Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

117 – Arte Brasil / Cingapura

0

Depois de um final de semana relaxante prolongado em Phuket na costa do mar de Andaman na Tailândia, nossa semana foi bastante agitada. Aqui em Cingapura. Principalmente no que se refere a nossa mudança para Delaware nos Estados Unidos. Bem para quem pensa que mudança é uma maravilha, bem a fase de preparação e acomodação no novo lugar as vezes é um processo complicado, daqui alguns anos seremos experts nesse negócio. Afinal de Contas se continuarmos neste ritmo em 10 anos teremos morado em pelo menos 5 paises diferentes.

Bem nossos primeiros passos para mudança já estão sendo dados, já temos uma conta nos EUA e estamos com a passagem quase marcada, por conta da enrolação do visto para Austrália, estamos quase optando por desistir da viagem, e se realmente o fizermos assim iremos aproveitar que uma das opções de voo com a Singapore Airlines faz escala em Frankfurt e faremos um Stop Over por uma semana na Alemanha, dessa vez estamos pensando ir mais para o norte, passando por Weimar, Wittenberg, Dresden até Berlin.

A outra opção seria pegar um outro voo direto de Cingapura a Nova York de cerca de 18 horas, o que mais impressiona nesse voo é que a aeronave é todinha Business Class ou First Class,  eu não consigo imaginar um avião sem a classe económica.

Singapore Airlines

Na quarta feira fui almoçar com a Mariane no Toast, um restaurante de sanduiches naturais bem gostosos ali no Takashimaya, depois demos uma volta pelo Shopping, e como ela ainda não havia ido ao ION Orchard o Shopping novo, mostrei a loja com os produtos da região do Erzgebirge na Alemanha, ela adorou, depois entramos na galeria de arte que existe no shopping, eu já havia visto antes um quadro do Romero Britto, mas para nossa surpresa eram vários.

Oscar e Mariane

Ainda na quarta feira fiquei sabendo da Oktoberfest de Cingapura que vai acontecer no Swissclub, já estamos comprando nossos ingressos, não vejo a hora de usar novamente meu traje típico de alemão, o melhor de tudo, que embora relativamente caro o jantar está incluído, mas as bebidas a parte.

Oktoberfest Singapore 2009

Na quinta-feira o Maurício teve que ir na Embaixada do Brasil aqui em Cingapura para fazer uma procuração, para que a Ana Pauli, pudesse pedir em Curitiba a emissão da permissão internacional de direçao, que será necessária nos EUA e que não deu tempo de fazer quando estávamos no Brasil. Aproveitamos para almoçar no Fiesta Brasília, um dos restaurantes Brasileiros de Cingapura, que por sinal este mês está com uma promoção de 1 por 1 na hora do almoço para serviço a la carte, pedimos o prato chamado Bahia, que vem com picanha, arroz feijão e maionese e um guaraná antartica, uma delicia, melhor ainda foi o preço a conta saiu por menos de 12 dólares de Cingapura por pessoa, pena que descobrimos isso no final da promoção, mas voltamos lá hoje para aproveitar.

Prato Bahia

Na sexta feira o Maurício teve que dar uma palestra na NUS, National University of Singapore sobre o programa do IM numa espécie de feira de carreiras, e pelo visto fez sucesso, já que acabou chegando em casa quase 21:30.

IM

Hoje saímos de casa para dar uma volta pela Orchard, passamos pelo Youth Park, que fica em frente ao ponto de onibus que eu pegava para o curso de inglês, é um espaço destinado para o publico jovem, onde existe um palco e lugar onde eles podem fazer pichaçoes, por sinal esse e outros espaços assim são os únicos lugares que você vê pichado por aqui.

Youth Club

Além disso ano que vem Cingapura será o primeiro anfitrião dos Jogos Olímpicos da Juventude (YOG) de 14-26 de Agosto de 2010. E irá receber cerca 3.600 atletas. Os atletas que podem participar são os do escalão Júnior, masculinos nascidos em 92 e 93 e femininos nascidas em 93 e 94. Ao todo estarão presentes 26 desportos.

Singapore_Youth_Olympics_2010_logo

Alguns metros a frente fomos surpreendidos com o que parecia ser a filmagem de um filme estilo Bollywood, não sei ao certo o que estavam fazendo mas era engraçado ver aqueles dois personagens com aquela roupa indiana tão diferente das que estamos acostumados a ver por aqui, acho que era tipo um Marajá e uma Maharani e o bigode do Marajá então nem se fala.

