Último dia no Camboja

Apsaras no Camboja

Em nosso ultimo dia completo em Siem Reap, pegamos um Tuk Tuk para fazer o grande circuito dos templos, iniciamos a visita seguindo em direcao a Ta Prohm, pelo caminho vimos muitas e muitas motocicletas, vários macacos na beira da estrada. Mas uma das coisas mais exóticas que vimos foi uma moto com vários leitoes dentro de uma gaiola de bambu, ser parada em uma Blitz, nosso Tuk Tuk também foi parado, enquanto isso passaram diversas motos com as mais diferentes coisas possíveis e imagináveis, desde galinhas, agua mineral ate lenha.

Em Ta Prohm esta vez tivemos sorte de não encontrar tantos turistas, dessa forma podemos tirar muitas fotos sem que eles aparecerem, principalmente das árvores e suas enormes raízes que cresceram sobre os templos nos últimos seculos.

Desta vez também encontramos alguns monges budistas com vestimenta laranja e cor Caqui, e consegui tirar algumas fotos deles. Seguimos então para outro templo o East Mebon, la logo na chegada tirei uma das melhores fotos da minha vida, coisa de National Geografic, uma Mãe, com a criança no colo em preto e branco.

Construído durante o reinado do Rei Rajendravarman, ele fica em o que era uma ilha artificial no centro do reservatório Baray.

O East Mebon foi dedicado ao Deus hindu Shiva e homenageia os pais do rei. A sua localização reflete uma das características dos arquitetos Khmers, ou seja preocupação com a orientação em os pontos cardiais. O templo foi construído sobre um eixo norte-sul com o templo Pre-Rup, localizado a cerca de 1200 metros para o sul apenas fora do baray. O East Mebon também recai sobre um eixo leste-oeste com o palácio templo Phimeanakas, outra criação do reinado de Rajendravarman localizada a cerca de 6.800 metros oeste, próximo ao templo Bayon.

Construído em 953 dC. Possui três níveis. Quase todo construído com materiais duráveis como arenito, tijolo, laterita e estuque. No topo está uma torre central sobre uma plataforma quadrada, rodeada por quatro pequenas torres na plataforma da cantos. As torres são de tijolo; buracos que antigamente ancorada com estuque são visíveis.

As esculturas no East Mebon sao variadas e excepcionais, incluindo  elefantes de cerca de 2 metros de altura feitos em pedra nos cantos do primeiro e segundo níveis.  Cenas religiosas que incluem o Deus Indra em cima de seus três elefantes-intituladas Airavata, e Shiva sobre o touro sagrado Nandi.

Esse templo por usar basicamente laterita na sua construção e muito semelhante com o palácio templo Phimeanakas, onde o Rei dormia com  as cobras. Mas ao mesmo tempo esse lugar tem um ar meio sombrio, não consigo explicar muito bem, mas entre os templos que visitamos foi talvez o que menos gostamos, talvez pela quase inexistência de esculturas em baixo relevo em suas paredes, feitas quase inteiramente em laterita ou em tijolos. Mas sem duvida o que mais chama atenção são as enormes esculturas de elefantes, colocadas nas pontas do 1 e 2 nível do templo.

Seguimos então com nosso Tuk-Tuk ate o templo de Ta Som, ta Som era um templo Budista dedicado ao  pai do Rei Jayavarman VII. Foi construído no final do século 12. La logo na entrada havia uma menina, que lembrava bastante a menininha do filme Tom Raider, que fora gravado nos templos do Camboja a alguns anos atrás, não demos dinheiro a ela, mas sim algumas bolachas, o Maurício ainda brincou, vai que ela e um espírito, melhor ter dado umas bolachas para ela. O templo na verdade e bem pequeno e nunca foi restaurado, o legal e ver uma enorme figueira que cresceu sobre um dos gopura (portão de entrada do templo), la também pela primeira vez encontramos um Brasileiro no Camboja.

Depois disso seguimos com nosso Tuk Tuk e seguimos Neak Pean, uma ilha artificial com um templo Preah Khan Baray construído durante o reinado do Rei Jayavarman VII, infelizmente por ser época de seca as 4 piscinas não estavam com agua, no caminho para la compramos 2 Fantas, uma sabor abacaxi e outra sabor lichia, as duas uma delicia, certamente fariam sucesso no Brasil.

