Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

Night Safari Singapore – Um safari noturno pelo Zoológico

0

O conceito de um Zoológico Noturno em Cingapura foi sugerido na década de 1980 pelo antigo presidente executivo do Zoológico de Singapura, Dr Ong Swee Lei. Construído com um custo de 63 milhões de dólares, o Night Safari foi aberto oficialmente aberto ao público em 26 de maio de 1994.

Night Safari Cingapura 4

Ocupando aproximadamente 40 hectares de floresta tropical secundária em uma área adjacente ao Jardim Zoológico de Cingapura e ao lado da represa do alto Seletar(Upper Selatar). O Singapore Night Safari atualmente conta com um total de 1040 animais de 120 espécies, das quais 29% são espécies ameaçadas de extinção.

O Night Safari, que assim como o Zoológico e o Jurong Bird Park, é gerido pelo Wildlife Reserves Singapore, recebe anualmente cerca de 1.1 milhões de visitantes. E desde sua inauguração já recebeu mais de 12 milhões de visitantes. Isso é aproximadamente 3 vezes a população total de Cingapura

Ao contrário dos Zoológicos comuns, o Night Safari convida o visitante a conhecer os animais em atividade noturna. Visto que muitas das espécies são muito mais ativas a noite que durante o dia, visita-las a noite é digamos muito mais interessante. E dentre estas espécies “notívagas” podemos destacar os marsupiais, morcegos, e outros animais da floresta.

Night Safari Cingapura 1

O Night Safari está dividido em oito zonas geográficas, e pode ser facilmente explorado a pé através de três trilhas para caminhada, ou através de carrinho elétrico do Safari.

Os animais encontrados no Night Safari, vão desde o rinoceronte indianos aos tarsiers, que são tornados visíveis através da iluminação que se assemelha ao luar (fílmica azul). Embora seja mais brilhante do que uma noite de lua cheia, sua magnitude é fraca o suficiente para não perturbarem os animais noturnos. Assim, nós visitantes podemos observar o comportamento noturno das espécies.

Para a iluminação ao longo do trajeto do Safari, foram consultados especialistas como Simon Corder, responsável pelo desenvolvimento da iluminação para o musical o Fantasma da Ópera em Londres.

A maior parte dos animais em exposição no Safari vêm da América do Sul, África e de algumas partes da Ásia. Desta forma são simulados recintos  semelhantes aos que os animais encontram em seu habitat natural. E assim como no Zoológico de Cingapura, os animais são separados dos visitantes com barreiras naturais invisiveis aos visitantes.

Performances culturais ao longo da noite é outra característica do safari. Estas apresentações incluem danças tribais com fogo e com tambores. Além de conversas com os tratadores e um Show chamado de “As criaturas da noite”. Trata-se de uma performance com alguns animais adestrados e que fazem a plateia delirar.

Night Safari Cingapura 3

Assim que chegamos pelas 18:00 o Night Safari ainda não estava aberto a visitação, as pessoas estavam nos barzinhos e restaurantes da entrada do parque. Enquanto não podíamos entrar, ficamos por lá observando o show com malabares e fogo.

Assim que entramos, descobrimos que nosso ticket só dava direito a fazer as trilhas a pé sem o carrinho eletrico, ficamos um pouco bravo com isso já que na bilheteria ninguém falou nada a respeito, e por um tempo de revolta falamos que só íamos fazer as trilhas a pé mesmo, mas acabamos pagando a mais para fazer de carrinho também.

Night Safari Cingapura 5

Na verdade é bem interessante observar que pela falta de luz, no inicio não vemos quase nada. A medida que o tempo vai passando e nossa pupila dilatando, vamos nos acostumando com a iluminação lusco-fusca do ambiente. Infelizmente as fotos sem um tripé não ficam nada boas.

 Logo no começo do passeio, vimos inúmeras lontras, em plena atividade no anoitecer, super engraçadinhas e barulhentas.

Depois disso, entramos em uma espécie de telado repleto de morcegos (claro que nenhum deles hematófagos), mas eles eram enormes. Alguns deles segundo as placas pertenciam à maior espécie de morcegos do mundo, e que ocorre naturalmente aqui na península malaia.

