Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Bintam na Indonésia

0

 Este e um dia especial, este e o 50 posting para o nosso Blog, espero que estejam gostando e em breve ele será atualizado em tempo real.

Dia 04 de Outubro, pegamos o Táxi e fomos para o Tanah Merah Ferry Terminal. Dividimos o Táxi com duas amigas da Hiba, que vieram de Hong Kong para passar alguns dias aqui em Singapura e em Bintam.

Ao chegarmos no terminal, estava super cheio, mas ficamos impressionados com a estrutura, e com a quantidade de pessoas com aparato para jogar Golf, o terminal fica próximo ao aeroporto de Singapura, fiquei impressionado com o que o taxista comentou, a avenida que da acesso ao aeroporto e uma avenida enorme de 4 pistas de cada lado e uma reta de mais de 5 kilometros, com diversos vasos com primavera, formando o canteiro central, ele falou que em caso de emergência no aeroporto esta avenida pode ser transformada em uma pista de pouso em menos de 1 hora e meia. Coisas de Singapura.

Fizemos nosso check-inn, ganhamos nosso cartão de embarque e efetuamos o mesmo, o Duty Free era minúsculo, sem nada de interessante para ser comprado. Pegamos o Barco Aria Bupala, uma espécie de catamara para Bintan na Indonésia, pais que nunca estivemos antes.

Pelo caminho como costuma aqui perto de Singapura vimos diversos navios no estreito de Singapura, entre eles navios frigoríficos e de transporte de líquidos, e ate um navio de guerra, em cerca de 1 hora estávamos chegando a Indonésia.

Assim que o barco atracou, tentamos sair o mais rápido possível para fazer nosso visto, a Indonésia exige visto para Brasileiros, mas podemos fazê-lo na entrada do pais, pagando uma taxa de 10 USD para 7 dias de permanência, ainda sim pegamos um pouco de fila para pagar a taxa, na Imigração, ficamos em uma Fila que o policial da Imigração era uma Múmia, nunca vi pessoa tão demorada para fazer tal procedimento, e tão folgada, para ter uma ideia entrei na Indonésia com o Visto com apenas meu primeiro nome Oscar, mas enfim, o visto e super legal, como o visto dos EUA, México, Alemanha, ocupa uma pagina inteira.

Pegamos o Shuttle Bus do nosso hotel, o Bintam Lagoon Resort, demorou um pouco para sair mas em 20 minutos chegamos, na entrada já podíamos ver inúmeros campos de Golf, na entrada do Hotel tinha um grupo vestido com trajes típicos da Indonésia, tocando uma musica e dançando, fizemos o check-inn provisório e fomos dar uma volta, afinal só poderíamos ir para nosso quarto as 14:00.

Assim que chegamos a praia, ficamos impressionados com a cor do mar, super azul, a estrutura do resort também não deixava a desejar, apesar de ser um pouco antiga.

Finalmente podemos ir para o quarto, que estava um pouco fedido com cigarro, mas deixamos ventilar um pouco  e melhorou, fomos novamente em direcao a praia, acabamos indo a um barzinho onde comemos e tomamos um suco e um refri, estávamos caminhando quando nos deparamos com um lagarto enorme, levamos um super susto, tiramos mais algumas fotos.

Voltamos para nosso quarto, demos uma descansada e resolvemos alugar um carrinho de golfe para passear pelo resort, super legal o mau foi dirigindo inicialmente, depois de quase 6 meses finalmente estávamos dirigindo alguma coisa, entramos na contramao em determinado momento, depois eu entrei em uma área proibida, mas nos divertimos bastante, e melhor de tudo no final não pagamos pelo aluguel, pois a bateria do carrinho acabou e reclamamos e não tivemos que pagar nada. Mas valeu pela experiência.

Passamos por diversas casas que estão a venda, todas por um preço absurdo e com um condomínio também absurdo, não sei de onde o povo daqui tem tanto dinheiro.

No Lobby do hotel havia uma loja vendendo artesanato típico, muita coisa feia, mas algumas coisas interessantes, porem absurdamente caras.

Voltamos novamente a praia, a maré estava super baixa, e incrível ver como a diferença entre a maré alta e maré baixa e grande por aqui, conseguimos chegar a pé ate uma ilha de pedras que fica em frente a praia, que ate então não pensava que conseguiríamos chegar sem nadar ate ela, nas pedras podemos ver muitas ostras, o que fez com que nos não andasse mos muito, pois elas são super cortantes, o mau nunca tinha visto uma ostra em ambiente natural assim, peguei uma pedra e abri uma delas para ele ver, mas não tive coragem de comer ela não.

Como no Brasil, ainda podemos ver diversos carangueijinhos Chama-maré, super legal, fomos caminhando em direcao ao final da praia, mas acabamos voltando na metade do caminho o tempo estava começando a ficar fechado. No final da praia ainda podemos observar diversos coqueiros e como se fosse uma praia deserta, sem nenhuma casa e  sem ninguém a nossa frente, fico pensando como seria Ubatuba a 50 anos atrás.

Na areia quase não vi nenhuma concha, somente alguns caramujos, todos eles com ermitão morando dentro dele. Voltamos ao hotel, pois já estava chovendo, tomamos banho e fomos jantar, estava uma delicia, fazia tempo já que não comíamos tão bem, na verdade desde o Cruzeiro.

