Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

042 – Asia Civilizations Museum em Cingapura

0

No domingo dia 17, decidimos ir conhecer o Museu de Civilizacoes da Ásia, próximo ao Clark Quay, pegamos o MRT ate a estacao de City Hall, la decidimos conhecer a Igreja Católica de St. Andrews, acho que a primeira igreja com ventiladores de teto que eu já vi, e com bancos de ráfia.

Civilizations Asia

Depois saímos e fomos caminhando ao lado do campo do clube de Criket, já podemos ver a montagem do sistema de iluminação da Corrida de F1 de Singapura, que será disputada em Setembro, sendo essa a primeira corrida de formula 1 noturna da historia.

Passamos pelo prédio da Suprema Corte e chegamos ao Singapore River, podemos ver a estátua de Sir Thomas Raffles, ali perto algumas esculturas retratando os mercadores de Singapura no tempo da companhia das Índias Orientais.

Ate que finalmente chegamos ao Museu de Civilizacoes da Ásia. É um dos museus pioneiros na região a se especializar em culturas e civilizações pan-asiáticas. O museu é especialista em materiais da história da China, Sudeste da Ásia, a Ásia do Sul e Oeste da Ásia, a partir dos quais Singapura tem ascendência.

O primeiro museu abriu suas portas na antiga Escola Tao Nan edifício em 22 de Abril de 1997 na Armenian Street, com exposições centradas na civilização chinesa. Com a restauração do Empress Place Building, o museu  mudou de lugar em 2 de Março de 2003, bem como expansão para outras áreas da Ásia. O museu na Armenian Street  foi fechado para restaurações em 1 de Janeiro de 2006 e reaberto em 25 de Abril de 2008, como o Museu Peranakan, com especialização em cultura Peranakan.

Durante a época colonial, a Empress Place Building foi conhecido simplesmente como os gabinetes governamentais. Um dos primeiros edifícios cívicos planeados por Sir Stamford Raffles. Originalmente foi criado para ser um tribunal, Empress Place Building se tornou escritórios para os departamentos governamentais localizados no lado de Maxwell House (mais tarde a antiga Casa do Parlamento).

O Empress Place Building foi utilizado pelos departamentos governamentais até o final dos anos 80. É talvez mais conhecido como o registro de nascimentos e óbitos e o departamento de Imigração e cidadania.

Na década de 1980, foram feitos planos para converter em o Empress Place Building em um museu.  Uma extensa restauração teve início, culminando na abertura Empress Place Museum em 7 de Abril de 1989 pelo então vice-primeiro-ministro Ong Teng Cheong.

Apesar de o museu ter sido afetado por problemas estruturais e de logística, desde o começo ele, ainda assim conseguiu organizar exposições em cinco pendentes chinesas, na curta história seis anos. A primeira dessas exposições, que incluiu objetos reais a partir da Dinastia Qing, no qual foram expostos muitos preciosos artefactos nunca antes vista fora da China. Em 30 de Abril de 1995 ele fechou as suas portas.

Posteriormente, o edifício sofreu abriu como Museu de Civilizações  da Ásia em 2 de Março de 2003, exibindo coleções de Toda Ásia.

O Empress Place Building foi transformado em monumento nacional em 14 de Fevereiro de 1992.

Em 16 de Setembro de 2006, o Museu lançou oficialmente o seu novo logótipo com um novo slogan O Museu asiáticos Civilizações – Onde as culturas da Ásia estão vivas!

Este novo logo reflete a localização única do museu histórico no Singapore River, a fonte e origem da sociedade multi-cultural de Singapura, que o Asian Civilization Museum apresenta em sua coleção.

Assim que chegamos e compramos nosso ticket, um tour estava para comecar dentro de 15 minutos, resolvemos esperar para acompanha-lo, também esta ocorrendo uma exposição especial sobre o Vietnam, desde os tempos pré-históricos ate a atualidade.

Iniciamos a visita conhecendo um pouco da historia do museu, vimos diversas pecas do tempo da idade do Bronze, provenientes de diferentes regiões da Ásia, como Indonésia, Malásia e China.

A arte budista precoce da Índia também está representada pelas obras do Gandhara a Mathura. O Buda feito em arenito vermelho Mathura da colecção do museu datado da época Kanishka é uma das raridades do museu.

Entre outros objetos expostos estão pecas de carpintaria, artefatos de bronze Nepalês-tibetano, têxteis, esculturas do tempos dos Khmer, escultura e templos javanês,  arte budista da Birmânia,Tailândia e do Vietnam, Arte Peranakan, diversas pecas em ouro, ornamento tribais e máscaras teatrais.

Saímos do museu, passando pela loja que vende pecas de artesanato do sudeste da Ásia, mas tudo extremamente caro, caminhamos um pouco em direcao ao Clark Quay, depois pegamos o MRT e voltamos para casa.

Índice com todos os Posts do MauOscar

   Clique na Logo =>

  Siga o MauOscar.com também no:

 

 


No Comments
  1. […] ficam alguns edifícios históricos importantes da era colonial de Cingapura, entre eles está o Museu de Civilizações da Ásia.  Um dos pioneiros na região a se especializar em culturas e civilizações pan-asiáticas. O […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.