Dicas e Relatos de viagens ao redor do mundo

013 – Fortaleza Ceara

0

Começa o ano de 2008, ainda não sabemos onde iremos morar dentro de alguns meses, recebo um email da varig com uma promoção para utilizar milhas para viajar a diferentes destinos do Brasil utilizando 1000 milhas + 50 reais + taxas, como havia diversas milhas das duas viagens a Alemanha, tentamos ir a algum lugar do Brasil, inicialmente pensamos ir a uns 3 lugares diferentes, mas depois de diversas tentativas, e algumas idas ao aeroporto conseguimos  dois bilhetes para irmos para Fortaleza no Ceara.

Dia 05 de Janeiro, ainda fizemos uma lasagna e jogamos WAR com o Raul, tomando um Terranova.

Embarcamos no dia 18, em Curitiba, fazemos escala em São Paulo onde infelizmente tivemos que trocar de aeroporto, impressionante o transito daquela cidade, levamos menos de 50 minutos para ir de Curitiba a São Paulo, e para trocar de aeroporto foram quase 2 horas no transito caótico de São Paulo.

Pegamos o segundo avião em garulhos com destino a fortaleza, capital do ceara já no inicio da noite, quando estamos taxiando, vimos diversos aeronaves que fazem rotas internacionais, como Lufthansa, Air Canada, etc,…. Já pensamos daqui algum tempo estaremos nos aqui para pegar um desses voos, para sabe Deus onde.

Pouco depois que decolamos e servido o jantar, que estava uma delicia, para quem viu a Varig a tempos atrás, aquele voo estava um sonho, o que estava bom mesmo era a sobremesa, ate pedi para repetir, era um pudim de tapioca delicioso. Então nos foi informado que aquele era o  primeiro voo daquela aeronave pela Varig, ela havia chegado aquele dia dos EUA, enfim um Boing novinho em folha, quando entrei no avião ainda comentei com o mau esse avião tem cheiro de novo, e eu estava certo.

Chegamos bem tarde ao aeroporto de fortaleza, tomamos o táxi para o hotel, este dirigia feito um louco, ao chegarmos la o quarto cheirava cigarro,  e pedimos para trocar, colocaram a gente em um quarto no térreo, super ruim, mas com a promessa de sermos remanejados no dia seguinte.

Fotos Fortaleza I – Fotos Fortaleza II

No primeiro dia tomamos café da manha e pegamos um onibus para irmos ao Beach Park, apesar do preço exorbitante o parque e muito legal, com diversos brinquedos aquáticos legais, mas sem duvida o mais assustador e o Insano, um toboagua que cai praticamente na vertical, cheguei a descer nele 3 vezes, voce tem a sensação que voce descola dele no  momento da queda, e vc fica de fio-dental, um horror, mas a sensação de adrenalina e de mais. Depois de vc subir algumas centenas de degraus você finalmente chega ao topo e tem uma vista maravilhosa do litoral do ceara. Muitos quilómetros de praia com muitos coqueiros.

Na entrada do parque e interessante o piso que foi feito na praia, com garrafas de refrigerante de vidro de ponta cabeça, o sol e muito forte no nordeste, funcionários do parque circulavam com bomba costal com protetor solar, distribuindo para os visitantes, super legal ir a piscina com ondas e tomar um super banho de balde, um balde que tem o tamanho de uma caixa d’agua de uns 5000 litros que de tempos em tempos vira sobre as pessoas. 

A noite jantamos pizza na pizza hut na praia de Iracema, proximo ao mercado noturno, o qual visitamos rapidamente, e ficamos de voltar nos próximos dias.

No segundo dia resolvemos ir a praia de morro branco fazer passeio de Buggy pelas dunas. No caminho passamos por um centro de rendeiras, onde tinha um sr. Vendendo frutas típicas do nordeste como Caju, por sinal enormes nunca vi tao grandes, Pitomba, Sapoti, Goiaba e Seriguela. Neste centro de rendeiras ainda tivemos a oportunidade de experimentar a cajuina, um refrigerante feito a base de caju, que lembra um pouco o guarana, mas mais doce, bom porem enjoativo.