É incrivel como o sonar deles funciona perfeitamente, a gente sente eles passando bem próximo de nós, as vezes até sentimos o ventinho deles passando ao nosso lado. Porém eles não tocam na gente, a não ser que nós façamos algum movimento brusco. E como associamos o morcego a um animal nefasto e perigoso, digamos que não e tão agradável ficar sentindo eles passar tão perto de você.

Fizemos todas as trilhas do parque, vimos diversos felinos e algumas onças pintadas, muito ativas durante a noite. Num determinado momento fomos para a fila ver o show do creatures of the night, sem dúvida a atração mais concorrida do Night Safari.

Night Safari Cingapura 2

Neste show com animais adestrados, temos desde hienas, uma preguiça que atravessava uma corda sobre a plateia, um mini leopardo, corujas, enfim vários animais, super bem treinados. Sem dúvida dentre todas as performances com os animais do show, as lontras que ensinam as pessoas a separar o lixo em diferentes categoriasde reciclagem foi a mais divertida de todas.

Depois do show demos o Braço a torcer e fizemos o trajeto com o trenzinho eletrico, ai sim nos surpreendemos com o passeio, sem duvida uma experiência única. Não é a toa que e considerado uma das melhores atracoes de Cingapura.

Foi íncrível ver como os animais são ativos durante a noite, vimos diversos animais, entre eles lobos, hienas, tigres, leões, zebras, girafas, tapirs, elefantes, rinoceronte, hipopótamos, veados (um monte) jacarés e afins.

Night Safari Cingapura 6

Todos os animais ficam bem próximos de nós, tão próximos que quase e possível tocar neles, pena que isso não seja permitido. Obviamente que os animais perigosos ficam separados por barreiras ocultas.

Ainda assim, o safari oferece alguns riscos. O último caso que aconteceu, foi durante o show das criaturas da noite, em que um turista chinês, ao tirar uma foto, com a luz infra vermelha, irritou o gato do mato e foi arranhado por ele. Por isso antes de começar o show eles frisam varias vezes para não usar flash nem nada que possa chamar ou desviar a atenção do animal.

Saímos de Night Safari e fomos pegar o Shuttle Bus que nos levaria de volta a cidade. A experiência foi fantástica. Agora só falta ir conhecer os Jurong Bird Park, o parque das Aves de Cingapura.

Veja também:

[youtube=http://youtu.be/eOSmY7gT4bg]

Night Safari Cingapura

[youtube=http://youtu.be/PW3Dtb-zAoY]

Passeio de carrinho eletrico pelo Night Safari de Cingapura

Endereço:

Singapore Night Safari

80 Mandai Lake Road

Posts Relacionados:

Open Ocean no Aquário de Cingapura S.E.A Aquarium: O maior Aquário do mundo em Cingapura 

Super Trees Grove no Gardens by the Bay Cingapura Gardens by the Bay: Os jardins futuristas de Cingapura

 O que ver e fazer em Cingapura

Índice com todos os Posts do MauOscar

Clique na Logo =>

Siga o MauOscar.com também no:

Instagram  – Google +

 

No Comments
  1. […] Night Safari de Singapura, considerado o primeiro zoológico noturno do mundo, é uma das atrações turísticas mais populares de Cingapura. Ao contrário dos Zoológicos comuns, este convida o visitante a conhecer os animais em atividade noturna, muitas das espécies são muito mais ativas a noite que durante o dia, entre elas podemos destacar os marsupiais, morcegos, e outros animais da floresta. Está dividido em oito zonas geográficas, o que pode ser explorada a pé, quer através de três trilhas para caminhada, ou através de carrinho elétrico. Detalhe é um outro Zoológico daquele que voce visita durante o dia embora sejam adjascentes. […]

  2. […] Bird Park é uma atração turística bem famosa de Cingapura, e que assim como o Zoológico e o Night Safari, é gerida pelo Wildlife Reserves Singapore. O JBP é um parque, construído sobre a encosta […]

Leave A Reply

Your email address will not be published.