Alguns historiadores acreditam que Neak Pean representa Anavatapta, um mítico lago no Himalaia cujas águas segundo a tradição popular e capaz  de curar todas as doenças.

 Neak pean foi originalmente concebido para fins médicos, como é um dos muitos “hospitais” que Jayavarman VII construiu. Baseia-se na antiga crença hindu de equilíbrio. Quatro piscinas representam ligado água, terra, fogo e do vento. Os antigos acreditavam que ao entrar nessas piscinas, você estava a  equilibrar estes os elementos e assim curaria suas doenças.

Seguimos então para o próximo templo Preah Kahn considerado o terceiro maior de Angkor, construído no século 12 para Rei Jayavarman VII. Ele está localizado no nordeste de Angkor Thom e apenas a oeste do Jayatataka baray, com a qual era associado. Foi o centro de uma grande organização, com quase 100.000 pessoas. O templo tem um design plano, com sucessivas galerias rectangulares em torno do santuário budista, que posteriormente fora acrescentado  numerosos templos hindus satélites. Tal como a vizinha Ta Prohm, Preah Khan foi deixada em grande parte sem restauração, com muitas árvores e outra vegetação crescendo entre as ruínas.

Preah Khan foi construído sobre o local onde Jayavarman VII derrotou os invasores Chams (Atual Vietnam) em 1191. Excepcionalmente o nome moderno, que significa ” espada santa “, é derivado do significado do original – Nagara Jayasri (cidade santa de vitória).

Acredita-se que o local possa ter sido anteriormente ocupada pelos palácios reais de Yasovarman II e Tribhuvanadityavarman. Recentes trabalhos arqueologicos tem descoberto informações importantes sobre a história e administração da época: a imagem principal, das boddhisatva Avalokitesvara, sob a forma de o rei, foi dedicado ao seu pai em 1191 (a mãe fora homenageada pela construção de Ta Prohm).

Acredita-se que o templo tivera cerca de 430 sacerdotes, sendo que cada uma recebia uma atribuição, indo de alimentação, vestuário, perfumes e até mesmo redes mosquiteiras.

O templo contia una expressiva riqueza incluído ouro, prata, pedras preciosas, pérolas e uma vaca com chifres dourados. Que infelizmente acabou sendo perdida no tempo. A cidade- templo budista tinha uma universidade com cerca de  1000 professores. Alem disso cerca de 1000 bailarinos viviam ali.

A parede exterior de Preah Khan é de laterita, e ostenta 72 garudas. Cercado por um fosso, mede 800 por 700 metros e abrange uma área de 56 hectares. Para o leste de Preah Khan é um ancoradouro na ponta da Jayatataka baray, agora seco, que mede 3,5 por 0,9 km. Isso também permitiu o acesso ao templo de Neak pean no centro da baray. Como de costume Preah Khan está orientada em direção ao leste, pelo que esta era a entrada principal, mas há outros em cada um dos pontos cardeais. Cada entrada tem uma ponte sobre o fosso com Naga portadores de devas e asuras semelhantes àquelas em Angkor sendo uma indicação de que a cidade Preah Khan foi mais significativo do que os de Ta Prohm ou Banteay Kdei.

Uma das características que mais chama atenção nesse templo são as galerias orientadas de acordo com os pontos cardeais, sendo que quando você esta no centro o tamanho dos batentes das “portas” vão diminuindo de acordo com que você vai se afastando, o que proporciona otimas fotos em perspectivas, num desses lugares tirei uma foto com um senhor cambojano, muito simples em preto e branco que lembra fotos de documentários fotográficos, Os templos do Camboja são um prato cheio para quem gosta de fotografia.

As antigas Bibliotecas também são algo muito impressionante, construída em 2 andares e com colunas que lembram um pouco o estilo dórico grego, em uma determinada galeria, se encontra a apsara mais perfeita, que acredita-se que seja a representação da mulher de Javayarman VII.

Saímos então de Preah Khan, passamos por Angkor Thom, onde ainda de dentro do Tuk Tuk tirei algumas fotos do terraço dos elefantes e de Bayon, ate chegarmos aos restaurantes situados em frente a Angkor Wat, onde almoçamos no primeiro dia.

