Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Tanah Lot e Páscoa 2009

0

Em Nosso ultimo dia em inteiro em Bali, fomos  novamente em direcao ao Norte da Ilha, a ao contrario do dia anterior fomos mais a direcao oeste, combinamos com nosso motorista para sairmos mais cedo, as 08:00.

Terracos

Nosso primeiro destino do dia foi a cachoeira Gitgit, para chegar la foram quase 2 horas e meia de viagem, passando por vários terraços de arroz, dois lagos de origem vulcânica, a cachoeira se localiza em uma espécie de Serra, na beira da estrada haviam dezenas de macacos, e depois do incidente ocorrido no primeiro dia da viagem, digamos que este não e um animal muito adorado por mim. Uma das coisas que achei interessante foi ver um carro-brecho na estrada com um monte de roupas usadas para vender em uma arara.

Brecho Ambulante

Chegamos ao local que da acesso a cachoeira, na beira da estrada, alem de ter que pagar taxa de visitação ao local, fomos “forcados” a pegar um guia para nos acompanhar ate la, não que prescisassemos, mas enfim era menos de 2 USD e mais seguro que ir sozinho no mato, em um lugar que não conhecíamos, a cachoeira ficava a cerca de 500 metros da estrada, a trilha era toda cimentada, no meio do caminho havia um pequeno riozinho com uma pequena cachoeira, na hora pensei, não acredito que viajei 2 horas e meia para ver essa porcaria, por sorte não a cachoeira ainda.

Gitgit

Pagamos a taxa de visitação, ao lado da “bilheteria” havia uma mãe segurando uma criança no colo que estava com um brinquedo não muito convencional nos dias de hoje, um besouro amarrado a uma linha, como se fosse um carrinho.

Besouro

Depois de mais alguns minutos de caminhada finalmente chegamos a cachoeira, com uma altura de cerca de 45 metros de altura, não era exatamente a cachoeira mais bonita que já havia visto, o que tornava ela peculiar era por ser formada por duas quedas d’agua vindas de direcoes diferentes com um enorme poço, segundo o guia com 5 metros de profundidade. E a vegetação ao redor, por causa da névoa a vegetação era bastante exuberante com um verde muito vivo.

Cachoeira

Infelizmente a agua estava muito gelada, talvez se fossemos na hora do almoço teríamos tomado um bom banho de cachoeira, mesmo assim entrei na agua ate nas canelas, mas estava muito gelada para dar um mergulho. Haviam algumas cordas e resolvi brincar de tarzan, a primeira tentativa deu certo, atravessei o rio de um lado para o outro sem maiores problemas, na segunda vez tomei impulso em direcao incorreta e fui obrigado a parar no meio do rio, mas mesmo assim foi divertido.

Rio Git Git

Seguimos então para o Templo Pura Ulun Danu Bratan, que de acordo com o manuscrito antigo do Reino Mengwi, Pura Ulun Danu Bratan foi construído em 1633 por Gusti Agung Putu, o Rei da Mengwi, a mesma pessoa que mais tarde construiu Pura Taman Ayun. Na margem do lago são dois merus. Os maiores, 11 com layers, é a morada do Deus do Gunung Mangu. Gunung Mangu seria a morada de Wisnu, portanto, o Meru é dedicado a Wisnu.

Ulun Dunu Bratan

O outro altar é o do Lingga Petak. É menor e mais distante do lago. Este santuário, Meru, com apenas três layers, é dedicado a Shiva. Ele pode ser acessado apenas por canoa. Quando o templo foi restaurado em 1968, três longas pedras redondas foram descobertos na fundação, cor vermelho, branco e preto. A pedra branca foi acreditado para ser um “lingga“, um símbolo de Shiva fálico, e associados ao culto da fertilidade. Ou seja nada mais que um “pinto”.

 Templo

Esse e um templo bem diferente de tudo que já vi antes, pela própria arquitetura peculiar, como pela localização a beira do lago, infelizmente apesar de termos que pagar taxa de estacionamento e de visitação no local o lago continha algumas sacolas plásticas, não custava nada recolherem esse lixo para deixar o local ainda mais bonito, nesse templo também vi pela primeira vez margarida aqui na Ásia.