Bollywood Cingapura

Depois fomos ao Shopping Orchard Central,um dos dois novos shoppings da Orchard Road, descobrimos uma loja, que deixa qualquer pessoa que gosta de produtos de papelaria e scrapbook bem malucos, o que eu gostei mesmo foram dos mini globos terrestres que eles tinham para vender ali.

Globo Mundi

Como já era quase meio dia, deu aquela fome, fomos pegar o MRT para Novena onde fica o Restaurante com a promoção que fomos na quinta, para nossa surpresa vários cartazes na Orchard Road, fazendo propaganda para as obras do talvez mais badalados artistas plásticos Brasileiros da Atualidade o Romero Britto, nesta galeria que estive na quarta feira.

Romero Britto

Bem chegamos ao restaurante que apesar da promoção 1 por 1 estava vazio, incrível que a chinesada gosta mesmo e de comer mesmo é macarrão, um dos brasileiros que trabalha lá comentou com a gente que o movimento na hora do almoço e quase insignificante, que o que importa mesmo é o jantar. Ele ainda falou uma coisa engraçada que é verdade a chinesada prefere comer esse macarrão babado, em alusão ao macarrão em uma espécie de sopa do que comer uma picanha com arroz e feijão.

Comendo no Fiesta Brasilia

Pagamos nossa conta e fomos ao Novena Square, mais um shopping de Cingapura, lá fomos ao Fair Price um supermercado do governo de Cingapura, ainda não havíamos ido nele já que perto de casa não existe nenhum. Bem você já viu galinha preta? Não as cor dela eu digo a carne e a pele preta, pois então essa coisa existe aqui e parece ser bastante popular. Se o pessoal que faz despacho de macumba descobre essa galinha no Brasil!!!  Como estava com a maquina fotográfica não resistimos e tiramos foto.

Galinha Preta

Outra coisa que existe em vários lugares que tirei uma foto são as barraquinhas que vendem frutas descascadas e em palitinhos ou dentro de saquinhos plásticos, otimo para aqueles que não comem frutas por preguiça de descascar acabam não comendo quase frutas.

Frutas

Pegamos o metro e voltamos ao ION para dar uma olhada nos quadros e esculturas do Romero Britto e para ser honesto não e por ser brasileiro mas as obras deles eram as mais bonitas da galeria.

RB2

Romero é conhecido como artista pop brasileiro, radicado em Miami. Suas obras caíram no gosto das celebridades por sua alegria e colorido, tendo sido alçado para a fama ao realizar a ilustração de uma campanha publicitaria para a vodka Absolut. Começou no mundo do “grafite” e hoje é o artista preferido de vários atores e atrizes hollywoodianos.

RB8

Porém nunca obteve sucesso com a crítica especializada, uma vez que se trata de um artista cujo trabalho é por demais determinado pela indústria cultural, sendo impossível distinguir até que ponto seu trabalho deve ser visto como arte ou como prática de marketing. .

RB9

Aos oito anos começou a mostrar interesse e talento pelas artes.

RB1

Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papelão e jornal. Sua família o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. Aos 14 anos fez sua primeira exibição pública e vendeu seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos.

RB6

Embora encorajado por este sucesso precoce, as circunstâncias modestas de sua vida o motivaram a estabelecer metas e a criar seu próprio futuro: “Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade. Como resultado, passei a pintar para trazer luz e cor para minha vida.”

RB7

Freqüentou escolas públicas, recebeu bolsa de estudos para uma escola preparatória e, aos 17 anos, entrou na Universidade Católica de Pernambuco, no curso de Direito. Viajou para a Europa para visitar lugares novos e ver a arte que só conhecia nos livros.

RB3

Na maioria das obras de Romero Britto, ele usa textura gráfica e, geralmente, elas tratam de assuntos importantes para o dia-a-dia. Suas obras, na maioria das vezes, não são exatamente iguais à realidade, pois apresentam linhas, pontos, divisões e fragmentos de sua assinatura.

RB4

Bem todas essas obras expostas aqui estão a venda em valores variando de 15000 a 50000 dólares de Cingapura, tenho certeza que um dia essas obras irão custar ainda mais, o que eu realmente gostei foram as esculturas dos elefantes, mas infelizmente não pude tirar foto.