A comida estava muito gostosa, seguimos ainda de volta ate Angkor Thom onde fizemos uma ultima visita ao Templo Bayon, no caminho ainda demos sorte de pegar o Portão Sul, totalmente livre de turistas, e podemos tirar otimas fotografias.

No Bayon, tiramos mais algumas fotos,  inclusive algumas “artisticas” em preto e branco e em Sepia, que ficam muito legal tiradas nos templos do Camboja.

Seguimos então ao Angkor Wat, para nossa ultima visita antes de deixarmos o Cambodja, la ainda acabei torcendo meu pé, que ficou me incomodando por alguns dias, no caminho de volta ao hotel ainda demos uma rápida parada para tirar algumas fotos do macacos na beira da estrada.

Demos um pouco a mais de dinheiro para nosso motorista de Tuk-Tuk e também um pacote de bolacha para que ele desse aos seus dois filhos, normalmente um dia inteiro de Tuk Tuk custa cerca de 15 dólares americanos. Acho que ele gostou bastante. Combinamos então de ele levar a gente para jantar em Siem Reap a Noite

Tomamos um bom banho, na hora combinada ele estava nos esperando, fomos ao Restaurante Red Piano, um dos mais famosos de Siem Reap, só por que a Angelina Jolie fazia as refeicoes la, o atendimento não era la essas coisas, a comida era gostosa o Mau pediu um Peixe em estilo Khmer que estava muito gostoso e eu pedi uma carne.

Mas o mais engraçado foi quando na hora que estávamos pagando a conta uma das atendentes perguntou “ Are you married each other? “ ou seja vocês dois são casados? Essa pergunta nos pegou de surpresa e claro que dissemos que sim, deixamos o restaurante e ainda demos uma ultima passada pelo mercado noturno antes de retornar ao hotel.

No dia seguinte de manha tomamos café, terminamos de arrumar nossas coisas e o táxi do hotel nos levou ao aeroporto, nosso voo saiu na hora o único inconveniente e que o voo de volta tem escala em Phom Pehn a capital do Camboja, e embora prosseguíssemos na mesma aeronave tivemos que desembarcar, e esperar cerca de 1 hora e meia para seguir para Singapura.

Chegamos em Singapura no Inicio da tarde, adoramos a viagem, tiramos muitas fotos, e aprendemos bastante sobre historia, a comida também para ser sincero foi a melhor comida que já comemos aqui na Ásia, principalmente para mim que não gosto de comida apimentada.

Na Segunda Feira meu curso de Inglês reiniciou, agora irei seguir com ele ate finalizar, ou seja ate final de Julho, depois disso ficarei como turista ate deixar Singapura que esta programado para ser em Outubro.

 

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

 

 Clique na Logo =>

 

 

Siga o MauOscar.com também no:

 

 

 

 

About these ads

Tags:, , , , , , ,

Categorias Asia, Camboja, Siem Reap

Author:MauOscar BlogdeViagens

Blog de Viagens de dois expatriados brasileiros que adoram viajar, fotografar e compartilhar experiências pelo mundo Já moramos no Brasil, Alemanha, Cingapura, Estados Unidos e agora estamos morando em Auckland na Nova Zelândia

4 Comentários em “Último dia no Camboja”

  1. Shizue Fukuda
    29/06/2011 at 11:44 #

    MauOscar,
    Adorei seu blog, sera meu guia ness ida pro Camboja e Vietn’a
    Havia riqueza de descri;’ao, detalhes, historia, aspectos atuais e dicas pra quem esta indo

    obrigada

    • MauOscar
      06/07/2011 at 14:38 #

      Shizue

      Legal saber que você gostou.. Nesta época meus posts eram muito amadores ainda.. Na verdade ainda são um pouco.. Mas pelo menos tem fotos, coisas que estes quase não tem..
      Aproveite bastante sua viagem e volte aqui para contar o que você achou..

      Abraço

  2. Erminda
    08/08/2013 at 10:00 #

    MauOscar,
    Quantos dias vocês ficaram no Camboja? E melhor contratar um guia? Como voçês fizeram isso?
    Obrigada!

    • Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens
      09/08/2013 at 00:54 #

      Nos ficamos 5 dias e 4 noites.. Fizemos tudo por conta própria sem guia.. O interessante é encontrar um motorista de tuk tuk legal e fechar o passeio para todos os dias

De vida a este blog, deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.562 outros seguidores