depois de ter viajado com a Singapore Airlines, que ate na classe economica tem um menu das opções disponíveis ter uma Banana chega a ser revoltante.

Pousamos no Rio e nosso voo para Curitiba, havia saído a 15 minutos, perguntamos para tripulação como proceder com as conexões perdidas, eles nos informaram que o pessoal da Delta em Solo já estava instruído para a remarcaçao dos bilhetes.

Detalhe onde estava esse pessoal?? Pegamos nossas bagagens que graças a Deus chegaram,fizemos a imigração na Policia Federal sem problemas e pela Receita Federal sem ver ninguém trabalhando por ali.

Graças a Deus somos Brasileiros e Falamos português nessas horas, a salinha para remarcaçao das passagens ficava atrás do check-inn da Delta, ao chegarmos la não havia ninguém, mas depois de 10 minutos fomos atendidos, mas sem indicação visual alguma do local, imagine você indo a primeira vez a um país e não sabendo a língua local, e com quase ninguém no aeroporto falando inglês.

Estranhamente apenas nós, um grupo de senhoras de Florianópolis e 4 estrangeiros haviam perdido suas respectivas conexões para outros lugares no Brasil.

E remarcar as passagens não foi nada fácil, primeiro pelo fato de nosso voo interno no Brasil não estar vinculado na reserva da Delta, segundo que do Galeão só existem 5 voos diários diretos a Curitiba, todos concentrados no inicio da manha e a noite, ou seja conseguimos apenas embarcar para Curitiba no voo das 16:41.

Mas o que poderíamos fazer em 5 horas naquele aeroporto que está literalmente caindo aos pedaços, reclamamos na Delta, dizendo que estávamos perdendo um compromisso e que teríamos que tomar um banho pois do aeroporto iríamos direto ao “casamento”.

Ou Seja aprendemos uma coisa nunca mais voar para o Brasil via Rio de Janeiro, pois além de um aeroporto com um ar condicionado deficiente, até o forro está caindo, só me lembro de ver um aeroporto em tal estado em Jogjakarta na Indonésia, deplorável.

Mas a Delta no entanto nos deu um voucher de hospedagem e alimentação no hotel do aeroporto, assim pelo menos pudemos tomar um bom banho, almoçar uma feijoadinha e ate tirar uma sonequinha ate pegarmos nosso voo para Curitiba.

Mas a epopeia ainda tinha seu ultimo capítulo. Ao chegarmos em Curitiba, uma de nossas malas estava completamente detonada, as coisas só não caíram fora por causa do forro do interior. Fiquei muito bravo, e adivinha só fui no balcão de bagagens da Gol…

Por incrível que pareça o funcionário ali pediu para eu preencher um formulário, e pediu um minutinho, que se transformaram em quase 10, mas para nossa surpresa com uma mala novinha em folha da Cavezalle. Pela primeira vez posso dizer que a Gol me surpreendeu positivamente.

Depois disso foi só Alegria.

Posts Relacionados

Primeiros Dias em Cingapura

Viagem ao Brasil

Changi Airport o Melhor do Mundo

Voando Singapore Airlines

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

7 Comments
  1. Jenny says

    Estou rindo ainda da banana do cafe da manha…
    Que absurdooooooooooooo…contencao de despesas da Delta ? Isso e uma pequena amostra de tantas que voces ainda vao passar por mil lugares.Mas amei voltar a ler o blog… beijos saudosos…

  2. mirelle says

    Se toda experiência ruim terminasse com uma mala novinha de presente até que estava bom ne???? heheheh

    beijos!

    1. Mauoscar em Dela Where??? says

      Pela primeira vez na vida a Gol me surpreendeu positivamente e o melhor de tudo foi que a mala que estragou era a pior que estava levando para o Brasil…

  3. Angie says

    Ai, minha nossa, que stress!!! Já tive tantas vezes que correr para nao perder conexao, odeeeeeeeeio qdo isso acontece!
    Quantos aos aeroportos no Brasil, acho que estao uma vergonha no momento (incluindo as filas quilometricas de check-in!).
    Qto a banana do café da manha, achei muito engracado 🙂 Alias, rir para nao chorar, né? 🙂
    Beijocas, Angie

  4. carlos eduardo nascimento says

    Oscar. ja vi esse filme. voei em 2000 pela Delta e tambem recebi banana de café da manhã. o tratamenento das aeromoças então. parecem umas garilas. Delta airlines nunca mais.

  5. Eliane Borgert-Sbrizza says

    Oi Oscar,
    E sempre otimo visitar teu blog. Ja estava sentindo falta de posts.
    A ultima vez que fui pro Brasil, fiz a bobagem de ir pelo Rio. Tudo estava perfeito, ate chegarmos la (no Galeao) e ficarmos sabendo que o voo pra ctba havia sido cancelado. Tivemos que ir pro Santos Dumont se quisessemos chegar em Ctba no mesmo dia. Ninguem pra dar informações. Nao tem sinalização. Um horror!! Aqueles taxistas nojentos pulando em cima de vc. Eram pior que “paparazzis”. Falei pro meu marido nao abrir a boca dentro do taxi. Estavamos morrendo de medo. O taxista tinha uma arma no banco da frente. Nunca rezei tanto na minha vida. So sei de uma coisa: nunca mais irei pelo Rio de Janeiro.
    Sobre os serivcos de bordo, eu já fui com companhias americanas, mas os serviços da TAM e JAL ainda sao melhores que das outras (pelo menos das que vao daqui pro Brasil) Sempre vou por Nova Iorque (JFK) ou Miami (apesar de nao gostar do aeroporto de Miami). Na primeira vez que eu fui quase me acabei de correr em aeroporto, agora so marco com um intervalo de 4 hrs no mínimo entre conexoes. E uma tristeza!!!! Mesmo assim continuo adorando viajar.
    Felicidades e continue escrevendo (ler blogs e um dos meus passatempos favoritos).

  6. Nara Estefania da Costa says

    POR FAVOR ME AJUDEM!
    Estou estudando nos EUA e volto para o Brasil logo, no meu voo de volta tenho uma conexao dentro dos EUA de Chicago para Toronto. Minha duvida é se tenho que pegar minhas malas novamente em Toronto para despachar novamente. Porque o tempo é pouco entre os voos. Queria saber se despacho minha mala ja em Chicago minha primeira conexao e so pego no Brasil, ou tenho que depachar de novo em Toronto!

Leave A Reply

Your email address will not be published.