RB5

Passamos pelo Takashimaya onde comecou uma feira para produtos para Bebe, essa feira acontece umas 4 vezes por ano e sempre esta cheia, gracas a politica de incentivo a natalidade adotada pelo governo daqui que da descontos sob impostos a familias com criancas, e cada vez mais cingapurianos nascem em um pais totalmente dependente do exterior.

TAKA FAIR

BABIES

Voltamos para casa, no caminho todo dia passo por ali, vejo algumas sempre  mudas de uma planta que lembra muito a infância, trata-se da dorme-dorme, dormideira ou sensitiva (Mimosa pudica L.) é um pequeno arbusto perene da América tropical, pertencente à família mimosoidae.

DSC07524

Este nome é devido à forma como os folíolos das folhas se juntam quando ela é tocada ou exposta ao calor (sismonastia). Essa sensibilidade e movimento das folhas da planta também ocorrem em outras espécies dentro da família das mimosoidae, tal como a Neptunia, ou em outras famílias, como o gênero Biophytum na família Oxalidaceae.

DSC07525

Bem estamos quase as vésperas de completar 3 anos juntos, e estamos em contagem regressiva para nossa mudança  aos EUA, mas os trâmites burocráticos as vezes enchem o saco apesar de uma empresa estar nos acessorando em tudo, temos coisas que só nos mesmo podemos fazer. Bem esses dias recebemos um email do Kedny e da Jumara, um casal de amigos que se mudou para Orlando na Flórida, ela inclusive escreveu um capítulo chamado “Intercâmbio cultural depois dos 40?” para o livro “Expatriado.com” da autora Andrea Sebben sobre a experiência dela como expatriada do HSBC nos USA, cujo lançamento foi dia 29 de Julho em São Paulo.

Eis aqui algumas dicas e comentários deles que talvez possam nos ajudar antes e nas primeiras semanas após a chegada ao EUA

1) Digitalizar o Passaporte e o formulário I-94

2) Baixar/Pegar e logicamente preencher o formulário para o SSN – Social Security Number – fundamental para tudo, tudo mesmo segundo eles, creio que seja uma espécie de CPF americano.

3) Após +/- 10 dias no país, a informação do I-94 estará no banco de dados dos EUA e é hora de ir a uma agência do SSN e dar entrada na documentação – é simples, mas tem a burocracia e a espera – não tem agendamento e é por ordem de chegada – segundo eles é para a gente se preparar que a fila é grande.

4) Receberemos pelo SSN pelo correio, no endereço que vocês indicarem, um cartão com o número e instruções de guarda e uso.

5) Falando em endereço, eles sugerem antes de qualquer passo burocrático, providenciar um – essa uma das principais funções da Empresa – mas segundo a experiência deles deve ser simples, pequeno (suficiente para facilitar toda a manutenção e mobília), bem localizado e com garagem.

6) Imediatamente após obter o SSN, devemos informar ao órgão competente através de  um formulário específico – o Banco – Conta-corrente – para que a partir daí todas as informações da conta sejam vinculadas ao SSN e assim, o Banco informa periodicamente as agências de crédito o histórico de crédito que ajuda em qualquer financiamento, obtenção de cartão de loja, etc… eles contam que mesmo morando nos EUA a mais de um ano ainda não tem nenhum e nem querem mais, o processo é demorado e eles acabam comprando tudo a vista pagando com o Cartão de Crédito.

7) Carro: apesar de o custo de um não parecer tão caro eles dizem que não é barato não (esquecendo qualquer comparação com o Brasil). A Manutenção é cara, como eles rodam muito e portanto queimam muita gasolina, óleo, pneu, filtros, etc e tal. O Seguro é mais caro ainda e tem que fazer diversas cotações antes de comprar. É semestral. No primeiro semestre eles pagaram $900 e no segundo $750 (outra companhia e fizemos cotações mesmo), portanto no ano eles pagaram US$1.650. O Casco para o caso deles é pouco e deve consumir uns 25% do custo, o restante é responsabilidade civil, terceiros, obrigatório lá e pode variar um pouco de Estado para Estado, mas eles advertem se formos rodar bastante é melhor estar preparado.