Margarida

 Terminamos nossa visita a esse templo dando uma rápida olhada no mercado local, mas ali não achamos nada muito interessante, já estava próximo ao meio dia, resolvemos seguir em direcao aos terraços de arroz para almoçarmos, ate chegarmos la levamos cerca de 1 hora.

Oscar e Mau

O local ficava em uma região pouco conhecida por turistas, fomos a um restaurante com vista para os campos de arroz, onde pedimos Satay e Nasi Goreng, ambas comidas típicas da Indonésia, quase como feijão com arroz no Brasil, por falar em Arroz, esse era sem duvida um dos melhores que já experimentamos, e provavelmente vinha de um daqueles terraços que estávamos vendo do restaurante.

Terracos de Arroz

Satay

Nasi Goreng

Dali podemos observar melhor como e cultivado o arroz, no qual no topo existe um canal de irrigação principal, no qual as pessoas chegam ate a tomar banho e pior peladas, o almoço foi servido, comemos super bem, pagamos a conta e fomos de carro conhecer um pouco mais do terraços de Bali. Estes considerados o quarto mais bonito do mundo.

campos-de-arroz

canais

pelados

Tiramos diversas fotos, no caminho de volta haviam algumas senhoras trabalhando com aquele chapéu estilo vietnamita, pedi para parar o carro e tirei algumas fotos delas trabalhando, decidimos então seguir para uma fazenda de borboletas, no caminho eu e o mau tiramos um cochilo.

trabalhador

mulheres-trabalhando

Pagamos nossa entrada, aparentemente o local não era grande coisa, mas mudei de ideia quando vi os Phasmideos, nunca havia visto bicho pau amarelo e bicho pau verde, mas sem duvida o mais impressionante eram os bichos folha, eles possuem um grau de mimetismo tão grande que e impossível reconhece-lo em um pé de goiabeira. Havia também um bicho pau que possuía um abdómen que lembrava um escorpião, bem interessante.

bicho-folha1

bicho-pau

Quanto as borboletas, como era depois do meio dia e estava bem quente foi difícil visualizar elas dentro do enorme viveiro, mas dentro do bercario delas, alem de diversas borboletas com poucas horas de vida, havia um grande numero de crisalidas, uma espécie me chamou atenção, por apresentar uma crisalida dourada, realmente muito bonita, tiramos fotos de varias borboletas, muitas delas era possível se pegar na mão e colocar na roupa, ficando legal para tirar fotos.

borboletas-acasalando

lagarta

crisalidas

Entre as espécies mais comuns estavam exemplares da família pampilionidae, inclusive chegamos a ver duas delas acasalando, sua lagarta e as crisalidas, outras da família danaidae, uma delas parece ate que foi passada purpurina verde em suas asas muito bonito.

purpurina

Saímos de la e fomos em direcao ao Sul na costa oeste da ilha para visitar um outro templo muito famoso em Bali o Pura Tanah Lot, pelo caminho vimos diversos “postes” de bambu que são utilizados como pequenos altares na frente das casas para servir oferenda aos Deus, bem interessante, e na ponta deles existe uma espécie de “boneco” de palha, bem diferente, e a gente viu isso em todos os lugares, alguns bem trabalhados outros nem tanto.

tradicao-1

boneco-palha

Tanah Lot significa “terra no meio do mar” em idioma Balines. Localizado em Tabanan, cerca de 20 km de Denpasar, o templo se localiza sobre uma grande rocha que tem sido moldada continuamente ao longo dos anos pela  acao das marés.Tanah Lot foi construído provavelmente no século 15. Acredita-se que durante as viagens do Sacerdote Nirartha ao longo da costa sul. Alguns pescadores viram ele, e então eles lhe compraram presentes. Nirartha então passou a noite na pequena ilha. Mais tarde ele falou para os pescadores e disse-lhes para construir um santuário sobre a rocha para ele sentir que se trata de um local sagrado para o culto Balines mar deuses e tem sido uma parte da mitologia Balinesa durante séculos. O templo é um dos sete templos do mar ao redor do  costa Balinesa. Cada um dos templos do mar foram estabelecidas no âmbito da próxima visão para formar uma cadeia ao longo da costa sul-ocidental.

