Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Baltimore

10

 No último sábado do mês de Janeiro, resolvemos pegar o nosso carro e ir para Baltimore, a maior cidade do estado de Maryland, estado vizinho a Delaware. Localizado a cerca de 120 Km de Wilmington, distancia similar a uma viagem entre Joinville e Curitiba.

Nossos planos eram ter ido na semana anterior, mas como a previsão do tempo disse que estaria chovendo acabamos desistindo, mas no final das contas nem choveu. Embora a previsão do tempo aqui nos EUA seja bastante precisa não é absolutamente perfeita.

Saímos de casa por volta das 09:30 da manha e seguimos pela Interestadual 95 e depois de cerca de 2 horas de viagem finalmente chegamos a Baltimore. Como a previsão dizia poderia estar nevando e de fato quando estávamos a cerca de 20 Km da cidade começou a nevar, e a medida que íamos nos aproximando da cidade a neve ia aumentando.

Na verdade já havíamos passado por Baltimore, quando pegamos nosso voo no Aeroporto Baltimore Washington International para Buffalo em Nova York, mas tanto na ida quanto na volta não vimos quase nada pois ser noite.

 

A medida que íamos nos aproximando do centro da cidade íamos nos surpreendendo com a cidade, sempre tive a impressão que Philadelphia era muito melhor que Baltimore, mas na realidade é o contrário. Mesmo com Neve, a cidade parecia muito mais organizada, moderna e limpa. A cidade está localizada na porção central do Estado de Maryland, as margens do rio Patapsco, um braço da Baía de Chesapeake. Foi Fundada em 1729, Baltimore é um dos portos mais importantes dos EUA, por estar situado próximo aos grandes mercados do Meio-Oeste Americano do que qualquer outro grande porto marítimo na costa Leste.

Inclusive foi da Base Marítima que logo após o terremoto do Haiti que saiu o Navio Hospital da Marinha Americana para ajudar nos trabalhos no Haiti.

Baltimore foi no passado a segunda principal porta de entrada para os imigrantes nos Estados Unidos e um importante centro de produção. A Antiga Região do porto é o lar do Harborplace, um shopping voltado para o entretenimento e centro turístico que também abriga o Aquário Nacional, motivo principal motivo de nossa visita a Baltimore.

A Neve estava cada vez mais forte, decidimos estacionar o carro no primeiro estacionamento que achamos, nada barato por sinal, pelas 3 horas que estacionamos pagamos 20 USD, mas pelo menos o carro estava abrigado da neve uma vez que até agora não tínhamos comprado uma espátula de plástico para tirar neve do para-brisa. Além disso com a neve estávamos bem próximo ao National Aquarium.

 Para nossa surpresa do outro lado da rua fica a churrascaria fogo de chão, mas com fama de ser cara aqui nos EUA. E enquanto isso a neve continuava a cair sem parar, dessa vez pelo menos os flocos estavam maiores, acho mais bonito quando os flocos de neve são grandes eles caem mais lentamente.

 No caminho para a National Aquarium passamos pelo Centro de Biotecnologia Marinha da Universidade de Maryland. Por Falar em Biotecnologia Baltimore é considerada um pólo neste setor aqui nos EUA.

Após o declínio da indústria de transformação, uma vez que tudo hoje e produzido na China. Baltimore se viu obrigada a se deslocar sua economia para um setor orientado aos serviços. Hoje a Johns Hopkins University e Johns Hopkins Hospital são os maiores empregadores da cidade.

Por sinal falar de Baltimore sou obrigado a falar do The Johns Hopkins Hospital, berço de várias especialidades médicas, incluindo a neuro cirurgia, urologia, endocrinologia, pediatria, cirurgia cardíaca e psiquiatria infantil. Um dos grandes centros de referencia de Câncer no Mundo. Não é a toa que é considerado como um dos melhores hospitais do mundo. Eleito como melhor hospital nos EUA há 19 anos consecutivos.

A população de Baltimore é de cerca de 640 mil habitantes. No entanto sua área Metropolitana tem aproximadamente 2,7 milhões de habitantes,sendo a 20ª maior dos EUA. E quando colocada junto com Washington essa população chega a quase 9 milhões de habitantes.

Compramos nossos ingressos para o National Aquarium e ficamos la visitando até por volta da 15:00, até pensamos em ir almoça na Fogo de Chão, mas como já estava tarde acabamos optando por ir no Hard Rock Café.

Na saída aproveitei para tirar fotos de algumas embarcações e de uns submarinos atracados ali no pier próximo ao Aquário.

Essa foi a segunda vez que fomos no Hard Rock Café aqui nos EUA, e todas as vezes foi excelente tanto o ambiente, mas principalmente a comida. Mas foi difícil conseguir entrar no restaurante com uma porta rotatoria tipo de banco de metal super pesada e com a neve sem aderência alguma quase impossível de movimentar.