8) Comprar carro. Eles compraram um carro usado antes da crise pagaram US$7mil e agora vale US$4/5mil para troca em um novo, mas isto é outra coisa. Segundo eles não vale a pena imobilizar muito capital num carro, principalmente quando o prazo de uso é pequeno, pois ao sair dos USA o que vamos fazer com o carro? Vender para quem? Mercado, pelo que dizem, é só em troca por outro mais novo ou queimar mesmo nas grandes revendas de usados (Carmax.com é a maior de lá). Perde-se muito dinheiro, a sugestão deles é comprar um usado legal e se possível que possamos vender depois para o mesmo que lhes vendeu, mesmo perdendo um pouco. Eles contam que até foram ver um novo “dos sonhos” e acabaram não fazendo nada pois quando pensaram no prazo que estão programados para ficar lá, no custo e mais ainda no que fazer ao final, mesmo sabendo que era o nosso ‘sonho de consumo’.

9) Após alugar o imóvel teremos que providenciar:

a) ligação de energia (que pode ser feita pelo telefone mesmo coisa que aqui nem precisamos nos incomodar)

b) ligação de água e esgoto: no caso deles, foram na Prefeitura que é e provedora do serviço e ativaram – eles agendarão a ligação para o dia seguinte e funciona.

c) Cabo para TV, Net e Fone: contrataram a companhia que presta o serviço para a região e como em Cingapura e provedora de TV a cabo, Internet e Telefone, aqui Celular.

d) Informar a Imigração o endereço residencial

10) Caixa de Correio: fizeram seguinte talvez no nosso caso seja diferente: foram até a agência do correio mais perto da casa deles preencheram um formulário simples dizendo que houve mudança e que quem agora mora neste endereço é Fulano e Sicrano. O Correio providenciou a mudança da fechadura e chave (obviamente) da caixa de correio do imóvel e disponibilizou a nova para eles em 2/3 dias na mesma agência.

11) Pagamento de contas: tudo é pelo correio ou pode ser débito em conta (nós não temos nada em débito em conta, para não terem pendencias quando forem embora. Eles pagam as contas da casa com cheques e enviam pelo correio. O restante das contas – consumo geral – pagam com o cartão de débito ou crédito.

12) Carteira de Motorista: é preciso fazer o agendamento logo após que nós tivermos o nosso SSN. Mas antes do dia D, temos que estudar o manual, pois teremos que fazer teste de vista, o teórico e o prático (isto mesmo, com o inspetor dentro do nosso carro).

13) Telefone Celular: eles dizem que não tinham e acham que nem tem ainda o tal do histórico de crédito, fundamental para viver na América no estilo americano de vida. Eles resolveram simplificar e estão satisfeitos, compraram celulares pré-pagos.

Veja aqui essas dicas comentadas pela gente depois de 4 meses nos EUA

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

No Comments
  1. Jenny Maria Nascimento says

    Gosto de ler o blog pois sempre tem muitas informações interessantes. Vejo que quando vocês começam, a se acomodar em um local já tem que estar de malas prontas para um novo desafio.Tudo temseu lado positivo, vejo que isso dá descolamento… rs*
    Gostaria de conhecer a obra de Romero Brito. As esculturas são bem interessantes. Beijosss

  2. Andrea Sebben says

    Queridos Amigos
    Adorei o blog! E se me autorizam, quero colocá-lo como indicação no meu site,
    afetuosamente,
    Andrea

  3. annamerari says

    eu ficaria maluca numa loja de scrapbook

    1. Mauoscar says

      Obrigado pela visita!!!

      Eu imagino… Temos uma amiga que também ficaria como você neste lugar.. rsrs
      Volte sempre

      Abraço

  4. Fabiano Silva says

    Sou um artista plástico brasileiro com obras de artes espalhada pelo o mundo gostaria muito de fazer um trabalho artisticos com vocês.
    atenciosamente Fabiano Silva.

    1. Mauoscar says

      Fabiano..

      Acho que voce talvez tenha se equivocado.. Mas não temos nenhuma galeria de arte.. e por sinal nem estamos mais residindo em Cingapura..
      Att
      Oscar

  5. Fabiano Silva says

    Olá sou um artista plástico brasileiro,gostaria muito de fazer uma exposição com minhas obras de artes no espaço expositivo de vossas galerias.
    Atenciosamente Fabiano Silva.

Leave A Reply

Your email address will not be published.