Vimos diferentes estilos de renda, boa parte delas influencia da colonização portuguesa, algumas delas semelhantes com a renda de bilro, típica em Florianopolis, mas vimos ainda renacensa e outros estilos, muito bonito.

Passamos ainda pela casa de José de Alencar, um dos escritores românticos mais famosos do Brasil, autor de Iracema, inclusive uma das praias urbanas de Fortaleza leva o nome de Iracema por conta da historia de José de Alencar.

Finalmente chegamos a Praia de Morro Branco, la descemos do Onibus e pegamos o Buggy, em direcao as famosas falésias das areias coloridas do ceara, de onde e extraída a areia para fabricação do famoso artesanato cearense, as garrafas de areia. Antes de entrar na área das falésias vimos diversas barracas vendendo este artesanato, e incrível ver a habilidade do pessoal montando as garrafas.

No caminho ainda compramos um biscoitinho de biju com coco, que estava uma delicia.

As Falésias foram transformadas em Monumento Natural em 2004, afim de conservar e ordenar a região e interesses turísticos, E impressionante ver, ao mesmo tempo que parece uma enorme erosão “vossoroca” como o mar azul ao fundo e a variação de cores do arenito, fazem a região uma das atracoes turísticas mais famosas do Ceara.

Uma das coisas legais de ver alem da variação das cores que vão do vermelho, passando por diversos tons de laranja, amarelo, ocre, passando pelo rosa ate chegar ao branco e indo ate o preto e ver a agua doce brotando em alguns lugares onde existe uma camada de rocha impermeável, a agua simplesmente brota da areia, indo em direcao a praia.

Seguimos em direcao as dunas com nosso Buggy, pelo caminho em alguns lugares passamos com o buggy por dentro da agua do mar, pois a maré estava subindo, acho que se tivéssemos chegado 15 minutos depois não conseguiríamos fazer este passeio. Paramos em um local onde existe uma espécie de gruta, formada dentro das falésias.

Chegamos as dunas, super legal correr de buggy por elas, tiramos diversas fotos, fomos ate uma lagoa de agua doce, onde paramos por meia hora tomamos uma agua de coco e retornamos para pegar o nosso onibus.

Antes ainda passamos por um resort onde a novela tropicaliente foi gravada, mas nada de muito especial.

De noite caminhamos em direcao a praia de iracema, fomos ate o mercado de peixes onde compramos 1 kilo de camarão e mandamos preparar ao alho e óleo, apesar da demora estava uma delicia, depois disso voltamos e passamos novamente pelo mercado noturno, desta vez comprei 2 kg de castanha de caju a um preço muito barato e nunca havia comido castanha tão gostosa, comprei para o Phillip, meu irmão cacula um estilingue e uma rede, para comprar esta ultima tivemos que pechinchar, inicialmente queriam pela rede 150 reais, conseguimos levar por 55.

Voltamos exaustos para o hotel de tanto caminhar, no outro dia retornaríamos para Curitiba.

Tomamos Café, fizemos nosso check-out pegamos o táxi e fomos ao aeroporto, fizemos nosso embarque, mas como tudo não podia ser perfeito o voo atrasou quase 1 hora e meia.

Ao Chegar em São Paulo novamente a sessão de troca de aeroporto, chegamos em curitiba no inicio da tarde, embora a comida do voo na volta não tenha sido tão boa quanto na ida, a varig nos surpreendeu com o atendimento,  mas o melhor de tudo foi que aproveitamos bastante a viagem sem gastar quase nada com passagens.

 

 

Índice com todos os Posts do MauOscar

 

Clique na Logo =>

 

Siga o MauOscar.com também no:

 

 

 

 

No Comments
  1. Jenny says

    Estes meus meninos são poderosos… eheheh beijosssssssssss muitas saudades…

Leave A Reply

Your email address will not be published.