Pedimos uma Fajita e um prato com varias entradas que estavam uma delicia, nas paredes como de costume varias peças de memorabilia, das mais diferentes bandas e cantores de Rock. Daqui um tempo as roupas da Lady Gaga também deverão estar em exposição. Gostaríamos de ficar mais tempo em Baltimore mas a neve continuava a cair sem parar do lado de fora, no tempo que visitamos o aquário cerca de pelo menos 10 cm de Neve já estavam acumulados decidimos pegar o carro e voltar para Delaware. Como a neve parece ter pego todo mundo desprevenido as ruas principalmente dentro da cidade estavam bem complicadas de se trafegar, uma rua de cerca de 5 km até chegar a estrada levamos mais de 40 minutos para atravessar, não tinha como andar mais rápido que 20 Km/h quando o semafaro fechava você pisava no freio mesmo que devagar e com ABS o carro escorregava uns 2-3 metros.

 

Finalmente conseguimos chegar na estrada, la como os caminhoes espalhando sal já haviam passado a trafegabilidade estava bem melhor, mas ainda sim podemos ver vários acidentes no caminho e a velocidade média não era maior que uns 60 Km/h.

Chegamos em Casa ao anoitecer, mas ficamos com vontade de voltar a Baltimore, até comentamos, porque Baltimore não é mais perto como Philadelphia.

10 Comments
  1. Jenny says

    Que interessante, qta neve ao lado da estrada isso é o acumulo?… beijosss

  2. Mauoscar em Dela Where? says

    Sim mas tambem porque a neve tirada da estrada e jogada de lado e pelo visto vamos ter um outro final de semana branco

  3. Ana Tereza says

    Oi Lindo, parabéns pela indicaçao do prêmio e boa sorte! Beijos.

  4. Mauoscar em Dela Where??? says

    Obrigado Ana Tereza, na verdade nao vence o melhor, vence o mais popular. Tem uns Blogs ali que para mim sao quase sem conteudo.

  5. […] Floresta, Golfinhos, Inverno, KLCC Aquaria, Maryland, Peixes, Planet Earth, Tubaroes Durante a nossa visita a Baltimore, fomos conhecer o National Aquarium, Considerado um dos melhores aquários dos EUA e motivo de […]

  6. Angie says

    Que legal passear por Baltimore através do seu post 🙂
    Obrigada pela visita lá no blog, volte sempre 🙂
    Um grande abraço, Angie

    1. mauricio says

      Oscar,

      você acha que dá para fazer Baltimore e Philadélfia em um dia de carro partindo de Washignton? A ideia é fazer um bate-volta num domingo de maio.

      1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

        Maurício

        Acho que de Washington os melhores bate e volta são Baltimore e Annapolis. Se você tem apenas 1 dia eu focaria o passeio numa dessas duas cidades. eu particularmente curto mais Annapolis, dá uma espiada neste post aqui => http://mauoscar.com/category/america-do-norte/estados-unidos/maryland/annapolis/
        Nada impede você ir para Philadelphia, mas você gasta muito tempo na estrada que poderia aproveitar visitando outros lugares.. Se sair cedinho, talvez até de para fazer um passeio basicão por Baltimore e Annapolis no mesmo dia..

        Abs

  7. Fernanda says

    Adoro suas dicas! Muitas delas fizeram parte dos meus roteiros de viagem! Obrigada por compartilhar suas experiencias!

    Pretendo fazer de carro em março/2015 Washington (3 noites) – Baltimore (1 noite?) – Philadelphia (3 noites). Certamente as estradas são boas, vc recomenda? Nesse período (segunda quinzena de março) neva?!

    Da Philadelphia pretendo pegar um trem pra Boston (3 noites). Lí que não vale a pena carro em Boston, sera mesmo? e de Boston um trem para NYC.

    Minhas duvidas maiores são, caso possa ajudar: trajeto de carro WAS-PHI. Já viajei pela California e Florida de carro e me saí bem! rsrsrs! Se no período há possibilidade de neve, o que atrapalharia viagem de carro. Boston sem carro mesmo?

    Iniciei hoje as pesquisas e roteiro. Desculpa quantidade de perguntas!
    Abraço e obirgada!

    1. mauoscar14 says

      Fernanda

      Em Março é raro nevar, mas teoricamente ainda pode acontecer. As estradas são ótimas e mesmo que esteja nevando elas são limpas e “salgadas” constantemente… Carro em Boston mais atrapalha que ajuda, mas tendo carro você tem flexibilidade para explorar lugares das redondezas como Salem por exemplo..

      Abs

Leave A Reply

Your email address will not be published.