tanah-lot-2

Na verdade o templo estava muito cheio, e não apenas de turistas mas também de locais fazendo suas oferendas e rezas, o interessante deste local que trata-se de um derramamento de basalto, a praia tem areia preta, monasitica e o templo em si só e acessível durante maré baixa, a maré estava enchendo, então não podemos chegar ate ele, mas no “continente” também existe um templo onde haviam vários homens tocando instrumentos musicais.

tanah-lot

Tiramos algumas fotos, fomos margeando o costao, mas a maré estava subindo então não ficamos muito tempo para evitar problemas, mas tiramos fotos bem legais, depois demos uma olhada no mercado local, que era bem legal por sinal, mas já não tínhamos mais muito o que comprar.

mercado

Seguimos para o nosso hotel, onde chegamos já era de noite, nosso motorista nos mostrou um lugar ali perto do nosso hotel, cerca de 15 minutos de caminhada onde poderíamos jantar, depois disso ele deixou-nos no hotel, e combinamos no dia seguinte para ele nos pegar as 10:00 já que nosso voo sairia depois do almoço. No hotel na recepção haviam duas dançarinas balinesas apresentando uma performance, seguimos para nosso quarto, pegamos nossas roupas de banho e resolvemos  dar um pulo na piscina, depois voltamos para o quarto tomamos um banho e fomos jantar.

balinesas

O local tinha varias opcoes de restaurante, ate restaurante russo, mas acabamos comendo frango com castanha de caju e carne com legumes, uma delicia, depois descobrimos uma loja enorme que vendo todos os tipos de artesanato que vimos em Bali, ali o preço era mais barato que o preço inicial dos outros lugares, mas ali não tinha barganha, mas fiquei feliz que conseguimos comprar um centro de mesa de Batik, super bonito, e uma tartaruguinha para nossa colecao de souvenirs.

Voltamos para o hotel, ficamos um pouco na frente do mar e voltamos para nosso quarto. No dia seguinte tomamos nosso ultimo café da manha em Bali, depois fomos na praia, tomamos um banho de mar, fomos na piscina, tomamos banho, arrumamos nossas malas, fizemos nosso checkout e seguimos para o aeroporto, teoricamente teríamos tempo para  ir ate Kuta, a praia que os atentados terroristas aconteceram em 2002 e 2005, mas como a Indonésia, estava em plena época de propaganda eleitoral, pegamos uma carreata de um partido, por sinal super esquisito o símbolo era um touro com os olhos vermelhos, decidimos ir direto ao aeroporto para não correr risco de acabar perdendo o voo.

Nosso motorista nos deixou no aeroporto, como nos outros dias demos uma gorjeta para ele, o salário mensal dele não era nem de 200 dólares de Singapura, assim como fizemos nos outros dias,  fizemos nosso checkinn.

Na hora de passar pelo controle de passaporte descobrimos que tínhamos que pagar uma taxa de aeroporto, sem que nunca havia sido avisado antes, tivemos que trocar dinheiro, pois se ficássemos esperando pela pessoa para passar no cartão de credito, perderíamos o voo, pagamos a taxa, faltavam mais uma hora para nosso voo sair, depois descobrimos que ele iria atrasar em 1 hora e 15 minutos, se soubéssemos teríamos tempo suficiente para ir ate Kuta, ainda depois de barganhar consegui comprar dois coelhos de madeira, já que na outra semana seria pascoa.

aeroporto

A Sophie, a outra Júnior IM, que havia ido no sábado para Bali com uma amiga, voltou com a gente no voo para Singapura, nosso assentos eram no Exit, mas elas sentaram com a gente, já que estava vazio.

Chegamos em Singapura depois das 17:00, nos rachamos o táxi ate em casa, a viagem foi super legal, talvez uma das melhores viagens que já fizemos aqui na Ásia. Nosso próximo destino será Ho Chi Minh City no Vietnam, para visitar o Cesário e o Scott.