Uma das coisas que mais chamava atenção no hotel eram as tesouras de madeira do telhado, super bonito, e para calcular tudo aquilo deve ter dado um super trabalho. Voltamos para o quarto, ainda tomamos uma bom banho de banheira e fomos dormir.

Acordamos cedinho e fomos tomar café da manha, que estava bem gostoso, depois fomos para o quarto para trocar de roupa e irmos para a Praia, esta foi a primeira vez de fato que entramos no mar na Ásia, e o mar estava uma delicia, apesar de sentir falta das ondas, mas legal mesmo era conseguir enxergar o pé la no fundo, a agua era super transparente.

Voltamos ao Hotel, e conseguimos adiantar o horário do nosso Ferry de Volta para Singapura, Fizemos o Check-out,e depois de algum tempo descobrimos que a Indonésia esta 1 hora a frente de Singapura, ou seja poderíamos ter aproveitado o nosso quarto por mais tempo, ou mesmo a praia.

Fomos ainda a um local, uma espécie de gazebo com inúmeras almofadas, parecendo um cantinho árabe, mas não conseguimos ficar muito tempo pois o calor era muito forte.

Um pouco antes de sairmos ainda tirei algumas fotos das carpas do hotel e do pessoal vestido com trajes típicos, ai descobri que nossa bagagem havia sido mandada para o Ferry Terminal com o pessoal que havia saído antes, mas cerca de 20 minutos depois ela apareceu, pegamos então nosso Shuttle Bus para o Ferry Terminal, la ainda tivemos que que esperar cerca de 1 hora e meia, fomos conhecer um Outlet, com varias roupas de marca falsificadas, que o povo de Singapura estava se acabando.

Finalmente passamos pela Imigração e embarcamos no nosso Barco de volta a Singapura, aconteceu alguma coisa pois a viagem que era para levar menos de 1 hora levou 1 hora e 45 minutos e o comandante só pediu desculpas pelo atraso, mas não informou o motivo do mesmo, mas na volta nosso barco balançou muito mais que na Ida.

Já era final da tarde, quase de noite quando desembarcamos em Singapura, desembarcamos o mais rápido possível para passar pela imigração, e poder pegar o táxi para voltar para casa, o dutty free não tinha nada interessante e não compramos nada.

Na hora de pegar o táxi, havia uma fila gigantesca, e não aparecia nenhum táxi, quando decidimos ligar para pegar um táxi ou seja pagar o Booking Fee de 3 SGD, o nosso táxi apareceu em menos de 2 minutos, ou seja, eles ficam somente esperando ligarem para ganhar em cima das pessoas, uma das coisas que nos irrita aqui em Singapura são os táxis, você nunca sabe quanto exatamente vai pagar, sem falar nos adicionais, de reserva, de horário de pico, de combustível, de feriado, final de semana, de CBD, etc…

Viemos para casa por outro caminho que nunca havíamos passado antes, por um momento pensei que o taxista estava querendo dar o golpe, mas no final saiu mesmo preço e conhecemos um caminho diferente, não tão bonito que pela ECP (East Coast Parade), chegamos em casa exaustos, mas adoramos a viagem, principalmente tomar banho de mar.

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

 

Clique na Logo =>

 

Siga o MauOscar.com também no:

 

 

 

No Comments
  1. Maryanne says

    Oi Oscar, estava pensando emir pra Bintan no primeiro final de semana em Singa. Li seu post e vários outros comentários no Trip Advisor e parece que a ilha é feita de resorts e vilas, certo? Não tem uma cidadezinha, ou nada assim. Vc vai até lá pra ficar no hotel. É isso mesmo? Se for, eu tô fora. Vc acha que valeu a pena? bj e thanks

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Maryanne

      É isso mesmo.. Bintam é a praia de Cingapura em que o pessoal vai passar o final de semana ou qdo tira uns dias de folga e quer curtir algo sem ter que pegar um avião para algum lugar mais longe.. Com tantos lugares legais para ir “perto” de Cingapura acho que Bintam não é um programa tão legal assim.. Se valeu a pena? Valeu, mas não surpreendeu.. Dificilmente voltaria… Até hoje a única viagem que não valeu a pena na minha opinião foi ir até Genting Highlands na Malásia.. rsrs

      Bjs

  2. hotelcaliforniablog says

    Oi Oscar, estava pensando em ir pra Bintan enqto estiver em Singapura. Mas depois de ler seu post e varios comentarios no Trip Advisor, etou tendo “second thoughs”. Pelo que li, a gente vai até la pra focar no hotel , certo? Não existe uma vila, uma cidade onde as pessoas se encontram, é só curtir o hotel,certo? bj e thanks

    1. Oscar Risch - MauOscar Blog de Viagens says

      Não que eu lembre.. Acho que o esquema é só resort mesmo… Com a AirAsia voando para tanto lugar legal pela região, acho que Bintam deve estar meio caidinha tb.. Quando morávamos lá o pessoal ia bastante.. Hoje o mesmo pessoal que ia, prefere ir para a Tailândia, Malásia e outros lugares da Indonésia

      Bjs

Leave A Reply

Your email address will not be published.