No final de semana de pascoa,na quinta feira ganhei meu presente de pascoa, o mau me deu um coelho de pascoa, que ele fez do jeito que ele queria, ate cuequinha ele tem, uma graça, sem falar que ele tem certidão de Nascimento e o coraçãozinho dele ate bate.

Na sexta feira, fomos a um restaurante suico no Vivo City, muito gostoso por sinal, comemos um Rosti e um Crepes com legumes que estava uma delicia, no sábado fizemos um Pot Luck na hora do almoço, ao todo vieram umas 12 pessoas cada um trouxe um prato diferente e almoçamos no skyterrace do nosso prédio, tinha comida ate da armenia, uma trainee do banco que esta passando por um estagio aqui e de la e trouxe uma comida do pais dela, super simpática ela por sinal.

singapura-pascoa

skyterrace

Depois disso resolvemos ir ao cinema assistir um filme, acabamos indo ver Velozes e Furiosos, pensei que seria uma bomba como o que o Maurício e eu assistimos durante a semana, o Knowing com o Nicolas cage, mas de fato o filme nos surpreendeu, depois fomos jantar em um restaurante Tailandês. A comida estava uma delicia, principalmente o arroz com abacaxi e o frango com castanha de caju.

Teoricamente iríamos sair para ir numa balada, mas como a gente esta ficando velho preferimos ficar em casa mesmo, como estava cedo ainda o pessoal que foi ao cinema com a gente veio aqui em casa e ficamos jogando Nintendo Wii, foi bem divertido. Principalmente o jogo de Boxe.  Durante semana fui pela primeira vez na academia do prédio da Sophie, estou todo doido. O Mau e eu agora estamos de regime, nos dois temos que estar em forma antes de deixar Singapura, agora só falta 1/3 do tempo para irmos embora.

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

 

Clique na Logo =>

 

Siga o MauOscar.com também no:

 

 

 

No Comments
  1. Jenny says

    Muito bom acompanhar a viagem que vocês estão fazendo… esta muito interessante o blog… beijossss

    Ah! Gostei das fotos elucidativas.

  2. Alice Tanigushi says

    Olá, sou a Alice, mas não a do país das maravilhas!rsss
    Morei no Japão durante 8 anos e tive a oportunidade de conhecer Balli em uma das minhas viagens por esse mundo grande de meu Deus!
    Acompanhar vcs foi como voltar no tempo…um tempo bom por sinal! Balli é ao mesmo tempo pobre de marré e rico em belezas naturais e de pessoas. Me lembro que comprei umas estatuetas esculpidas em osso de boi e outras em madeira de sandâlo…lindas!
    Parbéns pelas abordagens discritivas e ótimas!
    Grande abraço!

    1. Mauoscar says

      Oi Alice

      Legal que você gostou do Post..Bali é um daqueles lugares que você chega e não quer ir embora né?!
      Bacana saber que voce morou no japão.. Tenho muita vontade de conhecer um dia..
      Volte sempre 😀

      Abraço
      Oscar

  3. Casal Dubaveli says

    Ói pessoal! Adorei o vosso blog! Eu amo viajar e a próxima viagem que planeamos conhecer é Tailândia+ Singapura+ Malásia e Bali e foi assim que encontrei o vosso blog. Sugerem algum concelho? Nós gostaríamos de ir em Dezembro. Antes disso só em Outubro faremos uma viagem bem curtinha (talvez a atenas ou istambul ou até moscovo).
    Já viajámos bastante, mas cada vez que penso nos destinos que ainda quero visitar sinto que não conheço nada. Podem ver o meu blog também: http://www.viagensdocasaldubaveli.blogspot.com
    Fico esperando um email vosso com algumas sugestões.
    Parabéns pelo Blog!

    1. MauOscar says

      Casal Dubaveli

      Acho que o roteiro de vocês esta muito legal.. Se for a primeira vez de vocês na Ásia eu recomendaria vocês começarem a viagem por Cingapura, Subir para Malásia depois Tailândia e fechar com chave de ouro em Bali…
      Aqui no Blog tenho vários posts de nossas andanças por aqueles lados.. se vocês tiverem alguma dúvida mais espeçifica posso tentar ajudar..

      Grande Abraço

Leave A Reply

Your email address will not be published.